Polícia Civil indicia professor por injúria racial e ameaça contra aluna


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, nesta quinta-feira (6), o inquérito policial que investigou um professor, de 60 anos, suspeito de fazer comentários sobre o cabelo de uma aluna, de 11. O homem foi indiciado pela prática dos crimes de injúria racial e ameaça, já que ele teria dito que iria agredir a vítima para que ela tivesse motivos reais para chorar – O fato ocorreu em uma escola pública, no bairro Vila dos Oliveiras, em Belo Horizonte, no dia último dia 15 de setembro. As investigações foram realizadas pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, que encaminhou o procedimento ao Poder Judiciário – Se condenado, o professor pode ser preso por até três anos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  40  =  41