“Não foi passarinho quem trouxe as atas para educação. Quem foi? “Andreia também não sonhou: Ah! Vou aderir atas”, indaga Print Junior (PSDB) – vídeo


O vereador Eduardo Print Junior, em entrevista concedida ao Divinews na tarde desta última quarta-feira (11) já quando circulava nos bastidores da Câmara a noticia levada em primeira mão pelo vereador Kaboja, de que a secretária de Educação havia sido afastada do cargo, Print Junior (PSDB) fez questão de deixar claro que estava falando ao Divinews não foi como presidente, e muito menos membro da CPI, que ele não é. Sua atuação e críticas veementes ao atual momento, foi em consequência de quando começou a receber as primeiras  denúncias que começaram com o vereador Ademir Silva sobre o que estava acontecendo na Secretaria de Educação, que posteriormente ele mesmo começou a receber relatos das diretoras e professoras das escolas municipais sobre os brinquedos e materiais que foram comprados, na análise delas alguns inadequados e sem necessidade.

Relatou o absurdo caso da compra do brinquedo Play Ball, adquirido por quase R$ 10 mil reais, e mais recentemente ter descoberto a compra do laboratório de matemática, adquirido pelo valor de R$ 50 mil reais.

Outro assunto abordado foi o fato da Escola Evelina Grecco ter recebido o absurdo número de quatro Plays Ball, no valor de R$ 40 mil reais, quando a escola precisa mesmo é de uma cobertura para abrigar os alunos da chuva e do sol no pátio. Print acrescentou que as diretoras e professoras tinham a expectativa de que os brinquedos que seriam recebidos seriam balanços, um escorregador, por que crianças menores, dizem as educadoras, sequer sabem e não tem interesse por brincar nos tais plays ball, sequer tem estatura física para jogar as bolinhas no aparelho.

Print fez algumas perguntas: “Por que a escolha do brinquedo? Quem escolheu? Qual o motivo ? Por que não foi dada prioridade para um brinquedo melhor ? Essa são algumas das indagações que estão obscuras e são necessárias as respostas, pontuou o vereador.

Print se defendeu das críticas que tem sido vítima nas redes sociais por anteriormente, em governos passados não as fazia e agora ele faz, inclusive gravando vídeo que ele também criticava. O vereador se defendeu dizendo que continua sendo contra os excessos de vídeo gravados, parecendo que Divinópolis é uma Hollywood de tantas gravações feitas. Quanto a sua “não fiscalização” no passado, explicou também que não critica constantemente o governo Gleidson, que muito pelo contrário até o elogia admirando a sua atuação, principalmente na ação proativa do “adote um bem público”, um projeto de autoria dele, que o prefeito fez com que ficasse conhecido nacionalmente, por que o prefeito procura os empresários que acabam aderindo o projeto, fato este que a administração de Galileu, ignorou. Esclareceu que a premiação de Divinópolis pelo Sebrae como cidade empreendedora contou com a pontuação do “adote um bem público”

Em critica ao ex-prefeito Galileu Machado, Print disse que a administração não teve competência de instalar a iluminação de led, e o prefeito Gleidson foi lá e está fazendo acontecer. Assim como a questão dos tapa-buracos que a ex-secretária Claudia Abreu, insistia em usar asfalto frio, e todos diziam que deveria se quente e ele persistia no erro. “Gleidson pegou isso e fez a quente e resolveu o problema da cidade.

Finalizou criticando a falta da transparência do portal da Prefeitura, em que não se consegue ter acesso às notas fiscais que foram emitidas para as compras dos brinquedos da secretaria de Educação. Que o site não mostra claramente o que foi pago e o que não foi pago, além do que foi entregue e o que não foi.

Por pergunta do Divinews de que havia sinais de que a secretária de educação seria a única “cruxificada” contudo, por informações do site ela teria  apenas indicado suas necessidades para a pasta da educação, e que a efetivação das compras foram feitas por meio da atuação do secretário de administração, com o aval de demais pessoas, assim como a secretária de Governo, Janete Aparecida, e o secretário de Administração, Thiago Nunes, com aval da controladoria, além da procuradoria, que acompanharam todo o processo. O vereador Eduardo Print Junior, afirmou que não pode fazer juízo de valor de nenhuma das pessoas, apenas o nome do prefeito Gleidson Azevedo e da agora ex-secretária de educação, pelo fato dela ter assinado e isso está claro para qualquer um vê e o prefeito é o ordenador de despesas de todo o município, mesmo não tendo a assinatura de Gleidson ele é o prefeito, sendo responsável por todo e qualquer tipo de pagamento feito.

Finalizou questionando quem de fato teve participação nas adesões das atas de registros de preços com supostos preços superfaturados – “Por que, e como? Quem ajudou na construção? Quem trouxe essas atas para o município? –  Por que elas não são da região, é difícil você falar assim, eu consegui, são cidades distantes, a adesão delas não veio por um passarinho, alguém trouxe?. Essas atas chegaram através de alguém. Ou alguém tem uma pessoa que enviou para aqui. Chegou aqui e disse: quero te apresentar uma ata de adesão. Boa para você, para no final do ano você aderir vários brinquedos, trocar os mobiliários todo da Secretaria das suas escolas. Isso pode ter acontecido. E alguém veio aqui e trouxe. Por isso fica esse monte de perguntas, quem teve acesso, quem não teve”.

O vereador concordou com o  Divinews: “ou alguém trouxe” – E acrescentou: “Que aconteceu algo, aconteceu. Andreia não sonhou de noite: Ah! vou sonhar agora! Sonhei. Vou assinar uma ata de adesão que apareceu na minha mesa! – E continuou o edil: “Sem que ninguém ter conhecimento? Não! Existem pessoas que estão envolvidas nisso, e que a CPI vai apurar e esclarecer”

 

13 comentários em ““Não foi passarinho quem trouxe as atas para educação. Quem foi? “Andreia também não sonhou: Ah! Vou aderir atas”, indaga Print Junior (PSDB) – vídeo

  • 15 de maio de 2022 em 10:53
    Permalink

    Mais uma quadrilha de ladroes em ação. Dessa vez na nossa cidade. Essa quadrilha bolsonazista e sta mostrando as caras, mas ainda tem muito a apurar. Mas….quem fiscaliza? O MP? A PM? A PC? Vamos ver. Mas que tão roubando, ah tão sim….

    Resposta
  • 15 de maio de 2022 em 09:56
    Permalink

    Parabens ao Vereador ADEMIR fez a DENUNCIA..agora a APURACAO….so nao pode e deixar de dar uma resposta transparente para a POPULACAO. E nem A MIDIA sem noticias..falando em midia parabens ao Divinews e ao SISTEMA MPA,,Estao dando toda cobertura ao CASO..e seja vc tambem um cidadao de bem,,PARTICIPE.

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 08:06
    Permalink

    Esse camarada era líder do ex prefeito Galileu, que moral que ele tem pra criticar? Na época desses ex prefeitos a prefeitura só tinha prejuízo, como é que está aparecendo dinheiro agora para investimento? Quero que apure a verdade e que os culpados sejam punidos como deveriam fazer sobre o recurso rejeitado na gestão anterior para construir uma usina de de asfalto aqui em Divinópolis, sob a alegação que era mais vantajoso comprar o asfalto pronto (com certeza a propina já estava incluído no valor final).

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 21:28
    Permalink

    KD O DEPUTADO QUE GOSTA DE PULAR PORTÃO : MURO : E PEITAR PORTEIROS E OUTROS MAIS ?
    TÁ COM MEDO DE SEU INQUILINO VIRALIZAR NO BRASIL TODO .MOSTRE A CARA PUTADO .PARA MAIS UMA BAIXARIA .

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 19:30
    Permalink

    E ai Presidente da Camara, estamos contando com a intervenção da Câmara Municipal.
    CREAS DE DIVINOPOLIS NAO PODE SAIR DO CENTRO E EXPOR SEUS USUARIOS E SERVIDORES EM LOCAL DE RISCO!

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 19:28
    Permalink

    Vcs sabiam que o Creas Centro de Referência Especializado da Assistência Social, vai mudar do centro ainda este mês para Vila Belo Horizonte do lado da Igreja Nossa Senhora da Guia , colocando todos servidores e usuários do lado de uma boca de fumo!

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 18:27
    Permalink

    Esse camarada tá bão de falar de alguém viu ..salário de vereador lícitamente é 8 mil…ele era balconista de papelaria agora como vereador só q eu tenho certeza já possui 2 postos de gasolina…um na Castro Alves outro no Niterói…posto de gasolina requer alguns milhões…n mínimo um mágico ele é…ganhando 8 mil e montando 2 postos ..vamos chamá-lo de mágico….acorda Divinópolis

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 17:14
    Permalink

    Demorou para a máscara do sr. Prefeito cair.

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 16:41
    Permalink

    A adesão as atas com certeza tem o aval da procuradoria e da controladoria que devem responder pelos atos, além de fiscalizar os responsáveis pelas atas que provavelmente deve ter vindo da secretaria de administração.
    a bem pouco tempo um secretário de saúde também foi literalmente queimado pela administração por ter assinado contratos vistados por procuradores do município. Quem sabe não é o mesmo que vistou as atas.
    esse governo esta lotado de cargos de confiança que fazem de tudo para de manter no cargo, mas a conta vai começar a chegar, pelo jeito vai ser bem salgada.

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 15:23
    Permalink

    Sera que e a Vice JANETE E O SEU SECRETARIO DE CONFIANÇA DELA THIAGO

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 14:19
    Permalink

    Boa tarde!É o que precisamos saber .Não é pegar um boi de piranha e pronto..Queremos agora descobrir quem está ou que são!Estamos de olho!.O brasileiro graças a Deus está abrindo seus olhos e tomando posse daquilo que é legal, NÓS O POVO QUE SOMOS OS PATRÕES E O DINHEIRO PÚBLICO NAO PARA BRINCAR DE CASINHA.

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 12:18
    Permalink

    Cleitinho , vem a Divinópolis fazer vídeo invadindo prefeitura de outras cidade e fazendo denúncias.
    Faz agora com o seu irmão também q tu avalizou .

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 12:10
    Permalink

    Tinha que exonerar não, somente afasta lá sem remuneração,pois a pena será mais branda.
    Tinha afastar prefeito e vice,assumindo o Print jr

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

86  +    =  95