BOLSONARINHO: Prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, irmão de Cleitinho ataca liberdade de imprensa, tenta se blindar e ameaça jornalismo que põe bastidores da suja política, de cabeça pra baixo

Publicado por: Redação

Há poucos dias o prefeito Gleidson Azevedo gravou um vídeo bastante exaltado, usando um adjetivo popular, todo “xiliquento”  cheio dos mimimi, e criticando especialmente o trabalho desenvolvido há anos, e com muita seriedade, pelo Divinews. O prefeito “desceu do salto”, se fez de vítima, como sempre faz toda família Azevedo,  disse estar sendo alvo de perseguição e, em um alto completamente antidemocrático, fez graves ameaças a quem trabalha para mostrar os bastidores da política divinopolitana, aquela de conchavo feita ao pé de ouvido, e no escondidinho do cinema – O Divinews adequa a linguagem, a linha editorial ao “ser”, “objeto da noticia”, e com essa pauta não é possível ser litúrgico em linha jornalística alguma. Tem que ser na galhofa, pois é o máximo que entendem.    

Gleidson ficou indignado depois que o Divinews publicou informações de que ele estaria viajando para um resort de super luxo em São Paulo. Um assunto trivial que é de interesse sim de todo munícipe, já é pago com dinheiro publico, mas que o levou a fazer o que ele mais sabe: gravar um vídeo esbravejando em falas sem sentido. Ao invés de simplesmente esclarecer a situação e responder que não havia se ausentado de Divinópolis, Gleidson xingou e desmereceu o trabalho do Divinews e de seu editor. E, para piorar, fez graves ameaças infundadas, atacando a liberdade de imprensa e o jornalismo que pode ser sim de opinião.

Continua depois da publicidade

Além de não entender muito sobre política, Gleidson aparentemente ainda não se habituou a respeito do trabalho da imprensa, que é justamente fiscalizar, denunciar e cobrar o poder público. Como porta voz da população, o jornalismo muitas vezes mostra o que muita gente prefere esconder. É a premissa fundamental que diferencia o jornalismo da publicidade.

Gleidson leva tudo para o lado pessoal e acha estar sendo vítima de uma perseguição barata. Não está pronto para ser fiscalizado e não gosta que discordem dele. É consequência da falta de experiência política. O prefeito, que se diz o melhor do Brasil, precisa entender que, enquanto governante, ele sempre será fiscalizado, cobrado e, claro, o bom jornalismo vai estar de olho nos deslizes dele. Faz parte do processo.

Se fosse um pouco mais sábio, Gleidson seria capaz de enxergar o trabalho da imprensa como um motivador para que ele mantenha um mandato de excelência. Afinal, o bom político não deve se importar por ser fiscalizado. É assim com grandes nomes da política brasileira e sempre foi, não apenas em Divinópolis, não só com Gleidson, não é algo exclusivo do Divinews.

Ao invés disso, Gleidson prefere xingar e ameaçar. Age seguindo de perto a péssima cartilha deixada de herança pelo mito que ele e seus irmãos tanto admiram.  O prefeito de Divinópolis se espelha em Jair Bolsonaro, o ex-presidente do Brasil, que sempre atacou as instituições democráticas e desrespeitou o trabalho da imprensa. Mas é bom que o prefeito de Divinópolis pense que, talvez, tenha sido justamente esse comportamento desrespeitoso que custou a reeleição de Bolsonaro. As motociatas não adiantaram para o ex-presidente, assim como não vão adiantar os exercícios de levantar pesinhos, ficar de cabeça para baixo e fazer videozinhos populistas para o Bolsonarinho. Vai deixar a cadeira de prefeito no dia 1 de janeiro de 2025.

Uma das estratégias mais recentes de Gleidson é tentar, a todo mundo custo, calar quem tenta mostrar os bastidores da política divinopolitana, sobretudo o Divinews. Gleidson e seu trupe estão constantemente denunciando todo e qualquer tipo de conteúdo postado em nossas redes sociais. É uma forma de tentar “derrubar” nossa página e nos causar punições junto ao Instagram.

É como dizem… quem não deve, não teme. E um bom político jamais terá o que esconder, muito menos verá a imprensa como sua inimiga.

E quanto as redes sociais, o Divinews sempre teve e continuará a ter números estrondosos de acesos independentemente delas.

 

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos felizes por você ter escolhido deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade.

  1. Anonimo disse:

    Demétrius vêm aí para prefeito

    1. Eduardo disse:

      Deus nos livre. Já não basta o atual?

  2. disse:

    Esse imbecil protótipo de bolsonaro é só um bosta mesmo. Não dê palanque para otário. Essa familicia Azevedo é um bando de merd….

  3. Júlio cesar disse:

    Ridículo ainda bem que não gastei meu voto com esse cara despreparado queremos saber Kd o dinheiro discordo da educação

Continua depois da publicidade