Por suposto desvio de R$ 785 mil reais, ex-procurador da cidade de Claudio quer impeachment do prefeito Zezinho


O advogado, e ex-procurador da própria administração do prefeito Zezinho do Zé da Juquinha, por suposta irregularidades em faturamento de obras, protocolou nesta última quarta-feira (05), um pedido de impeachment contra o chefe do Executivo da cidade – Conforme o advogado explicou em um vídeo, ao rebater a defesa que o prefeito fez sobre a denúncia e o pedido de impeachment por pagamento de obras que não foram realizadas. 

O advogado diz que é hipocrisia pensar que a corrupção só existe em Brasília, que está instalada dentro da Prefeitura de Claudio, com a formação de um cartel que só pensa em roubar.

“O que eu quero desconstruir é esse cartel que se formou dentro da Prefeitura que passa 24 horas pensando em como desviar verbas públicas – O que quero desconstruir é essa máscara de bom moço que você criou, Prefeito Zezinho, mas por trás você está fazendo tudo ao contrário”.

“Por que você não foi quinta-feira na Câmara Municipal, mandou seu secretariado, achei vergonhosa sua postura, lastimável, uma covardia, e agora mais covarde ainda, soltar uma nota dessa. Nota esclarecedora. O que você esclareceu?”, questionou o advogado, sobre a atitude do prefeito Zezinho.

O advogado, lançou também um desafio para o Prefeito, que eles se encontrassem e fossem junto com o  povo, em diversos bairros para verificar se as ruas tem asfalto, meio fio, sarjeta, que foi pago, através de um edital fraudulento que foi feito para afastar os concorrentes, por que consta que as obras seriam realizadas em estradas vicinais, ou seja “as empresas que vão ser contratadas, nas estradas vicinais tudo é mais difícil”,

O denunciante afirma que o prefeito pagou R$ 785 mil reais, por obras que não foram realizadas, e que ele tem a documentação provando o que ele fala. Por isso o pedido de impeachment. Ele também denunciou um suposto conluio entre o prefeito e a empresa organizadora do “Prato da Casa”, que segundo ele, o município paga R$ 30 mil reais para a empresa, ao mesmo tempo em que oferece também a estrutura para a realização do evento.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!