O lado bom da rede social: Divinopolitana desaparecida é encontrada nas ruas de Ribeirão Preto (SP)


Um dos reflexos da pandemia do novo coronavírus é a disseminação de notícias falsas, boatos e curas milagrosas que não têm base cientifica. As chamadas “fake news” se espalham tão rápido quanto o vírus em redes sociais e mensagens de WhatsApp.

Todavia, como tudo na vida, há coisas boas e ruins sobre as redes sociais. Uma das coisas boas é o poder de abrir o mundo, tornando-o um lugar menor e derrubando fronteiras culturais e geográficas, além de permitir que pessoas desaparecidas, sejam encontradas.

Thamires Cristina Costa Silva teria desaparecido no início desse mês. Moradora do bairro Niterói, sua família não sabe explicar os motivos que a fizeram “fugir”, após apresentar síndrome do pânico. As buscas nas redes sociais foram intensas, logo dezenas de pessoas da cidade começaram a compartilhar fotos da mulher em busca de notícias.

Mas, nessa quarta-feira (24) que uma publicação de Ribeirão Preto, em São Paulo, chegou até um grupo de uma rede social. Com uma foto da moça, o pedido é que a mensagem chegasse até aqui, em Divinópolis, e conta que há alguns dias ela é vista em vias da cidade paulista e que havia relatado que seu nome era Thamires Silva e que vinha da cidade mineira.

Logo, algumas pessoas reconheceram a mulher, a família também foi alertada e confirmou que era realmente Thamires. Com a esperança de reencontra-la, sua irmã, Camila Santos, mãe e duas amigas foram até Ribeirão Preto.

A família não sabe o que pode ter desencadeado a reação em Thamires, mas acredita que alguma coisa grave aconteceu. “Ela nunca teve essa reação, é a primeira vez, ninguém sabe como ela veio parar aqui, porque é muito longe. Nem sabemos como que aconteceu, parece que alguém fez alguma coisa com ela ou ameaçou, algo desse tipo, porque ela está com muito medo, receio, não quer aceitar nada de ninguém”, declara Camila Santos ao Divinews.

Segundo fontes, uma pessoa, que faz parte dos grupos de Divinópolis, tem parentes na cidade paulista e pediu que suas primas localizassem Thamires e encontrassem com a família da moça.

Camila se emociona ao relatar que encontrou sua irmã. “Achamos ela, graças a Deus”. Agora, a família está voltando para Divinópolis, com a gratidão por todos aqueles que ajudaram a encontrar, de alguma forma, Thamires.

Post na rede social que levou a família de Thamires até Ribeirão Preto (SP)
Publicação feita pela família de Thamires nas redes sociais
EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!