Greve relâmpago dos caminhoneiros já foi encerrada em Minas


O Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque-MG) anunciou, na noite desta sexta-feira (26), que suspendeu a greve da categoria, que começou na manhã deste mesmo dia – A decisão foi tomada após uma reunião entre a entidade sindical e os secretários de Estado de Governo, Igor Eto, e de Planejamento, Otto Levy.

O presidente do Sindtanque, Irani Gomes  afirmou que diante do compromisso do governo em dialogar, a categoria decidiu suspender a greve e voltar às suas atividades. “Colocamos nossos pleitos e na próxima semana será marcada data para que a entidade possa se reunir com o governo e dar sequência a essa pauta”.

O governador Romeu Zema, ainda na parte da tarde publicou nas redes sociais que criaria um grupo de trabalho na próxima semana para estudar uma possibilidade de se atender à demanda dos tanqueiros, que pedem uma redução na alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o diesel.

“Reduzir impostos é um desejo meu e um compromisso desse Governo, vamos continuar perseguindo esse objetivo tão logo a situação fiscal do Estado e as limitações legais trazidas por ela nos permitam. Até lá, temos de construir alternativas e vamos buscá-las em conjunto”, disse Zema, reafirmando que irá negociar com a categoria.

Mas não será fácil para o governo ceder à exigência dos tanqueiros. “No momento, em virtude da situação financeira do Estado, a Lei de Responsabilidade Fiscal exige uma compensação para aumentar receita em qualquer movimento de renúncia fiscal, o que não torna possível a redução da alíquota”, afirmou o governo de Minas por meio de nota.

Disse ainda para que as alíquotas de ICMS de quaisquer produtos sejam alteradas (elevadas ou reduzidas), é exigido, por lei, que a proposta seja votada e aprovada pelos deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Atualmente, o Estado cobra 31% de ICMS sobre a gasolina, que é a segunda maior alíquota do país, e 15% sobre o diesel. Em 2020, a arrecadação do ICMS no Estado chegou a R$ 9,9 bilhões, dos quais 35,4% (R$ 3,5 bi) referem-se ao ICMS do diesel.

5 comentários em “Greve relâmpago dos caminhoneiros já foi encerrada em Minas

  • 2 de março de 2021 em 16:19
    Permalink

    EM VEZ DE FAZER FILAS NOS POSTOS BR QUE TEM GASOLINA, ETANOL, DIESEL MAIS CARO DA CIDADE, E POR SÓ 0,50 DE GASOLINA QUE TÁ UM ABSURDO 5,499, OS BESTAS VÃO ENCHER O TANQUE .

    TEM QUE PROTESTAR ” URGENTE ” FILAS PRA POR 0,50 (UMA MOEDA)

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2021 em 07:13
    Permalink

    Kkkkkkk e os trouxas perderam tempo na fila e compraram gasolina mais cara.

    Trouxa demais esse povo

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2021 em 19:18
    Permalink

    E os otários na fila!!
    Isso e Brasil!!!

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2021 em 06:50
    Permalink

    Kkkkkkkkk
    Bem feito para os palhaços que ficaram 2 horas na fila para abastecer gasolina a 6 reais…. Bando de trouxas kkkkkk

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2021 em 06:24
    Permalink

    BOM DIA,

    REDUZIR ICMS NÃO VAI RESOLVER O PROBLEMA, REDUZIR IMPOSTOS É BOM, MAS

    O QUE PRECISAMOS REDUZIR É O ESTADO.

    O ESTADO PROPORCIONA MORDOMIAS PARA POUCOS COM O SOFRIMENTO DA MAIORIA.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!