Delegacia Regional da Policia Federal em Divinópolis desencadeia “Operação Anilha” de combate a crimes ambientais


A Polícia Federal, através da Delegacia Regional em Divinópolis deflagrou nesta quinta-feira (06), com o apoio da Polícia Militar Ambiental e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), a Operação Policial “ANILHA”, para combater crimes ambientais.

As investigações, que tiveram início no final de 2019, identificaram que criadores de passeriformes estariam adquirindo pássaros clandestinamente, adulterando ou falsificando anilhas e efetuando lançamentos no Sistema de Gestão de Criadores de Passeriformes Silvestres (SISPASS), que é gerido pelo IBAMA, com o objetivo de dar aparência de legalidade a essas transações.

A Polícia Federal representou por seis mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Divinópolis, todos cumpridos na cidade de Perdigão/MG.

Durante o cumprimento dos mandados, foram encontrados pássaros silvestres sem anilhas ou com anilhas adulteradas, com isso os animais foram apreendidos e ficarão aos cuidados do IBAMA.

Os responsáveis pelas adulterações foram conduzidos à Delegacia Regional de Polícia Federal em Divinópolis, para os procedimentos legais. Os envolvidos responderão pelos crimes de falsificação de selo ou sinal público, crime ambiental e associação criminosa, podendo cumprir até 10 anos de prisão, se condenados.

Ainda de acordo com a Comunicação Social do órgão, a Policia Federal Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

 

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!