Procurador do salário “miserê” de R$ 24 mil reais; com média de ganho de R$ 60 mil; apresenta atestado e se afasta do MPMG


O procurador-geral de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet, afirmou que o procurador Leonardo Azeredo dos Santos, que está preocupado em “virar pedinte” por receber um salário de R$ 24 mil, que está sendo alvo de investigação da Corregedoria do Ministério Público. Segundo o MPMG, Dos Santos está momentaneamente afastado por razões médicas – Segundo  Sérgio Tonet as reclamações de Azeredo dos Santos são “isoladas” e apenas “pessoais” e não representam o posicionamento MPMG. Ele ainda afirmou que já há representações contra Dos Santos e que elas serão instruídas pela Corregedoria Geral do MP. A declaração foi dada para a Rádio CBN durante a Semana do Ministério Público, na qual Dos Santos não participou por estar de licença – O salário base de R$ 24 mil reais, um verdadeiro “miserê”, era acrescido de vários penduricalhos. E em julho, o procurador recebeu R$ 64 mil reais, e nos últimos 5 anos, ele teve um ganho de aproximadamente R$ 4 milhões.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!