Conceituado médico de Divinópolis diz que tratamento precoce pode dar resultado; “a decisão é personalíssima, do paciente e do médico”, é taxativo


Um conceituado médico de Divinópolis, que diante da politização do tratamento precoce preferiu não ver o seu nome citado nesta matéria, contudo, afirma ser adepto e ele mesmo pratica o tratamento precoce contra a covid-19 – Segundo ele, existem evidencias positivas e se elas existem, ele questiona por que não fazer, por que não tentar mesmo sendo um tratamento experimental, por que diz ele, “estamos diante de uma catástrofe, diante de uma guerra e estamos vendo famílias perdendo seus entes queridos repentinamente e às vezes até em números múltiplos. São vários casais de idosos falecendo juntos. Uma verdadeira tragédia que ocorre principalmente entre os mais pobres que por não possuírem informações são as maiores vítimas, já que eles não têm acesso aos médicos que creem no tratamento precoce”.

O médico avalia que neste momento de guerra negar o tratamento precoce, mesmo que seja um tratamento experimental não é apenas falta de informação ou desinformação, é sim um negacionismo ilógico, ou até mesmo cruel, segundo ele. “Não podemos proibir uma experimentação com potencial positivo. Para mim, proibir o médico de praticar o tratamento precoce chega ser um crime contra a humanidade, principalmente, como já disse, os mais pobres”.

O conceituado profissional alerta que o Conselho Regional de Medicina (CRM), vê como positivo a questão do tratamento precoce, tanto é que já liberou que os médicos façam o seu uso. “Muitos surfam em uma onda ideológica que não conseguem ver o paredão que está à frente”.

O médico citou o testemunho de vários prefeitos de alguns municípios que já fizeram acompanhamento mais prolongado

Ele separou, o que é tratamento precoce do que é tratamento preventivo. Avalia que o preventivo, é apenas para os profissionais que ficam muitos expostos, isso antes de terem sido vacinados. E que a população adotar tal medida é muito desproporcional que pode gerar intoxicações, isso por que 70% da população tem potencial para contaminação, e 80% dos 70%, ou seja, 56% mesmo contaminados não terão a forma grave da doença, e sim apenas sintomas leves. Não justifica tomarem continuamente. O médico se referiu às pessoas que se automedicam antes de qualquer exame conclusivo. Porém, fez uma ressalva de que as intoxicações de fígados são raras e só ocorrem quando existe exageros por doses cavalares de ivermectina. A intoxicação é exceção e não regra.

Em defesa do tratamento precoce, o médico concluiu a entrevista dizendo que centenas de tratamentos experimentais são feitos no Brasil todos os anos e até mesmo sem o consentimento informado, principalmente pela indústria farmacêutica de oncologia, e outros. Muitas vezes dão certos. Sempre se iniciam com pequenas evidências, até se tornarem robustas e consensuais. Isso pode levar anos para comprovações.

O médico finaliza a entrevista afirmando que: “Precoce quando há algumas evidências, e não se inibir com a maciça desinformação patrocinada pela indústria farmacêutica porque tem muitos medicamentos também eficazes, como o ácido acetilsalicílico, e nem são comentados, pois são muito baratos e não dão lucro para este setor. Infelizmente o lucro está acima do interesse da humanidade e da vida humana. Esta pandemia escancarou o caos moral e ético que vivemos atualmente”

ENQUETE

Quem quiser votar na enquete que o Divinews está fazendo sobre o tratamento precoce. No celular, role a tela até o final do site, e no desktop está à direita da página.

38 comentários em “Conceituado médico de Divinópolis diz que tratamento precoce pode dar resultado; “a decisão é personalíssima, do paciente e do médico”, é taxativo

  • 9 de abril de 2021 em 06:35
    Permalink

    É. Acho melhor tratar com médico do que escutar fanático . Deixa os homens trabalharem em paz. Já estão no sacrifício e ainda passam por perseguição política ? A ivermectina e o AAS não estão pagando nenhum médico. São baratinhos e podem ajudar os mais pobres.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 14:09
    Permalink

    Ate parece que existe tratamento pra sabosta.

    Kit Bozo ajudando a matar as mulas.

    Unica esperança a chamasse vacina.

    Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 16:48
      Permalink

      E falou besteira. Não precisava deste desgaste. Perdeu credibilidade!

      Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 12:26
    Permalink

    Conceituado o Caraí se é tão eficaz expõe seu nome aí dr, tenho uma ideia receita para sua família otário gado do bozo, idiota.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 11:19
    Permalink

    É isso ai Ezimar. O povo não entende o conceito de viés de confirmação. Trágico.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 10:32
    Permalink

    TRATAMENTO PRECOCE. SE FOSSE TÃO BOM O PACIENTE NAO PRECISARIA ASSINAR UM TERMO DE RESPONSABILIDADE. O MEDICO SIMPLESMENTE MINISTRAVA E PRONTO. É MAIS UM BOLSOMINION.

    Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 14:22
      Permalink

      Termo de responsabilidade se queria exigir era para a vacina da Pfizer, o que de fato não ocorreu, o tratamento precoce também não se exige, apenas o paciente é orientado, não se assina nada. Onde é que vc. viu isso? Nâo vi nem li nada a respeito.
      É pura desinformação. Mas nesta crise o que mais existe é isso.

      Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 09:56
    Permalink

    Ki desserviço desta pessoa que não tem coragem de se identificar a que ponto chegamos, vamos denuncialo ao CRM

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 09:47
    Permalink

    Canalha nao se identificou nao foi atoa.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 08:15
    Permalink

    “Não somos cobaias” Bravo!!!! Falou tudo. Tem o meu respeito. O tal médico conceituado deveria manifestar seu nome e CRM. Essa guerra sempre existiu médicos (detecta a doença) x farmacêuticos (deveriam ter sabedoria para nos medicar pq são eles quem fazem o medicamento certo para tal tipo de doença). Não sejamos tolos votarem em uma enquete anônima. Queremos a vacina q é eficaz e não comentários indesejáveis sem resultados científicos.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 08:14
    Permalink

    A partir desse relato, o título de médico conceituado deixou de existir.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 07:28
    Permalink

    o fato é , faz tratamento precoce quem quer e pronto para de mimimi
    bando

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 07:24
    Permalink

    Provavelmente deve ser mais um bolsominion fanatico . Essa laia de idolatra tem, desde servente de pedreiro a medico bem formado. Ae a biblia é o zap.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 07:01
    Permalink

    COM CERTEZA…PARABÉNS POR RETRUCAR. ESSE MÉDICO QUE PARECE TER INTENÇÕES ESCUSAS E POLÍTICAS. ENTÃO JOGA NA SORTE. SE DER CERTO VAI FAZER CAMPANHA POLÍTICA EM CIMA DISSO. SE DER ERRADO, NÃO ESTÁ NEM AI. DESCONFIO DE QUEM SEJA, SÓ NÃO DIGO O NOME. ESTÁ PROVADO: O USO DESSAS DROGAS NÃO RECOMENDADAS, ALÉM DE NÃO SURTIR EFEITO ALGUM – COMO VOCÊ DISSE: COMO TRATAR DE UMA DOENÇA QUE VOCÊ NÃO TEM? – ESSAS MEDICAÇÕES TEM PROVOCADO SATURAÇÃO NO FÍGADO, ALÉM DE OUTRAS CONSEQUÊNCIAS DANOSAS AO CORPO HUMANO. PARABÉNS.

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 06:06
    Permalink

    Esse deve ser um daqueles três médicos, que o vereador verdureiro levou no posto de saúde para convencer um verdadeiro médico conceituado a receitar essas drogas que não tem nenhuma eficácia…. Só de não querer se identificar, já fica aí a dica…….

    Resposta
  • 8 de abril de 2021 em 00:26
    Permalink

    Eu prefiro acreditar na ciência.
    O mundo inteiro está vacinando e nenhum país está usando o Kit COVID.
    Desejo que a vacina chegue rápido ao menos no braço de 70% dos brasileiros. É preciso enfraquecer, imediatamente, a propagação do vírus e suas variantes.
    #quempuderfiqueemcasa
    #isolamentosocial
    #vacinaparatodosjá
    #usodemascara
    #distanciamento

    Vamos seguir as várias recomendações e orientações da OMS e sermos responsáveis conosco e com os outros. Inclusive, quem faz tratamento precoce é vetor desse vírus e contribuem com a sua disseminação. Que, de forma irresponsável, deixam os cuidados de lado e acabam infectando pessoas inocentes.

    Resposta
  • 7 de abril de 2021 em 23:21
    Permalink

    Deve ser o médico Bostanaro. Sabe tudo.

    Resposta
  • 7 de abril de 2021 em 22:43
    Permalink

    Ninguém toma remédio antes de ter uma apendicite ou amigdalite. Não existe nenhuma comprovação científica para essas drogas em relação ao Covid-19. Um absurdo isso ser chamado de tratamento. O povo virou um grupo de cobaias, os médicos de repente acharam que são cientistas. Não deveriam possuir credenciais para indicar os medicamentos que estão fora da prescrição em bula. Médicos querendo suplantar a ciência pelo seu divino direito de estarem sempre certos. Os próprios laboratórios, que produzem as referidas drogas, já se manifestaram contra a utilização das mesmas contra a Covid-19, além da OMS e simplesmente o MUNDO INTEIRO.
    Existem varias mortes já associadas ao uso destas drogas para este fim, isso sim. Além disso 71% dos internados tem apresentado insuficiência renal, devido ao uso de tais medicamentos, isso sim, de maneira comprovada. Parem de falar bobagem, parem de se vender seja lá por qual causa, é um absurdo o que estão fazendo com as pessoas. Os hospitais estão lotados e o comércio fechado, porque o presidente que vocês elegeram não comprou as vacinas quando deveria ter comprado. Veja o exempo dos EUA que doou toda a Hidroxcloroquina para o Brasil, ainda no governo Trump e investiu bilhões em vacinas. Logo logo irão chegar na imunidade de rebanho pela vacinação. Nós aqui no Brasil, pelo caos e pelos que sobreviverem. Vergonha de ser brasileiro.

    Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 08:01
      Permalink

      Bravo!!!! Falou tudo. Tem o meu respeito. O tal médico conceituado deveria manifestar seu nome e CRM.

      Resposta
  • 7 de abril de 2021 em 21:56
    Permalink

    Aqueles são contra o tratamento precoce e preventivo, que apresente alternativa para os muitos que chegam aos hospitais, já com seus pulmões comprometidos, e saem de lá sem nada ou com receita de um simples tilenol. Aí, para quase todos, é praticamente condenar a pessoa a morte. As pessoas precisam de um alento, remédios até esperimentais são utilizados na medicina em casos extremos, e essa pandemia é um caso extremissimo. Então, sou sim favorável e uso os medicamentos citados, por indicação não de um, mas de vários médicos com os quais conversei neste já um ano e um mês de pandemia. Tenhamos coragem de enfrentar esta imprensa comprada, talvez pelos laboratórios que querem é lucro altissimo.

    Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 00:45
      Permalink

      Daniel Couto, vc desconhece as alternativas?
      Leve a sério essa doença e siga as orientações da OMS.
      Quem está pegando COVID, ou foi negligente ou alguém se negligenciou.

      Resposta
      • 8 de abril de 2021 em 14:17
        Permalink

        Elimara, levando a sério eu e minha família estamos sim levando, tanto é e como disse, conversei com uns 5 médicos nesse período, além de ler muito a respeito do tema e me convencer da postura que tomei. Todos os médicos que conversei também fazem o tratamento precoce juntamente com suas famílias. OMS foi o Órgão que mais apanhou nessa crise toda, idas e vindas nas orientações, e não sei se vc. sabe, boa parte da sua receita vem de GRANDES laboratórios farmaceuticos. Mas, cada um sabe o que é melhor para si e sua família. Boa sorte pra vc.

        Resposta
        • 8 de abril de 2021 em 16:24
          Permalink

          Você é só um pobre coitado ignorante e incapaz de enfrentar a realidade (de que não existem medicamentos específicos) que antes que é esperto, Daniel. Não se engane.

          Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 09:33
      Permalink

      Meu amigo, é muito simples: assine o termo e tome. Agora, não tem como se arrepender se um remédio desse te deixar sequelas ou causar sua morte. Eu não tomo, mas nada contra quem quer tomar. Ah! e quem faz os remédios são laboratórios, ok? Eles vão ganhar de qualquer jeito.

      Resposta
      • 8 de abril de 2021 em 14:16
        Permalink

        voce sabia que nemhum laborátorio é responsabilizado se houver complicações apos a aplicação da vacina? De toda forma estamos sozinhos nesta meu amigo.
        seja por conta propria, preventivo ou com vacina.
        toma remedios ou vacina quem quiser.

        Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 19:45
      Permalink

      Meu amigo, saem com o tilenol porque é apenas para tratar o sintoma. Não há droga, pelo menos por enquanto para o tratamento direto da COVID. O grande “segredo” é não pegar e por isso a lógica de tantas medidas de isolamento. Remédios experimentais devem ser usados sobre supervisão científica e não sob decisão individual do médico. Os laboratórios que vc tanto fala, são os mesmos que fabricam as drogas que vc usa, e sem eficácia nenhuma. Vendendo absurdos de comprimidos para pessoas desesperadas e mal orientadas por uma liderança completamente míope.

      Assim como pessoas tomaram e não tiveram nada, minha avó de 86 anos não tomou nada, e passou numa boa pela COVID. O que ocorre é que tal doença ainda é muito desconhecida e está em constante mutação é uma roleta russa, quem pega nunca sabe como vai evoluir. As tais drogas que teriam um efeito comprovado, não tem. O máximo que a ciência acompanhou foi em laboratório, com o vírus isolado, que uma dose 100 vezes maior do que em um comprimido matava o vírus, mas além de ser absurdamente fatal pra qualquer ser humano, isso até detergente faz em laboratório. O nosso corpo é muito complexo e tem muitas interações químicas. Não é tão simples assim.

      Resposta
  • 7 de abril de 2021 em 21:41
    Permalink

    Pique ele não se identifica? Porque ele está na função de médico já que entende tanto desse novo vírus deveria está com os cientistas. Só Divinópolis mesmo pra ter um médico que conhece mais que cientistas e ainda esconde a cara.

    Resposta
    • 8 de abril de 2021 em 19:56
      Permalink

      Se não acreditam em tratamento precoce, não deveriam xingar quem acredita. Tratamento precoce é para que apresenta sintomas. Antes é tratamento preventivo, que não é recomendado.

      Resposta
  • 7 de abril de 2021 em 21:36
    Permalink

    Ei e minha familha já passamos por este tratamento precise. Minha mãe de 80anos testou positivo para covid e não teve complicações.

    Resposta
    • 7 de abril de 2021 em 21:47
      Permalink

      Se a pessoa está ao segura e tem conhecimento p. isso, porque nao se identificar ?
      No mínimo estranho

      Resposta
      • 8 de abril de 2021 em 00:21
        Permalink

        Exatamente, Irani.
        Ainda mais sendo “conceituado”.

        Resposta
    • 7 de abril de 2021 em 22:15
      Permalink

      Minha esposa está fazendo uso de drogas antidepressivas, testou positivo e teve sintomas leves…
      Então, rivotril é um bom tratamento precoce?

      Resposta
      • 8 de abril de 2021 em 07:03
        Permalink

        Ele tinha que se identificar .porquê quando alguém morrer ou ter uma complicação por causa desse tratamento seja processado

        Resposta
    • 7 de abril de 2021 em 23:12
      Permalink

      O que e o tratamento precoce li nas não entendi?

      Resposta
      • 8 de abril de 2021 em 19:16
        Permalink

        Como o Divinews publica uma reportagem que o próprio médico não se identifica. Se o médico acredita no tratamento que se apresente e explique seus motivos. Caso contrário, sem provas e contra a OMS, o Divinews não devia nem publicar. Assim recomenda o bom jornalismo.

        Resposta
        • 9 de abril de 2021 em 06:42
          Permalink

          É. Acho melhor tratar com médico do que escutar fanático . Deixa os homens trabalharem em paz. Já estão no sacrifício e ainda passam por perseguição política ? A ivermectina e o AAS não estão pagando nenhum médico. São baratinhos e podem ajudar os mais pobres. Claro que lock down, distanciamento , máscaras e cuidados sao mais importantes na prevenção. Mas ninguém coopera. Depois tem que remediar com as armas possíveis. Vacinas demoram !

          Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!