Médico de Divinópolis mostra exames e diz que CoronaVac não o imunizou contra covid-19, reivindica revacinação (vídeo)


O médico Delano Santiago, da cidade mineira de Divinópolis em entrevista ao site Divinews explicou que por ser da linha de frente da covid-19 tomou a primeira dose da vacina CoronaVac no início do mês de janeiro, e após 21 dias tomou a segunda dose. Depois de três meses resolveu fazer o exame de “titulação de anticorpos neutralizante”, e constatou que o resultado apresentado naquela ocasião sinalizou que ele estava sem nenhuma proteção imunizante contra o vírus – Seis meses após ter tomado a vacina, ou seja, três meses depois do primeiro teste, fez um novo exame, “anticorpos neutralizantes Anti-Sars-Cov-2” e novamente o resultado foi que no grupo de variantes 1 do vírus que teve origem em Wuhan na China, e o 201/501Y/V1, do Reino Unido, o resultado foi de 11,4%, e ainda no resultado do grupo de variantes 2, 20H/501v.2, da África do Sul e a variante do Brasil 20J/501Y.V3 o resultado apresentado foi de 13.2%, que segundo o médico não chegou sequer a 20%, com isso ele concluiu que não está imunizado e reivindica ser revacinado.

Delano diz que atende cerca de 10 pacientes por dia, com covid-19 , tanto do SUS, no posto de saúde em que trabalha no Bairro Bom Pastor, quanto no seu consultório particular, ele entende que como linha de frente tem direito a uma revacinação. “porque essa coronavac comigo não funcionou”.

O médico fez ainda um alerta para que a população tenha cuidado e continue se protegendo como ele faz, usando máscara. Porém, observou que existem muitas pessoas morrendo mesmo tendo recebido a vacina.

“Peço a Deus que tenha sido só eu no Brasil inteiro que a coronavac não valeu de nada. Tomara que tenha sido só eu por que tem muita gente morrendo que já foi vacinada”, afirmou o médico.

Que concluiu: “Mesmo assim, não se pode deixar de tomar vacina de forma nenhuma. No meu caso é que não funcionou”, disse

39 comentários em “Médico de Divinópolis mostra exames e diz que CoronaVac não o imunizou contra covid-19, reivindica revacinação (vídeo)

  • 19 de julho de 2021 em 17:05
    Permalink

    Logo vi……é mais um comprado! Em meio a tantos que tomaram a vacina coronavac, a diminuição foi grande de mortes….já imaginou se não tivesse tomado? Eu não acredito!!!

    Resposta
  • 14 de julho de 2021 em 15:09
    Permalink

    E triste alguém achar que médico sabe tudo e é cientista kkkk

    Resposta
  • 14 de julho de 2021 em 13:16
    Permalink

    ainda bem que ele fez esse vídeo, assim o povo fica sabendo que profissional ele é!!!

    Resposta
  • 14 de julho de 2021 em 12:02
    Permalink

    Dr. tomei a 1ª dose da Coronavac em 29.03.2021. Em 06.04.2021, fui detectado com Covid 19.
    Esperei passar os 30 dias para tomar a 2ª dose da vacina Coronavac. Em 07.05.2021, tomei a 2ª dose. Em 05.07.2021, fui detectado novamente com covid19. Graças a Deus, as duas vezes, foi branda. Estou preocupado. Se esta coisa voltar novamente? Peço por gentileza sua orientação. O Ministério da Saúde teria que ser informado? Não estou mais aguentando ficar de quarentena.

    Resposta
  • 14 de julho de 2021 em 10:49
    Permalink

    KKKKK..este cidadão, deveria criar vergonha na cara, e fazer um tratamento, um doido.

    Resposta
  • 14 de julho de 2021 em 00:15
    Permalink

    Canalha negacionista, terraplanista bolsonarista, prestando mais um desserviço à população! O canalha segue na contramão da medicina.

    Resposta
    • 17 de julho de 2021 em 08:54
      Permalink

      Não acho que o médico seja na contramão, pois, se o laboratório fez o exame e deu esse resultado o médico tem mais é que cobrar a vacinação novamente pq é a vida dele que está em jogo, daqui a pouco ele pode contrair o vírus e complicar sua saúde. E pode ser apenas mais um para a estatística do Covid. Parabéns pra ele, que tem a coragem de falar diante das coisas erradas e não fazer que não está vendo.

      Resposta
    • 21 de julho de 2021 em 09:58
      Permalink

      questionar agora virou negacionista? a coronavac foi aprovada com um mababarismo estatístico pela anvisa, claramente essa vacina e água tem o mesmo efeito

      Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 22:09
    Permalink

    Isso é uma mentira deslavada, confiram no Google. Procurem “teste de imunidade não garante imunidade da vacina da Covid-19 “

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 20:13
    Permalink

    Conheço pessoas que vacinaram com coronavac e realmente não estão imunizadas. Fato consumado diante de exames em laboratórios. Acho que quem não está imunizado tem mesmo é que tomar uma vacina mais eficiente.

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 20:11
    Permalink

    Disse a verdade, já era de se esperar que essa vachina era só para encher os bolsos de quem colocou ela no Brasil, ele não é o 1º a dizer isso, outros médicos fizeram o mesmo exame e o resultado foi o mesmo, NÃO ESTÃO IMUNIZADOS, proteção ZERO !

    Resposta
    • 20 de julho de 2021 em 15:37
      Permalink

      A que ia encher os bolsos é a Covaxin, aquela que seu presidente foi incompetente até na fraude de traze-la.

      Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 19:47
    Permalink

    ele é a prova viva de que a vacina funcionou, porque se ele trabalha na linha de frente, atende 10 pacientes por dia, tomou a vacina em fevereiro e ainda não morreu, significa que a vacina funciona. aff Impaciente…

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 17:51
    Permalink

    Esses que são a favor dessa tal corona vac, vai acreditar em sua não eficácia, quando um parente próximo, perder sua vida por conta dessa maldita vacina.

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 17:50
    Permalink

    Pfizer: 95% Eficácia
    Moderna: 94,1% Eficácia
    AstraZeneca: 82,4% Eficácia
    Novavax: 89,3% Eficácia
    Johnson: 66% Eficácia ( 1 dose)
    Sputnik V: 91,6% Eficácia
    Coronavac: 50,38% (2 doses)

    Narrativa de esquerda é foda.

    Resposta
    • 19 de julho de 2021 em 21:32
      Permalink

      Seu presidente poderia ter comprado a Pfizer… Gado é gado

      Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 17:33
    Permalink

    Quanta ignorância nos comentários… ele está exigindo outra vacina, pois acha que a Coronavac não imuniza o suficiente .. o que tem de errado nisso ? Vocês são médicos para discutir isso aliás? Ele nem citou política, ele citou vacina, a mesma que me impediu de entrar na Europa há 12 dias por não ter eficácia aceita na Comunidade Europeia, não confundir com OMS, por favor…

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 14:17
    Permalink

    Dr.??? Vai estudar um pouco.

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 13:17
    Permalink

    Ele tem por direitos sim. Se for contaminado e não sobreviver será só mais um número na estatística.

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 13:10
    Permalink

    Esse “médico” precisa estudar e se atualizar sobre as aulas de imunologia da graduação. Pior ainda é quem acredita nesse ser e acha que por ele ser titulado como médico ele sabe das coisas.

    Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 15:09
      Permalink

      Então caro amigo anônimo, se está criticando ele é pode deve saber mais do que ele sobre o assunto correto ?. Se sim por favor explique aqui então para que as pessoas que tomaram a CORONAVAC possam entender

      Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 11:48
    Permalink

    Qual a novidade? isso eu ja sabia, tem sim que vacinar outra vez, porem com outra que seja eficaz.

    Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 14:51
      Permalink

      Volta pra escola e “reestuda” também

      Resposta
      • 14 de julho de 2021 em 15:07
        Permalink

        Estou vacinado pela Coronavac desde Janeiro e Fevereiro- lido com pacientes diariamente positivos de covid19- e não tive covid19/ vai muito além desse teste que ele fez a nossa imunidade e a resposta gerada por um biofarmaco o legal que eu sou Mestrando e acredito na ciência e da noite para o dia todo mundo virou cientistas 👩‍🔬 Salve o SUS / Salve as Universidades Públicas do nosso País…

        Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 11:39
    Permalink

    A classe médica segue acuada, grupo com conhecimento técnico que menos fala nessa pandemia, cedendo lugar a leigos, jornalistas e políticos, sendo certo que aqueles que ousam, são violentamente censurados dentro da própria classe médica. Tem coragem este médico ao se expor assim, mas não sem base científica e laboratorial. Por óbvio que não se trata de regra, muito provavelmente, mas em nada do que tem acontecido tem se verificado regras ou padrões, tanto com relação as variantes ou mesmo com relação a reação de cada paciente, percebam. Devemos não politizar sua fala, mas compreende-la do ponto de vista técnico. Exame dessa ordem poderia se extensivo a todas as pessoas, mas em verdade não é. Enfim, de prático resta a percepção de que todo e qualquer recurso de combate ao virus, precoce ou não, é importante e bem vindo às pessoas, especialmente em se tratando de sistema imunológico, placebos e muita fé também ajudam, a par de qualquer cientificidade que possa ser comprovada.

    Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 14:56
      Permalink

      Estão acuados os médicos meia-boca porque os que têm segurança e base científica falam sem temer nada nem ninguém.

      Medo está quem seguiu político e fechou os olhos pra ciência que é base forte da medicina.

      Medicina tem que ser baseada em evidências bem controladas e não em achismos.

      Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 11:04
    Permalink

    Este cidadão, mais uma vez, prestando um desserviço para a população. Na verdade ele representa a elite brasileira, egoísta. Ele quer é tomar uma outra vacina. Até quando o CRM vai aceitar estas ações destemperadas, sem cunho científico e populista deste “médico” que prejudica uma população inteira.

    Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 11:01
    Permalink

    Mais um médico safado bolsonarista sem vergonha querendo palco

    Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 18:00
      Permalink

      Falou pouco, mas só falou besteira.

      Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 21:14
      Permalink

      A classe médica foi uma das primeiras a passar pelo processo de pré-bolsonarização (o antipetimo), quando do advento do Mais Médicos. Ficaram que era só recalque, pois os médicos cubanos tinham a petulância de atender, nas periferias e nos rincões do Brasil, uma gente de tom de pele geralmente mais queimadinha, de um português atravancado (muito distante da norma culta …), quase que invariavelmente com baixa de dentes e que, como era de se esperar, jamais vira um médico … estavam depreciando tão elevada profissão ao entregar Medicina a esse tipo de gente …

      Resposta
    • 14 de julho de 2021 em 08:13
      Permalink

      Fui vacinada com a coronavac e fiz esse exame pois fiquei preocupada após ouvir tantos comentários sobre a não imunização.
      Quarenta dias após receber a segunda dose , graças à Deus eu tenho 67% de neutralizantes do vírus, ou seja, mais do que o esperado.

      Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 10:26
    Permalink

    A gente tá precisando mesmo de um médico prestando desserviço à população. Affff

    Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 13:52
      Permalink

      TEM QUE VACINAR TODOS COM OUTRA VACINA,NÃO SÓ OSSEM VERGONHAS BOLSONARISTAS.

      Resposta
      • 13 de julho de 2021 em 15:15
        Permalink

        Também fiz Coronavac, 2 doses e 30 dias após a segunda, examinei anticorpos. Também não tenho.
        O que vamos fazer. Estamos juntos nessa briga !!!
        Fizemos injeção de soro fisiológico.

        Resposta
  • 13 de julho de 2021 em 08:51
    Permalink

    Não passa de um político que gosta de populismo, querendo ganhar as próximas eleições, já que não tem competência para atuar na medicina.
    Existem artigos científicos que comprovam que a ausência de anticorpos em exames não significa que a vacina foi ineficaz.

    Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 15:28
      Permalink

      O teste que ele fez é ineficaz para mensurar a eficácia da vacina. O único teste com eficácia é o Teste de Neutralização, que é feito na pesquisa científica. E é o teste padrão ouro que foi usado nos testes para eficácia da vacina.

      Falta só estudar um pouquinho mais.

      Resposta
    • 13 de julho de 2021 em 20:11
      Permalink

      É triste ver pessoas leigas julgando um médico. Já se perguntaram quem está certo? Precisamos de união para termos a verdade. Esta pandemia no Brasil principalmente foi usada na política como nunca. País desunido não cresce.

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14  +    =  21