TOLERÂNCIA ZERO: Gleidson, Janete e Cleitinho exigem cumprimento de datas e metas para COPASA em Divinópolis ou contrato será rompido


Segundo informações da assessoria de gabinete do parlamentar, o  Deputado Estadual Cleitinho Azevedo esteve reunido na manhã desta terça (15), com a diretoria Executiva da COPASA e representantes da Secretaria de Governo de Minas Gerais, para tratar da prestação de serviços da empresa no município de Divinópolis, onde vários problemas se tornaram parte da rotina da cidade.  Acompanharam o Deputado, o Prefeito Eleito Gleidson Azevedo, a vice-prefeita eleita Janete Aparecida e os membros da equipe de transição  Will Bueno  e Ezequiel Silas.

A comitiva divinopolitana foi recebida pelo Diretor  de Operações da COPASA Guilherme Frasson Neto e sua equipe, entre eles o Gerente Regional João Martins .  Também participou da reunião o Assessor da Secretaria de Estado de Governo, Carlos Alexandre Gonçalves, já que o estado de Minas Gerais é o principal acionista da empresa.

Os representantes de   Divinópolis logo de início, deixaram claro que não estão satisfeitos com a relação que a COPASA vem mantendo com o município de Divinópolis, onde são constantes as  reclamações, principalmente sobre a falta de água. Também foram apresentados os problemas relacionados a recomposição de vias,  existência de fossas sépticas em diversos bairros e o problemático contrato firmado por gestões anteriores que não vem sendo cumprido dentro dos prazos, acarretando em sérios prejuízos para o município.

A empresa alegou que  os atrasos surgiram  principalmente por problemas burocráticos como emissão de licenças e contratos com prestadoras de serviço terceirizadas que não cumpriram o que foi acordado ou simplesmente abandonaram as obras decretando falência.  Por várias vezes, o diretor Guilherme Frasson deixou claro que em nenhum momento falta de dinheiro foi um problema para a COPASA e afirmou que  e estão previstos novos investimentos para serem feitos ao longo dos próximos dois anos.

Cleitinho Azevedo fez questão de frisar que nesta reunião estavam sendo discutidos problemas que já foram pauta de outros encontros e que alguns deles estão há quase dez anos sem solução como a falta de água que acomete constantemente os bairros Santa Lúcia e Padre Eustáquio.  O Prefeito eleito Gleidson, deixou claro que será exigido o cumprimento do contrato e que o rompimento com a empresa é uma alternativa caso não  cheguem a soluções definitivas para as demandas apresentadas.

Além da falta de água nos bairros citados, outros problemas pontuais foram discutidos como as fossas do Copacabana e Jardinópolis, recomposição da Rua Pitangui e situação da Rua Mar e Terra no bairro Candelária, onde por sugestão da Vice-prefeita eleita, Janete Aparecida, a COPASA deveria compensar a população do entorno de onde está sendo construída a Estação de Tratamento de Esgoto do Rio Itapecerica.

A direção da empresa entendeu a seriedade do que estava sendo apresentado e se comprometeu a participar de comissões que serão nomeadas exclusivamente para resolver o problema de Divinópolis.   Serão montadas três frentes de trabalho: contrato/regulação,  operação e comunicação.  Em um primeiro momento o foco é o levantamento de quais as obrigações contratuais da COPASA e também do município . Além de representantes destes dois seguimentos,  a ARSAE  será convocada e por sugestão da equipe de transição, o Ministério Público também será convidado a acompanhar as discussões.

Guilherme Frasson destacou que a COPASA está sob nova direção, composta quase que exclusivamente por servidores de carreira,  que foram nomeados pelo Governo de Minas em substituição aos antigos diretores, que antes ocuparam os cargos apenas por indicação política.   Foi firmado o compromisso de que será feito todo o esforço necessário para que as obras em atraso sejam concluídas o mais rápido possível, até porque Gleidson e Janete já deixaram claro que não haverá tolerância com prorrogação de prazos e elaboração de aditivos ao contrato.

A primeira reunião da comissão que será montada para acompanhar esta nova fase da relação COPASA X Divinópolis, está marcada para o próximo dia 22 de dezembro.

6 comentários em “TOLERÂNCIA ZERO: Gleidson, Janete e Cleitinho exigem cumprimento de datas e metas para COPASA em Divinópolis ou contrato será rompido

  • 16 de dezembro de 2020 em 11:09
    Permalink

    blá blá blá blá, curral de Divinópolis.

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2020 em 00:26
    Permalink

    Tolerância zero agora, antes de tomar posse. Quem manda é a copasa. Estes dois irmãos são apenas gogo. Eles falam que ninguém nunca fizeram nada por Divinópolis. Será que só o varejão Azevedo que trabalha nesta cidade. F.y.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2020 em 18:49
    Permalink

    Mas não ia cancelar o contrato com a Copasa? Foi isso que eu ouvi na campanha é por isso eu votei. O fim do contrato com a copasa e a trancid. Já mudou?

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2020 em 18:40
    Permalink

    Pobre povo de Divinópolis suas promessas e expectstivas, num acredito em.mais nada.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2020 em 18:36
    Permalink

    Queremos que o mesmo sistema seja aplicado com a transoeste,e que seja criado o projeto de transporte alternativo

    Resposta
    • 16 de dezembro de 2020 em 08:43
      Permalink

      Esses dois prefeitos Azevedo, são tão inocentes ao afirmar o cancelamento do contrato com a Copasa.
      Se isso vier acontecer, alguém tem que perguntar para essa dupla dinâmica, e agora quem vai fornecer água e coletar o esgoto da cidade?

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7  +  3  =