Jovem sofre acidente e mesmo atendido pelo SUS, pai vereador realiza ‘Vakinha Virtual’ com objetivo desnecessário (vídeo)


O caso relatado ao Divinews foi que Ryan, um jovem de 21 anos  sofreu um acidente de motocicleta no último domingo (07) quando retornava para a sua cidade, em Luz. Como o município não tinha condições de atendê-lo foi encaminhado pelo SAMU para o Hospital São Carlos, em Lagoa da Prata, onde logo começou ser atendido pelo SUS – Ocorre que mesmo sendo atendido pelo Sistema único de Saúde, que é gratuito, e todos sabem disso foi feito uma vakinha com um objetivo, que posteriormente foi mudado pelo pai da vítima que é vereador no município

A Vakinha Virtual contou o caso pela metade, de que ele foi encaminhado para um hospital de Lagoa da Prata, onde ficara internado por tempo indeterminado. É relatado ainda no post do site de arrecadação de dinheiro, que Ryan fraturou perna, braço e bacia e precisaria passar por diversas cirurgias.

O motivo inicial da arrecadação, seria, segundo a postagem na Vakinha Virtual para realizar um transporte aéreo para Belo Horizonte, pois não havia condições de transporte por veículo terrestre.

Ocorre que, como ele já estava sendo atendido pelo SUS, não havia qualquer motivo de que fosse feito vakinha com o objetivo de transporte aéreo por que se houvesse tal necessidade, seria usado o transporte aéreo do próprio sistema público de saúde, por meio da regulação seria feito uma solicitação ao SAMU.

O fato é que posteriormente, depois da Vakinha Virtual ter arrecadado R$ 15.582,00 o pai da vítima, o vereador da cidade de Luz, Wanderson Pinto da silva mudou o objetivo dos recursos arrecadados, dizendo que o dinheiro será usado para a recuperação dele e compra de remédios.

O Divinews ouviu a diretora do hospital que em áudio ai site relatou a situação do paciente que ela acompanha desde o dia que ele deu entrada, ou seja, no domingo. E que hoje foi operado com uma cirurgia no tornozelo e já está com uma segunda cirurgia agendada para o próximo domingo que será no antebraço. Disse também que ele precisa de uma cirurgia no quadril que por ser de alta complexidade o hospital não faz. Isso demandará que a regulação do estado o envie para um outro hospital. Explicou ainda que o tratamento de Ryan foi todo realizado pelo SUS, e que, quanto a questão da vakinha virtual o Divinews deveria “ver” com a familia para ela explicar os motivos que está arrecadando dinheiro.

O Divinews tentou o contato com o pai, por meio de ligação direta e de whatsapp, porém não conseguiu, até o fechamento desta matéria.

7 comentários em “Jovem sofre acidente e mesmo atendido pelo SUS, pai vereador realiza ‘Vakinha Virtual’ com objetivo desnecessário (vídeo)

  • 12 de agosto de 2022 em 13:25
    Permalink

    Absurdo uma máteria dessa ,falta de respeito com o pai e os familiares,o rapaz todo machucado no hospital a familía sofrendo e tendo que ler isso ,quem conhece sabe o quanto a familia e honesta e o quanto o pai desse menino acidentado ja ajudou pessoas ,hoje em dia tudo e por motivos de likes e visualizações ,que midia lixo🤢

    Resposta
    • 12 de agosto de 2022 em 15:02
      Permalink

      O Divinews se solidariza com a dor da família sim. Contudo é preciso interpretar o texto corretamente. Não está em discussão essa dor, que reforçamos lamentar profundamente. Contudo, a matéria foi publicada por observações de agentes públicos ligados a saúde especificamente do SUS, que em contato com o site questionaram a existência de uma vakinha virtual que inicialmente começou a arrecada para um transporte aéreo que não se fazia necessário, já que a vitima já estava sendo atendida pelo SUS, e que mesmo que houvesse necessidade de transporte, isso seria providenciado pela regulação estadual, que solicitaria a atuação do SAMU AÉREO – Isso foi o fator que levou o Divinews a publicar a matéria.

      Resposta
  • 12 de agosto de 2022 em 13:18
    Permalink

    O jornal não Deveria ter publicado a matéria antes de ter ouvido o pai ,o vereador Wanderson , conheço a família e sei que não foi o pai que fez a vaquinha ,quem fez foram amigos tentando até ajudar quando o pai do Ryan soube gravou o vídeo avisando o cancelamento da vakinha , muito errado dar essas informações erradas prejudicando a vida das pessoas

    Resposta
  • 12 de agosto de 2022 em 08:41
    Permalink

    Jornalzinho de merda,querem ganhar ibope em cima da dor alheia!

    Resposta
    • 12 de agosto de 2022 em 15:03
      Permalink

      O Divinews se solidariza com a dor da família sim. Contudo é preciso interpretar o texto corretamente. Não está em discussão essa dor, que reforçamos lamentar profundamente. Contudo, a matéria foi publicada por observações de agentes públicos ligados a saúde especificamente do SUS, que em contato com o site questionaram a existência de uma vakinha virtual que inicialmente começou a arrecada para um transporte aéreo que não se fazia necessário, já que a vitima já estava sendo atendida pelo SUS, e que mesmo que houvesse necessidade de transporte, isso seria providenciado pela regulação estadual, que solicitaria a atuação do SAMU AÉREO – Isso foi o fator que levou o Divinews a publicar a matéria.

      Resposta
  • 12 de agosto de 2022 em 07:28
    Permalink

    Estou com esse pai, essa vaquinha será bem utilizada ,já que ele até encerrou a mesma quem está querendo causar polêmica não conseguiu ao meu ver, SUS é pro Lula, ou ele só fica no sírio Libanês

    Resposta
    • 12 de agosto de 2022 em 15:04
      Permalink

      O Divinews se solidariza com a dor da família sim. Contudo é preciso interpretar o texto corretamente. Não está em discussão essa dor, que reforçamos lamentar profundamente. Contudo, a matéria foi publicada por observações de agentes públicos ligados a saúde especificamente do SUS, que em contato com o site questionaram a existência de uma vakinha virtual que inicialmente começou a arrecada para um transporte aéreo que não se fazia necessário, já que a vitima já estava sendo atendida pelo SUS, e que mesmo que houvesse necessidade de transporte, isso seria providenciado pela regulação estadual, que solicitaria a atuação do SAMU AÉREO – Isso foi o fator que levou o Divinews a publicar a matéria.

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3  +  3  =