Candidatos a vice-prefeito têm patrimônios quase 400% maior que os candidatos a prefeito; soma chega a R$ 8,6 milhões


Os candidatos a vice-prefeito de Divinópolis são bem mais aquinhoados financeiramente do que os candidatos que disputam a cabeça de chapa. Por exemplo, Jaime Martins (DEM), tem muito mais bens do que o candidato a prefeito, Fabiano Tolentino (Cidadania). A soma dos bens dos candidatos a prefeito é de R$ 1,8 milhão, enquanto os dos candidatos a vice soma R$ 8,6 milhões. Jaime Martins é quem tem o maior patrimônio entre todos os candidatos que disputam as eleições em Divinópolis, tanto para o Executivo, quanto para ao Legislativo, R$ 5.044.666,97; Camila Lacerda, do PC do B vice da Professora Maria Helena do PC declarou não ter nenhum bem – Veja o que cada um declarou ao TSE.

  • Andreia Rabelo,  R$ 35.534,00 (vice do Marquinho)
  • Cleo do Bloco do Cleo,  R$ 9.500,00 (vice do Galileu )
  • Douglas, R$ 294.899,90 (vice do Will Bueno)
  • Giovanna Garrôcho, R$ 84.000,00 (vice da Laíz)
  • Jaiminho Martins, R$ 5.044.666,97 (vice do Fabiano Tolentino)
  • Fernando Malta, R$ 1.875.000,00 (vice do Sargento Elton)
  • Valdir Brandão, R$ 831.486,00 (vice da Iris Moreira)
  •  Janete Aparecida, R$ 484.000,00 (vice do Gleidson)