Carmo do Cajuru recebe reconhecimento internacional


A premiação foi na cidade de Barcelona, na Espanha, entre os dias 4 a 6 de mai. O município por meio do projeto “Cidades Inteligentes” preencheu cinco dos 17 objetivos da ONU para o desenvolvimento social

 

Carmo do Cajuru foi apresentada no 6º Fórum Internacional de Parcerias Público-Privadas promovido pela Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa (Unece), o case de Carmo do Cajuru. Projeto que já era conhecido por todo Brasil, agora é conhecido mundialmente.

O evento, que aconteceu em Barcelona, na Espanha, entre os dias 4 e 6 de maio, reuniu programas de parceria entre o setor público e a iniciativa privada alinhados com a lógica People First (pessoas primeiro), que consiste na implementação de projetos de infraestrutura sustentáveis que gerem impactos positivos para as pessoas e para o planeta.

O Projeto de Cidades Inteligentes consiste em uma aliança entre parceiro privado e poder público para o desenvolvimento e a transformação digital em benefício da população. Neste ano, o Fórum Internacional escolheu projetos alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Além da iniciativa brasileira, foram contemplados projetos como o plano de Compensação Energética de Resíduos, de Senegal e Suíça; o projeto de Plataformas de Ônibus Urbanas e Wellbeing da Espanha, e o Fundo de Resiliência desenvolvido em Portugal.

Segundo o prefeito de Carmo do Cajuru, Edson Vilela, “muitas pessoas não acreditavam no Projeto de Cidade Inteligente. Como um município de 24 mil habitantes desenvolveria uma parceria público-privada? (…) Mas esse projeto despertou o interesse dos investidores. Nós temos milhares de gestores municipais no Brasil que têm a seriedade e o compromisso com a população, e é com o auxílio da iniciativa privada que conseguimos dar celeridade a projetos como esse”.

Em Carmo do Cajuru, a PPP contempla cinco dos 17 objetivos da ONU para o desenvolvimento social. São eles: energia limpa e acessível, trabalho decente e crescimento econômico, indústria, inovação e infraestrutura, cidades e comunidades sustentáveis. A cidade terá uma economia de cerca de 21 milhões de reais e deixará de emitir quase 200 toneladas de gases poluentes por ano.

Por meio da parceria, a cidade reformou 100% da iluminação pública, toda em lâmpadas de led, mais econômicas e eficientes. Outros serviços da PPP foram a instalação de placas solares para atendimento da demanda energética dos prédios públicos, além de wi-fi gratuito nas praças e rede de videomonitoramento integrada ao sistema da Polícia Militar.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

33  +    =  42