Divinópolis tem baixas taxas de ocupação de leitos covid-19; 39% em enfermaria e 51% em UTI, para SUS e planos de saúde


A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis informou que nesta terça-feira (27), a taxa de ocupação de leitos destinados aos pacientes com covid-19 nos hospitais do município é de 51,02% em UTI e de 39,87% no setor de enfermaria, considerando saúde pública e a saúde suplementar (planos de saúde) – A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto está com metade dos leitos ocupados, de 30 leitos, 15 estão ocupados.  Na enfermaria, a ocupação é de 46,88%, com 15 dos 32 leitos.

A área atendida pelo SUS no Complexo de Saúde São João de Deus está com cinco leitos vagos entre os 20 leitos existentes no CTI Adulto, o que equivale a 75%. Na enfermaria, 16 dos 30 leitos estão ocupados, com 53,33%.

 Na saúde suplementar, o Hospital Santa Mônica está com um leito vago entre os cinco leitos existentes no CTI Adulto, representando 80%. O Hospital São Judas Tadeu tem um leito disponível entre os seis existentes, com 83,33% de taxa de ocupação.

 A área suplementar do Complexo São João de Deus conta com 25% de hospitalizados no CTI Adulto, com quatro leitos ocupados entre os 16. O Hospital Santa Lúcia está com 60% dos leitos vagos no CTI Adulto, com seis leitos ocupados entre os 10 existentes.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!