Prefeitura de Divinópolis se propõe agilizar vacinação contra Covid-19; diz que vacinas enviadas não foram suficientes para imunizar profissionais da saúde


As equipes de vacinação da Secretaria Municipal da Saúde de Divinópolis, segundo Diretoria de comunicação da Prefeitura, começaram a agilizar o processo de imunização contra a Covid-19, nesta segunda-feira (08).Foram remanejados novos profissionais para compor as 9 equipes responsáveis, através do serviço Tático Móvel, por vacinar os grupos prioritários.  

O processo de vacinação apresentou ligeira lentidão na última semana, uma vez que, infelizmente, 19 técnicos de enfermagem contratados foram reprovados no exame admissional, prejudicando a programação da vacinação.

A Prefeitura de Divinópolis planeja finalizar nesta semana a imunização de todos os profissionais de saúde, em seguida, irão avançar para o próximo grupo prioritário.

As remessas de vacinas enviadas pelo Estado, até este momento, não são suficientes para imunizar todo o grupo 1, composto por trabalhadores da saúde, pessoas idosas residentes em Instituições de longa permanência e pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em residências Inclusivas.

A Prefeitura de Divinópolis segue rigorosamente o Plano Nacional de Imunização.

Já em relação aos demais grupos, é necessário aguardar para saber o momento de procurar a unidade de saúde para ser imunizado.

5 comentários em “Prefeitura de Divinópolis se propõe agilizar vacinação contra Covid-19; diz que vacinas enviadas não foram suficientes para imunizar profissionais da saúde

  • 8 de fevereiro de 2021 em 18:44
    Permalink

    e as pessoas acima de 89 anos, as mais vulneráveis, semusa não diz nada, e olha que sp e rj já estão sendo vacinadas,

    Resposta
    • 9 de fevereiro de 2021 em 06:48
      Permalink

      Em Belo Horizonte também já começou a vacinar os idosos a partir de 90 anos. Estão faltando são vacinas. Governo de Minas ficou esperando o Governo Federal que por sua vez estava esperando um milagre e nenhum esforço fez para ajudar quem está empenhado com a ciência.

      Resposta
  • 8 de fevereiro de 2021 em 18:07
    Permalink

    Duvido que o número de vacinas era insuficiente para vacinar os profissionais da linha de frente como deveria ser… Divinópolis não tem tantos profissionais de saúde assim na linha de frente. Provavelmente, usaram a vacina dos idosos em profissionais de saúde que não estão na linha de frente e em outros que nem são profissionais de saúde. A lista dos vacinados deveria ser divulgada

    “Apesar de o PNI descrever uma lista extensa de trabalhadores elegíveis para vacina (médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares), há no plano uma recomendação direta: no chamada “Anexo I” do texto, o governo pede que seja feito o levantamento dos envolvidos na “resposta pandêmica” e pede que seja solicitado documento que comprove a “vinculação ativa” do profissional com o serviço de saúde”.

    Resposta
  • 8 de fevereiro de 2021 em 17:37
    Permalink

    Ta muito lento falta planejamento vão esperar morrer mais gente, põe os funcionários dos postos para imunizar logo, são bons nisso.

    Resposta
  • 8 de fevereiro de 2021 em 17:18
    Permalink

    Parabéns secretário de saúde 👏👏👏Que o povo tenha paciência..

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!