Comércio fecha no feriado de 1º de maio; sindicato dos empregados nega acordo de abertura com CDL e SINCOMÉRCIO


O Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis (SINCOMÉRCIO) junto com a Câmara de Dirigente Lojista de Divinópolis (CDL-DIVINÓPOLIS) tentaram um acordo com o Sindicato dos Empregados no Comércio Varejista e Atacadista de Divinópolis  (SINDICOMERCIÁRIOS) para que o comércio funcionasse no feriado do dia 1º de maio, dia do trabalhador. Contudo, a resposta que receberam do sindicato que representa os empregados do comércio, foi negativa.

As entidades patronais, alegaram prejuízo nos 41 dias que o comércio ficou fechado, que causo uma queda drástica no faturamento. Mesmo assim o sindicato dos trabalhadores negou o acordo de funcionamento no dia 1º de maio.

Segundo o Presidente do Sincomércio, Gilson Amaral, mesmo sabendo que o Sindicato dos Empregados não negocia o trabalho nesta data, o pedido foi feito entendendo que o momento é excepcional. “Devido a excepcionalidade do momento, insistimos através de diversas conversas diretas e do ofício. Infelizmente, mais uma vez recebemos uma resposta negativa”, relatou Gilson.

Com o retorno à onda vermelha, o funcionamento do comércio no feriado seria uma possibilidade de recuperar parte das perdas acumuladas e permitir um alívio no caixa das empresas, ainda que pequeno. Neste momento é preciso aproveitar todas as oportunidades e promover a circulação de recursos no município na tentativa de preservação das empresas e manutenção dos empregos.

Já o presidente da CDL Divinópolis, Heider de Freitas, tendo em vista a proximidade do Dia das Mães, o funcionamento do comércio no próximo sábado, seria uma boa oportunidade para recuperar parte dos prejuízos acumulados com as restrições impostas aos lojistas e prestadores de serviços, principalmente nas últimas semanas.

“Entendemos que o momento é delicado e requer união. Muitas empresas estão com banco de horas negativas e nesse sábado seria uma oportunidade de repor as horas pagas e não trabalhadas e recuperar parte dos prejuízos ocasionados pelo período em que ficamos impossibilitados de funcionar”, argumenta Heider.

Diante da negativado Sindicato dos empregados, o comércio em Divinópolis no próximo feriado estará fechado.

 

6 comentários em “Comércio fecha no feriado de 1º de maio; sindicato dos empregados nega acordo de abertura com CDL e SINCOMÉRCIO

  • 29 de abril de 2021 em 12:50
    Permalink

    SABADO SÓ DA SAPO, TEM QUE FECHAR É TODO SABADO.
    QUANDO A PANDEMIA PASSAR,VOLTA TUDO NORMAL.

    Resposta
  • 29 de abril de 2021 em 09:41
    Permalink

    Desde quando sindicatos gostam de trabalhar? a matematica é simples o deles ja esta garantido uai, praque trabalhar?

    Resposta
  • 28 de abril de 2021 em 18:40
    Permalink

    Vai abrir sim,o Divishop vai abrir.

    Resposta
  • 28 de abril de 2021 em 10:58
    Permalink

    Por que não ouviram o lado do sindicato dos trabalhadores como fizeram questão de ouvir as justificativas do sindicato dos patrões e da CDL? Porque é melhor e mais conveniente colocar o sindicato dos trabalhadores como culpado, como inimigo e como problema né?

    Resposta
  • 28 de abril de 2021 em 08:07
    Permalink

    Eu concordo com sindicato, quem manda somos nos, é nosso dia de comemorar.
    Vamos organizar uma festa , muita aglomeração e comer pão com mortadela como nossos companheiros.

    Resposta
    • 28 de abril de 2021 em 10:59
      Permalink

      Anônimo? Coloca o nome aí pra gente saber quem é vc.

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  −  3  =  2

PODCAST: escuta essa!!