Câmara de Divinópolis vota em sessão extraordinária, pedido de cancelamento de empréstimo de R$ 25 milhões feito pela Prefeitura à CAIXA


A Câmara de Vereadores de Divinópolis, irá realizar na próxima segunda-feira (30) uma Reunião Extraordinária, ocasião em que serão apreciados pelos vereadores, 8 Projetos de Lei, sendo quatro de autoria do Legislativo e 4 do Executivo. Entre eles estão o PL 059/2020, de autoria do prefeito Galileu Machado (MDB), que revoga a Lei Municipal n.º 8.705, de 15 de janeiro de 2020, que autoriza o Poder Executivo a contratar uma operação de crédito com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 25 milhões,  e que quando foi aprovado pelos vereadores da base, o Prefeito foi duramente criticado pelos vereadores que fazem parte da oposição, como a ainda vereadora, Janete Aparecida, Roger Viegas, Edson Sousa e Matheus Costa. Na entrevista que a Secretaria de Fazenda concedeu ao Divinews ela explica por que o Governo está pedindo o cancelamento, “é para não deixar nenhuma dívida para o prefeito eleito Gleidson Azevedo, pois é ele quem sabe se vai querer o mesmo valor, ou ainda menos ou até mais. Pois é ele quem tem que saber quais são as prioridades do Governo dele. Por isso Galileu está solicitando o cancelamento para não deixar dividas” – Veja os demais projetos.

Na abertura dos trabalhos, os vereadores irão votar o Veto Parcial n.º 4 de 2020, de autoria do prefeito Galileu Machado (MDB), à Proposição de Lei Complementar n.º EM-002/2020, que altera a Lei Complementar n.º 126 de 26 de dezembro de 2006, e suas posteriores alterações, que reestruturam a Previdência Municipal dos Servidores do Município de Divinópolis – DIVIPREV e dá outras providências. A matéria foi apresentada no dia 29 de outubro de 2020 e está apta para única discussão e votação, sendo necessário quórum absoluto (metade mais 1 voto) para rejeição.

Na sequência, será apreciado o Projeto de Lei Ordinária do Legislativo Municipal n.º 87 de 2019, de autoria do vereador Edsom Souza (Cidadania), que denomina Ronaldo Donaldo Vespúcio, a Rua 20, no Bairro Residencial São Frei Galvão. A matéria foi apresentada no dia 16 de outubro de 2020 e está apta para única discussão e votação.

Os vereadores também irão apreciar o Projeto de Lei Ordinária do Executivo Municipal n.º 51 de 2020, de autoria do prefeito Galileu Machado (MDB), que revoga a Lei Municipal n.º 8.061, de 04 dezembro de 2015, que dispõe sobre a obrigatoriedade de licenciamento e emplacamento de veículos prestadores de serviço no Município de Divinópolis, e dá outras providências.  A matéria foi apresentada no dia 11 de setembro de 2020 e está apta para única discussão e votação.

De autoria do vereador Eduardo Print Jr. (PSDB), também será apreciado o Projeto de Lei Ordinária do Legislativo Municipal n.º 48 de 2020, que declara de utilidade pública a Associação Divinopolitana Esportiva e Cultural, com sede e foro neste Município. A matéria foi apresentada no dia 16 de setembro de 2020 e está apta para única discussão e votação.

De autoria do vereador Marcos Vinícius (DEM), também será apreciado o Projeto de Lei Ordinária do Legislativo Municipal n.º 50 de 2020, que declara de utilidade pública a APRESSE – Associação Presente que Serve – com sede e foro neste Município. A matéria foi apresentada no dia 22 de setembro de 2020 e está apta para única discussão e votação.

Também será analisado em Plenário o Projeto de Lei Ordinária do Legislativo Municipal n.º 51 de 2020, de autoria do vereador César Tarzan (PSDB), que denomina “Professora Maria Lúcia de Morais”, a Rua Um, no Bairro Santa Bárbara, no Município de Divinópolis/MG e dá outras providências. A matéria foi apresentada no dia 25 de setembro de 2020 e está apta para única discussão e votação.

Penúltimo item da Ordem do Dia, os vereadores irão apreciar o Projeto de Lei Ordinária do Executivo Municipal n.º 58 de 2020, de autoria do prefeito Galileu Machado (MDB), que autoriza o Poder Executivo a dar em pagamento imóvel de propriedade do Município ao Hospital Santa Lúcia, e dá outras providências. A matéria foi apresentada no dia 17 de novembro de 2020 e está apta para única discussão e votação.

Fechando a pauta, será apreciado o Projeto de Lei Ordinária do Executivo Municipal n.º 59 de 2020, de autoria do prefeito Galileu Machado (MDB), que revoga a Lei Municipal n.º 8.705, de 15 de janeiro de 2020, que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com a Caixa Econômica Federal, prestar garantias e dá outras providências. O texto foi apresentado no dia 23 de novembro e 2020 e está apto para única votação.

 

COM: Elias Costa – Coordenador de Comunicação

Um comentário em “Câmara de Divinópolis vota em sessão extraordinária, pedido de cancelamento de empréstimo de R$ 25 milhões feito pela Prefeitura à CAIXA

  • 27 de novembro de 2020 em 20:45
    Permalink

    isso ai e conversa fiada dessa secretaria o negocio mesmo e retaliaçao ao velho traira do gagaleu

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!