Plano de Saúde Notredame Intermédica vende o que não consegue entregar aos clientes


Há alguns dias, uma usuária do Plano de Saúde Notredame Intermédica em contato com o Divinews, revoltada reclamou veementemente do que aconteceu especificamente com ela, e acontece também com outros usuários do plano, que anteriormente, antes da venda do Hospital Santa Monica para a empresa de São Paulo o nome do plano era Saúde Vida – Segundo a usuária ao adquirir o plano foi explicado para ela que havia uma rede de médicos credenciados em todas as especialidades. Porém, o que ocorreu na prática, quando ela recorreu a um especialista, é que o atendimento só seria possível ser realizado em uma clínica, que pasmem, ainda está em construção. Desta forma o atendimento só pode ser feito no hospital. Com isso, neste atendimento especifico ela passou por constrangimento por que teve que pagar a consulta no valor de R$ 407 reais,  sem ter condições naquele momento – O fato é que, ao vender o plano tudo é prometido, entretanto na hora do uso, quase nada do que foi prometido, é cumprido ou é possível de ser feito, enfim, a venda não é transparente.

O marido da usuária, que estava em outro plano e mudou por questões de redução de custos, se diz muito arrependido com a troca. Por que além da deficiência de atendimento, existem inúmeros obstáculos, pois tudo tem que ser feito via internet. Até mesmo o cancelamento, é difícil de ser realizado.

Leia também

Grupo Santa Mônica de Divinópolis é vendido por R$ 233 milhões para empresa paulista

 

 

3 comentários em “Plano de Saúde Notredame Intermédica vende o que não consegue entregar aos clientes

  • 8 de fevereiro de 2022 em 05:20
    Permalink

    Também não gostei, tentei agendar uma consulta com Dra Aline cardiologista que seu consultório dentro do hospital e disseram que não tinha agenda, liguei depois e disse que era Unimed e tinha agenda, se nem os médicos que atendem lá dentro querem nos atender, imagine aqui fora, não dá para ter esse plano, comprei porque minha filha que mora em São Paulo tem e disse que era uma mega estrutura em saúde, aqui infelizmente é uma mínima estrutura, quase uma clínica do povo, que só recebem e nada fazem.

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2022 em 19:22
    Permalink

    A culpa é do Galileu!!
    Assim vai dizer o cabeça de repolho!
    Greson muleque maluco

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9  +  1  =