Divinópolis vive caos às vésperas da visita de Jair Bolsonaro e apoiadores para motociata e comício na cidade (imagens)


O presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição pelo PL, só deve chegar a Divinópolis no fim da manhã desta sexta-feira. Mas, bem antes disso, a cidade vive dias de caos. Ruas mal sinalizadas, forte aparato de segurança circulando de um lado para o outro, palco montado e banheiros químicos espalhados por um dos pontos mais movimentados da região central. Inúmeros problemas e gastos de dinheiro público em prol de um compromisso que não é de governo, e sim de campanha. E já causou o caos no centro de Divinópolis.

A equipe de Jair Bolsonaro chegou a Divinópolis ainda no início desta semana. Eles passaram por vários pontos avaliando critérios logísticos e de segurança para montarem a programação da visita do candidato. A rotina da cidade também mudou. Viaturas da Polícia Rodoviária Federal estão circulando pela cidade há dias. A Polícia Federal, Polícia Militar e outros órgãos de segurança também estão envolvidos com os preparativos.

Bolsonaro vem a Divinópolis atendendo a convites feitos por apoiadores políticos, principalmente Domingos Sávio, candidato a reeleição como deputado federal e Cleitinho, candidato ao Senado. A empolgação da prefeitura é tanta que o prefeito Gleidson Azevedo, irmão de Cleitinho, colocou o aparato do município à disposição para ajudar na campanha de Bolsonaro na cidade. Haja dinheiro para arcar com os custos dessa “visita”.

Ainda na madrugada de quarta para quinta-feira a prefeitura começou a cercar as ruas no entorno da Praça do Santuário, onde vai acontecer o comício do candidato Jair Bolsonaro. A Secretaria de Trânsito já interditou parte da Avenida 21 de Abril, uma das mais movimentadas da cidade. Bem na esquina com a rua São Paulo foi montado um palco, onde Bolsonaro e cerca de 80 apoiadores devem ficar.

A rua São Paulo, entre a Avenida 21 de Abril e a Antônio Olímpio de Morais também está fechada. Na tarde desta quinta-feira os carros que estavam estacionados nas vagas de estacionamento rotativo tiveram que ser retirados e agentes de segurança monitoravam o local durante todo o tempo. Em grupos de WhatsApp algumas pessoas disseram ter visto atiradores de elite estavam em cima de prédios da região, avaliando a posição em que vão ficar durante o comício.

A equipe envolvida na preparação para o evento de Bolsonaro também fez uma espécie de ensaio na praça do Santuário. Várias viaturas da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Polícia Federal e ambulâncias do SAMU foram deslocadas para participar da encenação. Havia também muitas equipes da Secretaria de Trânsito da Prefeitura.

O Palácio do Planalto afirma que Bolsonaro visita Divinópolis como candidato, ou seja, não será uma visita presidencial. Apesar disso, ele já está usufruindo de todas as regalias e aparato usados em compromissos governamentais. E com apoio da prefeitura, tanto na organização da visita quanto na divulgação do evento.

Com o cerco (ou seria circo?) já montado, a quinta-feira foi de caos em Divinópolis. As várias ruas interditadas complicaram a vida dos motoristas. E sem a sinalização adequada, o trânsito deu um nó na região central. A chuva que começou no fim da tarde piorou ainda mais a situação. Comerciantes de empresas que ficam no entorno da praça do Santuário estão preocupados, sem saber se vão sequer conseguir trabalhar nesta sexta-feira, já que a segurança e as restrições serão ainda mais complexas após a chegada do candidato.

A situação é semelhante na rua Rio de Janeiro, entre a Antônio Olímpio e a Avenida 1º de Junho, onde Bolsonaro terá compromissos à tarde. O dia de hoje também foi de caos, com viaturas circulando, agentes à paisana de olho em tudo empresários incomodados com o impacto que a visita de campanha vai trazer, já que o local também será interditado para a passagem do candidato.

Um carro de som está circulando pela cidade, convocando as pessoas para o comício. Sem contar no apoio do aparato da prefeitura, totalmente voltada para a campanha de Bolsonaro e do irmão do prefeito. O uso de dinheiro público para beneficiar um candidato é, no mínimo, questionável.

Nas redes sociais, Cleitinho não para de convocar a população para participar do evento. A prefeitura diz que caravanas de outras cidades devem vir a Divinópolis para participar do comício nesta sexta-feira. Por questões de segurança, o município não deu detalhes do trajeto que será feito pela motociata de Bolsonaro entre o aeroporto e a praça do Santuário, mas especula-se que a tropa deve passar pelo Porto Velho e subir a Goiás até a Sete de Setembro, para depois chegar até a praça. O trânsito da cidade, bem na hora do almoço, deve ficar completamente travado, com engarrafamentos colossais.

Pela “amostra” que a cidade teve nesses últimos dias, pode-se esperar uma sexta-feira de muito tumulto em Divinópolis.

 

6 comentários em “Divinópolis vive caos às vésperas da visita de Jair Bolsonaro e apoiadores para motociata e comício na cidade (imagens)

  • 23 de setembro de 2022 em 09:35
    Permalink

    Quem gastou mais de 25mi nao foi ele em kkkk

    Resposta
  • 23 de setembro de 2022 em 09:15
    Permalink

    SE FOSSE O LULADRÃO SERIA DIFERENTE DIVINEWS?
    A CIDADE SERIA UM PARAÍSO DE PILANTRAS ISSO SIM

    Resposta
  • 22 de setembro de 2022 em 23:49
    Permalink

    Porra cara, você é lula mesmo né.
    Você não pode só dar a notícia?
    Cruz credo.
    Você está muito chato.
    Va chorar pra lá Acará.
    Puta merda viu.
    Se eu ainda morasse em Divinópolis eu iria sim com o maior prazer vero presidente Jair Bolsono.
    O único que defende nossa pátria e o nosso povo.
    O resto; só no seu bolso.
    Gostaria de saber quem é que está dizendo tudo isso para dar uma simples informação, de que o candidato está indo a Divinópolis, mas fazendo um escassel com muito medo.
    Pode ter a certeza, não deve ser deixado nenhum papel de bala no final desse mundaréu de gente para ver o mito. Gente ordeira, coisa fina de se ver.
    Parabéns Divinópolis que nesse momento muito importante abre os braços para acolher nosso presidente. Se Deus quiser vai ser no primeiro turno. Amém.
    Você deve assinar sua postagem não?!

    Resposta
  • 22 de setembro de 2022 em 23:37
    Permalink

    Deve ser triste para os apoiadores do ex presidiário ver isso.
    Quanto a segurança,seria bom se informarem.
    Todos os candidatos tem a sua disposição um aparato gigantesco em relação a segurança. Envolve PF, PM, PC e tantos órgãos. Só se informar.
    Já o trânsito de Divinópolis é um caos com ou sem Bolsonaro.

    Resposta
  • 22 de setembro de 2022 em 22:36
    Permalink

    “Um verdadeiro caos”, isso mesmo!
    Passei hoje a tarde no local e o trânsito estava muito lento.
    Agora fica a pergunta: quem está pagando a conta?

    Resposta
  • 22 de setembro de 2022 em 20:46
    Permalink

    Boa noite ! Sua bandeira vermelha deveria deixar em casa , deveria ser ser informativo pobre esse editorial

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9  +  1  =