Vereadores aprovam que EMOP, mesmo com prejuízos para Prefeitura de Divinópolis passe dos atuais 450 cargos para 800


Na reunião ordinária da Câmara de Divinópolis da última quinta-feira (04), 16 vereadores ignoraram totalmente o alerta feito pelo vereador Ademir Silva (MDB) sobre a caótica situação financeira da Empresa Municipal de Obras Públicas e Serviços (EMOP). Os parlamentares votaram e aprovaram o Projeto EM-074/2021, que modificou o seu plano de cargos e salários. Com o “sinal verde”, a empresa pôde aumentar o número de vagas em 350 vagas. Assim, das atuais 450 vagas permitidas por lei, passou para 800 com cargos de “Auxiliar de Produção Nível Elementar”. 

Segundo o vereador Ademir Silva, atualmente a EMOP está fora da lei, pois tem 68 funcionários a mais do que poderia ter. E que o projeto aprovado foi para legalizar a irregularidade. Contudo, segue o vereador dizendo que o prefeito dentro do seu espectro populista vai dizer que não está criando cargos e sim que está gerando emprego.

O vereador disse ainda que retirou sua emenda que permitia a criação de mais 150 cargos, por que em sua análise a empresa municipal não tem condições de arcar nem mesmo com tal número.

Aportes de capital

Ademir Silva em seu estudo conseguiu apontar que em 1967 o valor de aporte da Prefeitura para a EMOP foi de 500 mil cruzados, naquela época que ainda não real e sim cruzado.

Posteriormente já em 2015 a Câmara autorizou que a prefeitura assumisse as dividas da EMOP com o INSS

Em 2004, foram R$ 420 mil reais de aporte do Executivo na empresa municipal.

Em 2008 foram feitos dois aportes de capital , um de R$ 674 mil e outro de R$ 1.074.251,92 ( Hum milhão, setenta e quadro mil, duzentos e cinquenta e um reais e noventa e dois centavos)

Já em 2009, o valor do aporte foi de R$ 1.474.292,50 (Hum milhão, quatrocentos e setenta e quatro mil, duzentos e noventa e dois reais e cinquenta centavos).

Em 2014, a prefeitura assumiu a divida tributária da EMOP no valor R$ 10 milhões de reais, que foi repetido em 2015, com um valor similar, de R$ 10.400 (Dez milhões e quatrocentos mil reais), em um outro de R$ 1.568.000,00

Prejuízos

Ainda de acordo com o levantamento do vereador Ademir Silva, em janeiro o prejuízo da EMOP foi de R$ 711 mil reais; em fevereiro, R$ 213 mil; em março, R$ 161 mil; junho o prejuízo foi de R$ 14 mil; julho, R$ 16 mil e agosto R$ 44 mil. O levantamento apontou apenas dois meses com superávit, Abril, com R$ 88 mil e Maio com R$ 17 mil. O total de projuizo em 8 meses é de R$ 1.056.079 ( Hum milhão, cinquenta e seis mil e setenta e nove reais).

Prejuízos 

A empresa foi criada em 1987 e possui patrimônio, autonomia administrativa e financeira. Sua função básica é o atendimento operacional junto à Prefeitura, tendo como suas principais atividades a prestação de serviços como limpeza urbana – que compreende capina e varrição de ruas, praças e logradouros públicos – a operação tapa-buraco, limpeza e manutenção de postos de saúde e escolas municipais, limpeza de bueiros, limpeza e manutenção de cemitérios e construção de jazigos. A Emop tem autonomia para prestar serviços a outras Prefeituras e terceiros.

Votação

O único vereador que votou contrário ao projeto foi Ademir Silva (MDB) e o presidente da Câmara, Print Junior, que por regimento interno só vota em caso de empate. Os demais, todos eles votaram favoravelmente, cada um com suas justificativas e argumentações.

 

 

5 comentários em “Vereadores aprovam que EMOP, mesmo com prejuízos para Prefeitura de Divinópolis passe dos atuais 450 cargos para 800

  • 11 de novembro de 2021 em 16:35
    Permalink

    Poderia dizer se tratar de loucura, mas não é não, é CABIDE DE EMPREGO, mesmo. Esquecem que no próximo ano tem eleição?

    Resposta
  • 10 de novembro de 2021 em 11:22
    Permalink

    uai. mas a emop não deu lucros no ultimos quatro anos?
    saiu de um buraco de divida fiscal e teve lucro nos ultimos quatro anos.?
    deixou dinheiro em caixa e não foi pouco.
    quê que aconteceu?????

    Resposta
  • 10 de novembro de 2021 em 10:06
    Permalink

    Isso é o que podemos chamar de cabidao ou trenzão de emprego!
    Típico de vereadores sem nenhum compromisso com seus eleitores.

    Resposta
  • 9 de novembro de 2021 em 18:39
    Permalink

    Tudo politicagem… Cadê o aumento dos Funcionários públicos… Nunca vi tanta política… E a cidade continua com os buracos… Só faz para conseguir votos…

    Resposta
  • 9 de novembro de 2021 em 17:47
    Permalink

    Os cabos eleitorais estão aí. Que vergonha

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1  +  2  =