“Palestra de Ciro foi “Aula de Brasil”; desde o engodo Bolsonaro, passando pela política nacional, internacional, problemas sociais e ambientais”


Foi unanimidade, que Ciro Gomes demonstrou total conhecimento e domínio diversificados as mazelas do Brasil, desde a política, política, mesmo, até os bastidores da politicagem com seus meandros nada republicano, falou também sobre a política internacional, o que ela quer do país, e as questões sociais e ambientais – Foi essa  a opinião unânime de quem assistiu a palestra do presidenciável do PDT, na manhã desta sexta-feira (23), na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) – Antes do seu encontro com os estudantes da universidade e simpatizantes, o pedetista concedeu uma entrevista coletiva para a imprensa local, respondendo algumas perguntas dos jornalistas presentes. Não deixou nenhuma sem resposta e nem titubeou em nenhum dos questionamentos dos representantes dos veículos de comunicação – Claro que o alvo principal do já pré-candidato a presidente da República em 2022, foi a “desastrada gestão” do presidente Jair Bolsonaro. Porém, não poupou ácidas críticas aos governos petistas, de Lula e Dilma, principalmente à Lula, quando disse ele se considera tipo um “Deus”.

Ciro respondendo ao questionamento de uma jornalista da própria UEMG sobre o posicionamento dos partidos de Centro/Esquerda após 2014, respondeu que “O grande problema é que a Centro/esquerda no Brasil hegemonizada após o período da ditadura pelo PT, não conseguiu oferecer ao país uma estratégia de desenvolvimento de superar o grande drama da decadência econômica do Brasil. Mas sendo justo que se faça um registro, que houve uma explosão de consumo em consequência da política do salário mínimo, pela política da expansão do crédito. Porém, essas duas políticas que expandiram fortemente o consumo, não encontrar coerência na estratégia de desenvolvimento do país. Era um padrão de consumo sem sustentação. Aumentou muito explosivamente a importação, junto o endividamento das famílias, e das empresas, o resultado é que as contas que eram pagas artificialmente pelos preços altos das commodities, os produtos tradicionais brasileiros, como minérios, soja, milho, petróleo bruto. Quanto estava em alta no período do Governo Lula, essa conta foi mais ou menos mascarada. Quando esses preços dispararam durante a crise da China, o Brasil com uma fratura exposta e a Dilma não entendeu a raiz da crise, fez um conjunto de renúncias fiscais que praticamente quebrou que praticamente quebrou as finanças do país, e com isso as famílias quebraram gerando um total de 63 milhões de pessoas estão com o nome sujo no SPC e as empresas com 1,3 trilhão de reais. Aí veio o escândalo ético”, respondeu Ciro

E deu sua primeira espetada em Lula e no PT: “O pecado do pecador, a gente perdoa, pela nossa cultura cristã.  Mas o pecado do pregador, o moralista que vivia apontando o dedo para todo mundo, isso é indesculpável”.

Com isso, o “lavajatismo” virou o partido político mais importante do país e o PT não conseguiu entender isso – E a sociedade brasileira, as famílias chocadas com o escândalo e corrupção, deprimida e cansada com tudo isso buscou o Novo (fazendo sinal de entre aspas) – E os espertalhões da política brasileira, por que seus marqueteiros estudam isso, então fraudaram o Novo, que na realidade é o velho, o velhaquissimo para enganar a população. Os moralistas por um lado. E uma esquerda que perdeu o projeto nacional, foi repudiada pelos pentecostais das igrejas evangélicas e os grupos carismáticos da igreja católica, e isso tem que respeitar. Então deu-se a tempestade perfeita para eleger essa figura trágica, pelo qual o Brasil vai pagar muito caro. Mas o Bolsonaro não produziu essa crise, ela foi produzida infelizmente pelo PT, pela sua incapacidade de enfrentar os desafios estratégicos do país. Do poder, pelo poder. Só que o Bolsonaro está agravando esta crise.

Entrevista Coletiva de Ciro no Auditório da UEMG

Palestra Ciro Gomes – Parte 1

Palestra Ciro Gomes – Parte 2

Palestra Ciro Gomes – Parte 4

Galeria de Imagens

Clipe criado por Marco de Paula – M VIDEO

 

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!