Por incapacidade, Gleidson Azevedo passa a bola à vice-prefeita Janete Aparecida, que representa Divinópolis em eventos na Europa (imagens)


O prefeito de Divinópolis Gleidson Azevedo, eleito tão somente por ser irmão do senador eleito, Cleitinho Azevedo, por não se sentir preparado, ou mesmo disposto para representar Divinópolis em compromissos sérios que exige liturgia de comportamento, como os eventos que estão acontecendo nos últimos dias na Europa. Mais uma vez, coube à vice-prefeita Janete Aparecida assumir as rédeas e fazer o papel que deveria caber a Gleidson.

Janete Aparecida viajou pra Europa no último dia 11 e fica por lá pelo menos até terça-feira. Ela já passou por algumas cidades na Espanha, como Barcelona, e agora está em Portugal. Na agenda da vice-prefeita estão vários encontros, palestras, fóruns e visitas técnicas. Não se trata de uma viagem de turismo e, sim, compromissos importantes capazes de projetar o nome de Divinópolis e conhecer de perto exemplos bem-sucedidos que podem ser aplicados para beneficiar a cidade.

A programação foi organizada e financiada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Sebrae, embora Janete também tenha usado recursos da prefeitura para pagar uma parte das despesas. A viagem, intitulada “Missão Prefeito Empreendedor”, faz parte do XI Prêmio Prefeito Empreendedor, em que Divinópolis venceu em uma das categorias. É uma espécie de prêmio a várias cidades do país. E, pelo que se visto nas redes sociais da vice-prefeita, as outras cidades contempladas estão sendo representadas pelos próprios prefeitos e prefeitas, mas no caso de Divinópolis, a vice é quem foi viajar, já que de fato é ela quem é a prefeita, Gleidson é só de direito.

Na Europa, a comitiva está participando de palestras com especialistas de renome internacional. Também estão conversando com lideranças políticas, ouvindo experiências e trocando conhecimentos. É uma chance ímpar de conhecer projetos que estão em execução em várias áreas, como na modernização das cidades, transportes, saúde e educação. A ideia da missão é que os gestores públicos se inspirem e tragam propostas para serem implantadas aqui no Brasil.

Se estivesse preparado e disposto a participar desse compromisso, Gleidson poderia se tornar conhecido por vários políticos do Brasil e do mundo. Uma oportunidade inigualável para trazer benefícios para Divinópolis. Mas, como já é de costume, quem de fato comanda Divinópolis é a vice-prefeita Janete Aparecida. E ficou pra ela a responsabilidade de representar a cidade nos compromissos internacionais.

O que se espera é que a boa vontade e o preparo dela possam contribuir efetivamente com Divinópolis, apesar de Gleidson. E que o tour pela Europa renda frutos, gerando benefícios e trazendo na bagagem coisas boas para Divinópolis, já que “Divinópolis agora tem prefeito”, mas na realidade, quem manda é a vice.

 

(( QUER RECEBER MATÉRIAS DO DIVINEWS EM PRIMEIRA MÃO? PEÇA CADASTRAMENTO NO  WHATSAPP (37) 9 9926-5523 ))

4 comentários em “Por incapacidade, Gleidson Azevedo passa a bola à vice-prefeita Janete Aparecida, que representa Divinópolis em eventos na Europa (imagens)

  • 19 de novembro de 2022 em 19:55
    Permalink

    Kkkkk grande coisa,vai somente passear, quero ver se alguma coisa vai ser feita em Divinópolis. Já Estão à 2anos é o aeroporto continua a mesma coisa. Imagina se vai conseguir fazer alguma coisa pra Cidade. Divinópolis não tem representatividade nenhuma na política do Brasil. Infelizmente

    Resposta
  • 19 de novembro de 2022 em 18:13
    Permalink

    Gastos desnecessários impossibilita de aplicar reajustes devidos aos servidores e também de cumprir lei que estabelece salários de categorias que estão sendo prejudicados por omissão e crime de responsabilidade a respeito da lei não ser aplicada. Lamentável. Graças a Deus está acabando esse pesadelo 🙏

    Resposta
  • 19 de novembro de 2022 em 17:18
    Permalink

    Essa ai so fas pose se fosse o DEMETRIUS com certeza traria investimentos p a cidade

    Resposta
    • 20 de novembro de 2022 em 11:12
      Permalink

      Como todo político gosta, foi simplesmente fazer turismo.
      Não vai trazer ou absorver nada de relevante para o desenvolvimento de Divinópolis.

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  1  =  8