Itatiaiuçu lança Programa de Desenvolvimento Econômico com presença de autoridades

Município faz parte da Regional Centro-Oeste e Diretor da entidade, Paulo César Costa participou da solenidade

Publicado por: Redação

Foi realizado, na última sexta-feira (05), o lançamento do Programa de Desenvolvimento Econômico Itatiaiuçu Conecta, proposto pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) e a Associação de Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (AMIG), que objetiva pensar em uma cidade economicamente saudável para além da atividade minerária, tendo em vista que os recursos naturais são finitos.

O lançamento do programa aconteceu na praça da cidade e recebeu autoridades políticas, lideranças empresariais, representantes de entidade e sociedade civil. Estava presente o prefeito da cidade, Adelcio Rosa de Morais e o Diretor da FIEMG Regional Centro-Oeste, Paulo César Costa, participou representando a entidade. As mineradoras Acerlormital, Minerita e Usiminas, mantenedoras do programa também estavam presentes.

Continua depois da publicidade

Estudos preveem que em 40 anos as minerações, principal fonte econômica do município, poderão extinguir suas atividades e será necessário atrair novos investimentos. Para o Diretor da FIEMG, o momento para aderir ao programa é oportuno. “Excelente iniciativa pensar no problema antes dele aparecer e já buscando soluções; um programa que será referência”, afirmou Paulo César Costa.

Ainda segundo o líder empresarial, o município, que integra a Regional Centro-Oeste da FIEMG, está em localização privilegiada e tem grande potencial para atrair investimentos que não dependam da atividade mineradora. “Itatiaiuçu está há 30 km do aeroporto, 20 km do Mater Dey, já assinou parcerias com cursos profissionalizantes, inaugurou a Sala do Empreendedor do SEBRAE e prevê a construção deum condomínio industrial, tudo isso abre excelentes oportunidades de crescimento socioeconômico para o município para além da mineração”, concluiu.

Sobre a cidade,

Itatiaiuçu, localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte e a 82,3 quilômetros da capital mineira, é um dos importantes munícipios mineradores que contribuem para a economia nacional. Com arrecadação tributária concentrada na mineração, a cidade ocupou a 11ª posição no Brasil em CFEM (Compensação Financeira pela Exploração Mineral), em 2022, e figura entre os 15 municípios brasileiros responsáveis por mais de 73% de toda a arrecadação de royalties do país.

FONTE: Fiemg

Entre no grupo do Whatsapp do Divinews e fique por dentro de tudo o que acontece em Divinópolis e região

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos felizes por você ter escolhido deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade.

  1. Fabio disse:

    Depois que acabar o minerio, não dá pra fazer mais nada.

Continua depois da publicidade