Mais cautelosa, BH ainda veta reabertura de shoppings, bares, academias e Igrejas


Em contramão das políticas adotas por Divinópolis, que reabriu galerias e shoppings nesta semana, e já havia autorizado o funcionamento de academias, Belo Horizonte aposta em reabrir a economia lentamente, chegando na fase dois, atividades que causam aglomerações continuam fechadas por pelo menos mais uma semana na capital, até que uma nova avaliação seja feita em relação ao novo coronavírus na cidade.

Entre os segmentos que continuam proibidos estão bares, restaurantes, academias, clubes sociais, boates, eventos, escolas, lojas de roupas, galerias e shoppings.

Ao jornal O Tempo, o secretário municipal de Saúde de Belo Horizonte, Jackson Machado, ressalta que não há previsão para a liberação desses segmentos. “Agora que terminamos essa fase de abertura do comércio, vamos começar a ouvir as escolas, os shoppings e os clubes de lazer. Sentar com esses setores, ver protocolos possíveis e pesar o risco dessas atividades para liberar. Mas liberar com segurança, com tranquilidade, para não haver impacto nem na ocupação de leitos, nem no número de óbitos da cidade”, explica.

O secretário de Saúde de BH compartilha o pensamento com o prefeito Alexandre Kalil ao chamar pessoas, que seguem sem máscara e menosprezando o poder da Covid-19, de idiotas e suicidas.

“Temos visto as pessoas andando na rua, alguns fazendo atividades físicas, a Guarda Municipal tem nos relatado com frequência, sem máscara. A gente fica pensando como que uma pessoa que está ali cuidando da saúde para resguardar o coração, controlar a pressão, a glicemia, ao mesmo tempo, não cuidando da sua vida ao fazer atividade sem máscara. É um comportamento que eu fico em dúvida se é suicida ou como disse o prefeito (Kalil), um comportamento idiota”, completou em entrevista.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, mesmo com a flexibilização com a abertura de comércios, é fundamental que as pessoas continuem com os cuidados básicos, como o uso de máscaras, higienização das mães com sabão e álcool em gel.

Fonte: Jornal O Tempo

2 comentários em “Mais cautelosa, BH ainda veta reabertura de shoppings, bares, academias e Igrejas

  • 6 de junho de 2020 em 11:46
    Permalink

    segundo a itatiaia, a presença do vírus no sistema de esgoto de bh e contagem foi de 88% das amostras, dá para imaginar que tem muita gente contaminada e não sabe.

    Resposta
  • 5 de junho de 2020 em 19:33
    Permalink

    BH tem prefeito. Parabéns a ele que cuida do município, do cidadão. Somos gratos a todo esforço que ele faz porque a ganância dos empresários os cega da realidade do vírus. Seria interessante que escolas ensinassem mais sobre vírus e bactérias para no futuro ser diferente. Parabéns prefeito belo horizonte um exemplo de firmeza e caráter.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!