Divinópolis: Vereador Josafá Anderson convoca reunião extraordinária da CPI da Educação que poderá ser transformada em pizza


Após os vereadores que regimentalmente por serem líderes dos seus partidos na Câmara de Divinópolis decidirem constituir um ‘Colégio de Líderes’ para tentar adiar para depois das eleições de outubro a continuidade de todas as CPI´s que tramitam na Casa, incluindo ainda a leitura do relatório da  CPI da Educação que tem data prevista para o próximo dia 24, foi assinado um documento que, até mesmo pelo presidente da Câmara, vereador Eduardo Print Junior, como líder do PSDB, além de Eduardo Azevedo, líder do PSC; Rodyson Kristinamurti, Líder do PV; Flávio Marra, líder do Patriota; Rodrigo Kaboja, líder do PSD; Israel da Farmácia (PDT); e Ney Burguer (PSB) excluindo apenas dois líderes de partido, o vereador Hilton de Aguiar, do MDB e Roger Viegas do Republicano, que pede ao vereador Josafá Anderson, presidente da CPI da Educação convoque uma reunião extraordinária (o que foi feito) e seus  membros deliberem se vão ou não adiar os andamentos das CPI´S .

Nos bastidores corre o boato de como cada um poderá votar:  Ana Paula (PSC), que é aliada incondicional do Governo, como membro da CPI,  votará pelo adiamento das investigações para após o término das eleições. O pano de fundo do pedido, não é nada republicano, é sim politico. Para que o resultado da leitura do relatório que vai culpabilizar única e exclusivamente a secretária de educação e com isso resvalar no prefeito, Gleidson Azevedo, não atrapalhe as pretensões políticas de eleições, tanto de Cleitinho Azevedo que concorre ao Senado,  quanto de Eduardo Azevedo que almeja uma cadeira na Assembleia Legislativa. E foi exatamente dele a articulação inicial da constituição do Colégio de Líderes. Foi quem saiu pelos corredores coletando assinaturas.

Outro que votará favoravelmente pelo adiamento da apreciação da CPI da Educação, é o vereador Kaboja (PSD), que sempre teve  posição governista em todos os seus mandatos anteriores, enfim, desde sempre. E o seu alvo, muito embora afirme que tenha desistido de disputar a presidência da Câmara, ao final é esse mesmo. É estratégico que, quem almeja um cargo não abra o jogo precocemente, para não haver desgaste. O jogo tem que ser jogado, no tempo certo, e não na preliminar.

Já a vereadora Lohanna França, é sabido que votará pela continuidade da CPI. E ela como relatora, que fazer a leitura do relatório final no próximo dia 24. E tem tido muitos desgastes com o conteúdo deste relatório, que ao ser votado no plenário da Câmara será encaminhado para o Ministério Público (MPMG), o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Policia Civil.

O vereador Ademir Silva, como o pivô, o denunciante de todas as irregularidades que envolveram as adesões da Secretaria de Educação  às atas de registros de preços, claro que, votará pela continuidade e a leitura no próximo dia 24

A se confirmar os boatos dos bastidores políticos, de como votarão, Ana Paula, Kaboja, Lohanna França e Ademir Silva, caberá a decisão como voto de minerva (desempate) única e exclusivamente ao presidente da CPI da Educação, JOSAFÁ ANDERSON se acatará ou não, especificamente essa CPI. As demais o Divinews apurou que o adiamento foi aceito pelos seus respectivos presidentes. São importante, mas nem tanto, dentro do atual cenário político.

 

2 comentários em “Divinópolis: Vereador Josafá Anderson convoca reunião extraordinária da CPI da Educação que poderá ser transformada em pizza

  • 19 de agosto de 2022 em 05:29
    Permalink

    Se depender do vereador Josafá já era pois é primo da família TAMO JUNTO Azevedo

    Resposta
  • 18 de agosto de 2022 em 17:04
    Permalink

    é pizza na certa. podes crer. com esta turminha aí?

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  8  =  15