Tu te tornas eternamente responsável pelo aval à eleição do seu irmão Gleidson como prefeito de Divinópolis, senhor deputado estadual Cleitinho Azevedo; não adianta se esconder da CPI da Educação e fazer cara de paisagem


A frase que se tornou clássica da literatura mundial foi originalmente escrita em francês pelo escritor Antoine de Saint-Exupéry, “Tu deviens responsable pour toujours de ce que tu as apprivoisé”, que traduzida para o português ficou na memoria de todos como “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. A sentença diz que, quando alguém faz o outro gostar dele, esse que cativou o gostar será responsável eternamente pelo que sentimento despertou no outro – Há um profundo exagero do autor desse artigo começar  desta forma, recorrendo a um clássico da literatura para enveredar por um caminho, que boa parte dos brasileiros abominam, a política. Exagero potencializado, quando o “alvo” é um deputado populista que sequer deve ter lido um livro completo em sua vida. Cleitinho Azevedo, quer agora se esconder e se fingir de morto com os últimos acontecimentos de Divinópolis, tentando passar ao largo, assobiando e  fazendo cara de paisagem.

Campanha 2020

Cleitinho é sim responsável por tudo que está acontecendo na cidade e na Prefeitura, já que em 2020 em uma campanha pra lá de populista idealizada por ele e sua assessoria, não apenas se envolveu diretamente com a campanha do irmão para prefeito de Divinópolis,  como se comprometeu até o “talo” ao dizer que, quem votasse em Gleidson estaria votando nele, pois se eleito, Gleidson ia fazer tudo que ele queria que fosse feito. Por que não só ele, mas todos os divinopolitanos seriam prefeitos, em uma frase que se vê agora ter sido apenas metafórica e populista.

Fujão

O que o deputado faz agora, é fugir, não enfrentar o que se propôs a fazer. Quando também de forma populista, como é o seu constante estilo, de enganar os incautos por meio de representações teatrais, mas propicio ao oficio de ator, como fez no início da administração de Gleidson, em total ingerência e usurpação de poder enfrentou um empresário do ramo do transporte público, cena que ficou famosa como mais uma de sua vasta videoteca de jogar para “inglês ver”. O fato é que, Cleitinho que sai pelo estado fiscalizando e denunciando várias supostas irregularidades, sem dar solução para nenhuma. Está cego, surdo e mudo, com relação a Divinópolis. Não vê um palmo na frente do seu nariz com relação as suspeitas de superfaturamento nas adesões de atas de preços, ao invés da realização de licitações. Em síntese, é um fujão.

Assédio Moral e Abuso de Autoridade

Cleitinho não tem medidas, barreiras para alcançar seus objetivos políticos. E para isso usa o chavão de que é um fiscal do povo. Todavia, para esse mesmo povo que ele diz estar trabalhando, e não em seu projeto pessoal de a cada dia galgar mais um cargo político, de vereador para deputado estadual, e de deputado para senador. Ele passa por cima de quem estiver em sua frente, como exemplo vários funcionários/servidores de empresas que ele foi fiscalizar. Ele mete o pé na porta e não respeita os limites de domínios da empresa. Em um verdadeiros assédio moral e abuso de autoridade que comete com humildes trabalhadores que ficam sem ação diante de sua arrogância e prepotência que ele tenta usando um discurso manso com os trabalhadores. Existe até mesmo o caso de um servidor de uma autarquia que foi transferido do seu local de trabalho por conta da investida fiscalizatórias de Cleitinho, o “sem limites”.

Projeto de Poder de Cleitinho Azevedo

Ao lançar em 2020 os irmãos, um como candidato a prefeito e outro para a vereança, o que de fato o deputado estadual Cleitinho delineou e está executando é um projeto de poder para o clã Azevedo. Tanto é que, passados somente dois anos da posse de Eduardo Azevedo na Câmara de Vereadores, repetindo o histórico do irmão que também ficou só dois anos no legislativo municipal, o jovem edil  no rastro do irmão, é claro, tem a ambição de ocupar o lugar dele na ALMG. Enquanto Cleitinho, com somente um mandato como deputado estadual, já ambiciona, nada mais nada menos do que o Senado Federal. Somando a fala do prefeito Gleidson Azevedo, que já admitiu em entrevista a uma emissora de rádio que será candidato a reeleição em 2024. Mas ressalte-se que nenhum deles são políticos. Os falatórios são coisas dos politiqueiros, dizem eles.

Inconsequência, limitação de análise ou má fé mesmo?

Há de se questionar se Cleitinho Azevedo, não teve mesmo capacidade de análise ou foi inconsequente, com um olhar único voltado para o seu projeto de poder. O fato é que, o deputado teve uma visão limitada ao avaliar que somente os bons propósitos conversados entre os familiares, especificamente com o irmão na ocasião ainda candidato, que ele, Cleitinho, não arredou pé de Gleidson fosse cabeça de chapa como prefeito e nunca vice de ninguém. Pois, Cleitinho estava convicto que a boa vontade dos Azevedo em fazer uma cidade melhor, aliado ao fato de que são extremamente honestos, era condição suficiente para administrar a cidade. O deputado não teve a capacidade de enxergar que seu irmão psicologicamente não estava preparado e muito menos administrativamente, isso se prova no dia a dia de Gleidson.

Por que é fato, que tanto Gleidson Azevedo, quanto o próprio Cleitinho, e Eduardo, nunca foram bons administradores, isso por que a gestão do Varejão Azevedo, sempre foi , e é do pai, José Maria e nunca deles. Eles eram somente operacionais, de pegar no pesado ir para o Ceasa fazer compras e descarregar caminhões, quando muito ficavam no caixa. Some-se também que, quando tiveram varejões separados, a experiência não vingou, não deu certo. E como exemplo definitivo de insucesso administrativo reside no fato de que a empresa, Varejão Azevedo, começou antes do ABC Supermercado, que iniciou com uma única lojinha à rua Goiás, e hoje é o que é, a Rede de Supermercados ABC com dezenas de lojas.

Ser corrupto, que é ponto fora da curva

O resumo da ópera é que Cleitinho, consciente ou não, jogou o irmão na cova dos leões, pressupondo conseguir criar um projeto de poder político com o clã, já que empresarialmente todos falharam. Somando que eles  levam a sério serem os únicos honestos na face da terra, todos os demais, principalmente os ex-prefeitos não foram honestos o suficiente com o município, Gleidson então propala que será o melhor prefeito da história da cidade.  Avaliam ainda que é uma condição extraordinária do ser humano, do homem público, não ser corrupto.

CPI da Educação

Cleitinho Azevedo está ignorando, passando ao largo, como se não tivesse nada com isso. Mesmo com rumores no meio político, de que existe uma suspeita que um de seus assessores estaria envolvido até o pescoço, já que segundo fonte do Divinews teria sido ele quem providenciou os contatos com os “vendedores atas de registros de preços”, os lobistas que saem pelo Brasil oferecendo bons negócios para a Prefeitura  – Cleitinho precisa ir a público se pronunciar, dar o seu costumeiro show de Digital Influencer,  com 296 mil seguidores no Instagram, mais uns 60 mil no Facebook,  mesmo que seja para choramingar dizer que é perseguição e politicagem do sistema, por ele querer ser “Senador”. Com a desconfiança de que usará o mesmo argumento para ao final se declarar, deputado federal, que é lhe é mais seguro.

Ah !!! Deve falar também que o Divinews está recebendo de alguém para denegrir sua aura de santo, “do pau oco”.

 

Geraldo Passos

6 comentários em “Tu te tornas eternamente responsável pelo aval à eleição do seu irmão Gleidson como prefeito de Divinópolis, senhor deputado estadual Cleitinho Azevedo; não adianta se esconder da CPI da Educação e fazer cara de paisagem

  • 12 de maio de 2022 em 10:13
    Permalink

    Cadê os vídeos? Cambada de fala e não cumpre. Tudo farinha do mesmo saco. Fora azedos.

    Resposta
  • 9 de maio de 2022 em 18:12
    Permalink

    Vamos repassar tu ido o que acontece aqui em Divinópolis com as falcatruas do prefeito cabeça de repolho.
    Desde a CPI da educação a qual não fazemos idéia das outras secretárias e desde quando.
    Vamos repassar para o máximo de pessoas de cidades de Minas Gerais alertando o povo sobre este indivíduo Cleitinho e seu irmão projeto de prefeito.
    Prejuízo a Divinópolis só em um contrato mas de 20.000.000,00.
    REPASSEM!!!
    Ele denunciou tanta gente e esquece da casa dele.

    Resposta
  • 9 de maio de 2022 em 17:45
    Permalink

    Vamos repassar tu ido o que acontece aqui em Divinópolis com as falcatruas do prefeito cabeça de repolho.
    Desde a CPI da educação a qual não fazemos idéia das outras secretárias e desde quando.
    Vamos repassar para o máximo de pessoas de cidades de Minas Gerais alertando o povo sobre este indivíduo Cleitinho e seu irmão projeto de prefeito.
    Prejuízo a Divinópolis só em um contrato mas de 20.000.000,00.
    REPASSEM!!!
    Ele denunciou tanta gente e esquece da casa dele.

    Resposta
  • 9 de maio de 2022 em 12:14
    Permalink

    Não suporto siquer olhar na cara desses Azevedos. As atitudes deles causa náuseas, são nojentos, incompetentes, incapazes. E agora pra completar, estão provando que além de todos os defeitos, não teem nada de honestos como vivem pregando.

    Resposta
  • 9 de maio de 2022 em 11:30
    Permalink

    Nao voto no cleitinho para senador mas que ele vai ganhar para senador e claro como cristal que sim e aonda vai levar o seu irmao p D ESTADUAL e com isso vai reeleger seu irmao infelismente isto e um fato

    Resposta
  • 9 de maio de 2022 em 09:56
    Permalink

    De vendedor de varejão foi pra administrar:
    6.500 funcionarios
    250 mil habitantes
    5000 empresas

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7  +  1  =