Alunos da Faculdade Pitágoras Divinópolis se revoltam com EAD sem redução no valor da mensalidade


Desde que teve início a pandemia do novo coronavírus em Divinópolis, as instituições de ensino superior suspenderam suas aulas presenciais. A Faculdade Pitágoras aderiu a um método de aulas online, por meio de chamadas ao vivo e vídeo aulas, que tem sido disponibilizada no Portal do Aluno. Contudo, os alunos não estão satisfeitos com a decisão, visto que não houve uma diminuição na mensalidade e alguns alunos não tem recursos para acessar os conteúdos online.

Foi formulada uma nota de repúdio, assinada por cerca de 200 alunos. E também foram enviados vários e-mails à diretora da faculdade, Débora. Ela afirmou que a faculdade está seguindo a portaria do MEC, que autoriza a realização de aulas à distância para instituições do ensino superior.

Alguns alunos já ameaçam que não realizarão o pagamento do boleto de mensalidade e já contataram até mesmo o PROCON, que orientou que o 0800 do MEC fosse procurado.

A reclamação principal dos alunos é que alguns cursos têm aulas extremamente práticas, como aulas de laboratório e é simplesmente descabido o uso da internet para aulas. Além disso, existem alunos com baixas condições financeiras ou que não possuem o recurso para assistirem as aulas online, pois vivem em zonas rurais ou de baixa qualidade de sinal de internet.

Mediante o constante questionamento dos alunos, segue a resposta da diretora:

“Quanto às aulas remotas, são realizadas pelos seus professores, que como todos nós sabemos são os melhores de toda região, acompanhei várias aulas e todos os dias os coordenadores e professores me enviam retornos positivos, o que mais faz falta não é o conteúdo, é a presença das pessoas, também sofro por não estar nos corredores. Seus professores, coordenação e direção estão fazendo de tudo para que consigamos continuar, e penso mais, neste momento estudar tem garantido saúde mental de vários alunos.”

A diretora ainda afirma que a atitude da instituição não fere a lei:

“Todos os atos da instituição estão respaldados legalmente, seja pelas Portarias n. 343 e 345, de 17 e 19 de março de 2020, do Ministério da Educação brasileiro, seja pela decisão liminar concedida no dissídio coletivo n. 0010443-06.2020.5.03.0000, ajuizada pelo Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro/MG), determinando a suspensão das atividades desempenhadas por professores nas dependências das escolas da rede particular de todo o estado, ou mesmo pelo posicionamento do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, conforme decisão administrativa da segunda promotoria de justiça. Ressalto que, segundo os termos da referida decisão não há onerosidade excessiva ou a desproporção que poderia levar à revisão das mensalidades, conforme preconiza o artigo 6º do CDC.”

Apesar das respostas da diretora, os alunos seguem revoltados com o posicionamento da faculdade. Um dos alunos ameaça que trancará a matrícula caso não sejam tomadas providências. Confira os depoimentos:

“Estou muito indignado com a situação atual das aulas remotas pela internet, não dá pra acompanhar com integridade pela internet porque a internet cai, não tem o conteúdo completo, o slide não carrega. Além disso a faculdade está cobrando o valor integral da mensalidade, sendo que não estamos fazendo uso das dependências da unidade. Portanto estamos sendo prejudicados academicamente e financeiramente, estão sendo desonestos com os alunos e não nos escutam. Se não nos ouvirem, vamos trancar a matrícula. Queremos o congelamento do período porque não estamos aprendendo nada. Além disso queremos que a faculdade não cobre por este período ou ao menos diminua o valor da mensalidade.” Gleison Aparecido Andrade –  6° período jornalismo, 30 anos

“São tempos difíceis e muitos de nós perderam ou não possuem a mesma renda. Eu por exemplo pago minha faculdade sozinha, sem ajuda e de forma alguma gostaria de desistir do curso e nem de ver pessoas desistindo do curso, pela ambição da faculdade. Estamos tendo aulas on-line (o que quer dizer que é a distância sim) então merecemos uma redução do valor da mensalidade” Geisyane Silva Batista, 19 anos, estudante do 3° período de jornalismo

“Não estamos recebendo pelo que pagamos, contratamos uma disciplina presencial que está sendo feita à distância pelo mesmo valor abusivo, sem um bom atendimento; não que os professores não sejam bons, eles são, mas tem gente que não tem condição de ter internet em casa para assistir as aulas online, não estão pensando nesse pessoal, estão enfiando as decisões deles na nossa guela abaixo, então o que queremos é que as aulas parem e o semestre seja suspenso, quando puder voltar a ter aula, a gente volta.” Mayra Fernanda Ferreira, 27 anos –  estudante do 8° período de jornalismo.

“Diante da real situação devido a covid- 19 umas empresas e autônomos não estão trabalhando e a minha insatisfação é que alegam que estamos tendo aula normal porém é online e estão cobrando preço de presencial, sou da área da saúde onde temos muitas práticas ligadas ao ser humano onde um erro pode ser fatal.”  Lorena Camargos Santos, estudante do 4° período de fisioterapia.

Confira a nota de repúdio na íntegra:

Nota de repúdio

Nós, alunos da Faculdade Pitágoras unidade Divinópolis, viemos através desta nota, expressar todo nosso descontentamento com a atual metodologia de ensino da instituição, sendo a de aulas remotas, nem todos os alunos tem conexão com a internet para assistir ou interagir diretamente com os professores. A instituição também está cobrando valor integral de suas mensalidades mesmo utilizando a metodologia de ensino EAD. Estamos sendo lesados pela instituição pela parte financeira e educacional, a insatisfação com este método está generalizando entre os alunos, afinal não estamos conseguindo seguir de forma satisfatória as aulas. Pedimos o congelamento do período vigente 2020-1 até o retorno total das aulas interrompidas pelo Covid-19, solicitamos também o cancelamento dos boletos até o retorno das aulas.

39 comentários em “Alunos da Faculdade Pitágoras Divinópolis se revoltam com EAD sem redução no valor da mensalidade

  • 19 de junho de 2020 em 15:26
    Permalink

    Eu estudo no Pitágoras de BH ( Cidade Acadêmica), estou no 7º período do curso de Direito, eu já cansei, não tenho mais condições psicológica de continuar nessa faculdade, no próximo semestre estou trocando de faculdade. Sinto que joguei R$ 40 mil reais no lixo, tudo nessa faculdade é ruim, eles só querem dinheiro.

    Resposta
  • 6 de abril de 2020 em 07:45
    Permalink

    Eu estudo na ária de Sistemas de Informação, estou no quarto período, eu tô recendo aulas online e pegando valor integral, valor é um absordo, já que eu tô recendo medade do salário mínimo pois comércio não está funcionando, estou me sentindo lesado quanto a isso.
    Faculdade Pitágoras está deitando e rolando encima dos humildes, pois maiorias das pessoas que estudam trabalham dia todo para estuda anoite.
    Espero que essa instituição tome uma providência eficaz.
    (Suspender aulas ou reduzir mensalidade)

    Resposta
  • 5 de abril de 2020 em 16:44
    Permalink

    O que realmente é pra deixar qualquer um indignado é que a modalidade EaD tem características próprias, com recursos didáticos, planejamentos, ferramentas específicas para a modalidade. O que tem acontecido é que estão empurrando vídeoconferência como aula EaD. Não é só isso. Já ministrei disciplinas a distância e só o planejamento e elaboração dos materiais requer um cuidado especial. Li os comentários aqui e, de fato, é para se indignar porque estão cobrando mensalidades de curso presencial e estão oferecendo vídeo chamadas como aulas na modalidade EaD.

    Resposta
  • 5 de abril de 2020 em 14:40
    Permalink

    Sou estudante do curso de psicologia, acho um absurdo essa decisão por parte do Kroton juntamente com as redes Institucionais, Pitágoras, um descaso com nós alunos, todos nós o país em geral estamos sendo impaquitados devido o Covid-19, nessas horas temos que sermos solidários uns com os outros, muitos de nós perdemos empregos fixos, ou foram suspensos, ou até mesmo autônomos deixaram de ter renda desde então.
    Infelismente a Instituição Pitágoras não está sendo complacentes em relação às mensalidades, sendo que estamos pagando por algo que temporariamente não estamos usando na íntegra, ou seja as Instituições não estão tendo gastos internos, como água, luz, Internet, manutenção na limpeza, porteiros etc que compõe o corpo interno da instituição, não seria justo para com os alunos, o que nos fazem pensarnós, que vocês o Kroton a direção da Instituição e até mesmo o MEC não estão nem um pouco sensibilizados, com a parte a qual nos tocam, e sim preocupados com seus ganhos financeiros totalmente injusto.
    TENHO O SENTIMENTO DE ESTÁ SENDO INJUSTIÇADA, LESADA E ESTÁ SENDO FEITA DE PALHAÇA, ESTOU EM COMPLETA INDIGNAÇÃO!

    Resposta
  • 5 de abril de 2020 em 12:48
    Permalink

    Sou estudante de ciências contábeis 2 período e não estou de acordo tem professor em q a internet não ajuda e alunos que não dispõe de boa internet para poder acompanhar não acho justo se for para pagar o valor de presencial sendo a distância prefiro trancar e retomar qnd estiver tudo em ordem.

    Resposta
  • 5 de abril de 2020 em 01:13
    Permalink

    Eu sou aluna da Falcudade LS de Taguatinga DF. Essa situação é muito complicada para mim, pois por ser um curso na área de saúde, aulas à distância acabam nos prejudicando, afinal, temos muitas aulas que precisam ser presenciais. O justo seria, na minha opinião, suspender o semestre como fez a Universidade de Brasília ou então diminuir a mensalidade, já que nossa renda também foi prejudicada, além de não realizar atividades avaliativas, como provas online, uma vez qus nem todos possuem acesso a internet e nem boas condições para estudar.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 17:20
    Permalink

    Me matriculei na UNOPAR-Polo Divinópolis, e neste ano, depois q venceu a rematrícula, mandaram uma mensagem MSN nos comunicando que o Polo iria fechar e começariamos a frequentar o Pitágoras. Já era ruim na Unopar, no Pitágoras ficou pior ainda. Vários alunos ficaram sem os livros e disseram que talvez nem teríamos mais, depois deram os livros só da primeira matéria, tem alunos que moram em outra cidade e assim aumentou o custo, outros que pegavam dois ônibus, passaram a pegar quatro, eu e minhas filha pegamos um só, passa aqui perto de casa, mas ficamos 1h no ônibus, pois o Pitágoras é muito longe, e agora isso, acho injusto não termos aulas presencial, e cobrarem o valor total da mensalidade. Eu e “toda” minha turma estamos procurando outra Faculdade para o próximo semestre, uma que nos atenda melhor. Somos em torno de 60 alunos.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 14:41
    Permalink

    Faço parte do curso de psicologia na Pitágoras — Londrina, e a insatisfação do modelo de aprendizagem EAD tem sido constante em toda turma. Mensalidades com valores presenciais, com um modelo EAD sendo aplicado, além da conexão falhar durante as aulas, e alguns professores nem sequer disponibilizam a aula para aqueles que não conseguiram acompanhar ao vivo, prejudicando os alunos que não possuem uma boa conexão com a internet, ou até mesmo não possuem acesso. Compreendo o momento, e a posição da faculdade para não nos deixar sem aula, porém esse modelo não está trazendo aprendizado, e está prejudicando os alunos não só financeiramente, como em relação a própria aprendizagem, que não está sendo suprida com esse modelo.

    Redução do valor da mensalidade ou o congelamento do semestre seria uma boa posição da faculdade, pois a maioria não se adaptou, e está pensando em trancar o curso.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 14:13
    Permalink

    Cabe uma ação civil pública.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 11:37
    Permalink

    Sou estudante do Pitágoras Contagem, não somente eu mas toda a turma não está de acordo com esse método utilizado, aluna de Ciências contábeis, o que são muitos cálculos, teorias e muitas dúvidas que mesmo tendo aulas online não dá para suprir todas as necessidades.
    Nada mais justo a redução da mensalidade pois se é online…. tem que ser cobrado o valor justo para tal. A princípio era desculpa da portaria do MEC que é 40% online, hoje a desculpa é 100% online culpa Codov19 e sem suporte devido para esclarecimentos das dúvidas. Indignada

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 11:32
    Permalink

    Uma opção e todos alunos trancar a matrícula, e voltar depois da pandemia.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 09:54
    Permalink

    Estudo na Anhanguera Jundiaí pertencente ao grupo kroton tb. Descaso total no atendimento. Perdi varias aulas online. Aula de auto cad está sendo realizada como desenho técnico. Vai sair na grade como desenho tecnico 2? Ou autocad? Porque de cad nao ta vingando nada. Penso la na frente na execução de possiveis projetos. Terei enorme dificuldades no mercado de trabalho. Eles so querem nosso $$$$. Gostaria muito a suspençao do semestre. 4 periodo de Engenharia Elétrica.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 09:35
    Permalink

    Bom dia!
    Meu nome é Eliene Mendes Prates, sou aluna do 3° Período do curso presencial de Engenharia de Produção da Faculdade Pitágoras, Polo de Ribeirão das Neves. Eu também concordo com toda essa insatisfação, pois optamos pelo curso presencial, sendo assim, se a instituição optou por continuar o ensino com aulas online, sem problemas, mas temos que pagar exatamente por aulas online, deste modo estamos sendo lesados, pois não estamos recebendo pelo que pagamos. É um descaso total. Temos que ser solidários, e quanto aos alunos que por vários motivos não conseguem acesso… O rendimento não é o mesmo. Os professores não foram treinados para tal. O momento requer sensatez e diálogo, todos nós fomos impactados principalmente financeiramente. O MEC tem que se posicionar. Os Polos teem que se unir, tem que haver uma solução sensata, não é justo pagarmos por um produto e recebermos outro.
    elienemprates@outlook.com

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 08:51
    Permalink

    Que fique claro a metodologia predatória da faculdade Pitágoras, que tem foco no lucro e enriquecimento através da educação, ao invés de se preocupar com a educação como prioridade. Sou aluno do terceiro período de Engenharia do Pitágoras de Ribeirão das Neves, e toda a turma está insatisfeita com a falta de cooperação com relação às mensalidades cobradas como se as aulas presenciais estivessem sendo ministradas. Alguns alunos já desistiram do curso e muitos outros estão desanimados, e pensam em trocar de faculdade. Desde o começo da pandemia, todos nós cidadãos estamos tendo que ceder com alguma coisa, principalmente perdendo parte da renda ou total. Mas a faculdade segue sem perder nada.

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 06:56
    Permalink

    Sou aluno do Pitágoras Betim TB não tenho acesso as aulas ainda e nem sequer atendem o fone e não resolvem nada os alunos estão no prejuízo precisamos de providências em relação as mensalidades durante a pandemia

    Resposta
    • 4 de abril de 2020 em 13:29
      Permalink

      O Pitágoras Betim está atendendo SIM, através de whatsapp e email, os alunos receberam comunicados informando sobre como está sendo feito os atendimentos.

      Resposta
    • 4 de abril de 2020 em 14:04
      Permalink

      Sou aluna do Pitágoras Divinópolis realmente esta complicado . Na minha opinião seria cancelar esse período! Não da p ter um aprendizado online .

      Resposta
      • 4 de abril de 2020 em 21:13
        Permalink

        Poderiam fazer uma matéria tbm sobre a Uninassau, a solução que eles ofereceram pra termos aulas EAD não está funcionando, muitos alunos estão procurando a faculdade mais nao estao nem ai pra a ajente. Ao invés de procurarem resolver os problemas, estão postando sobre pagamentos. Não deram desconto na mensalidade, eu mesma já liguei mandei email directs no Instagram e nada.o

        Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 06:28
    Permalink

    Sou aluno no Pitágoras Ribeirão das Neves
    A cituaca de descontentamento e a mesma mas não dão a mínima.
    Poderíamos juntar todas as unidades, aí sim vamos ter um retorno ,que seria bom para ambos os lados.
    Deixo aqui meu email
    rodneygoncalves@gmail.com

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 05:20
    Permalink

    É um absurdo o descaso da faculdade com nós alunos, alem de todo esse transtorno da internet cair, sinal ruim, voz robótica do professor nestas aulas on-line não informaram a todos de minha sala, que iriam disponibilizar aulas on-line. Faço direito, estamos muito insatisfeitos com a instituição. Já informei para responsáveis pela faculdade, que está metodologia de ensino que adoraram e muito ruim, que não substitui as aulas presenciais, que no mínimo deveríamos ganhar desconto nas mensalidades, que o que estão fazendo é um descaso com nós alunos e com nosso dinheiro.Precisamos mobilizar o máximo de pessoas para que medidas sejam tomadas.

    Resposta
    • 4 de abril de 2020 em 10:51
      Permalink

      Precisamos de brechas na lei para notificação extrajudicial.
      O MED liberou porém, existe as regras de aula a distância e uma delas é o valor logo, decisão arbitrária que prejudica o contratante.

      Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 01:30
    Permalink

    Sou aluno do curso de direito da unidade pitagoras António Carlos em BH, e estou no mesmo dilema, não tenho um bom recurso virtual e por esse motivo não estou conseguindo acompanhar as aulas, porem não tive outra opção para que eu não seja prejudicado, por tanto acho que a melhor opção seria o congelamento das mensalidades, uma vez que a renda da maioria dos acadêmicos foi comprometida assim comoa minha!

    Resposta
  • 4 de abril de 2020 em 00:32
    Permalink

    Sou aluna do Pitagoras Afonso Pena, também estou indignada pois, todos estamos sendo atingidos pela pandemia, mas só os mais fracos estão pagando a conta. Eu tenho acesso a internet e mesmo assim as aulas estão ruins, péssima qualidade, não por culpa dos professores, mas pelo sistema adotado pela faculdade, tudo amador. O próprio sistema da faculdade cai toda hora, fica fora do ar várias vezes por dia. Sendo assim, seria uma demonstração de boa fé e cooperação por parte da faculdade ouvir os alunos e vê o que é melhor para todos, não só para a empresa kroton.

    Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 23:37
    Permalink

    Estudo na Pitágoras Afonso Pena / BH. Aulas totalmente online , adotaram um novo sistema do qual nunca consegui acessar . Não só eu , mas outros também. Nada de redução no valor da mensalidade . Estamos mantendo o pagamento integral da mensalidade , sem saber do amanhã. Nesse momento onde tudo é incerto , deveriam reduzir o valor da mensalidade antes que aumente o número de desempregados. Não irei pagar a mensalidade , antes no meu bolso do que no deles . E o rico , cada vez fica mais rico, e o pobre cada vez fica mais pobre .

    Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 23:37
    Permalink

    Estudo na Pitágoras Afonso Pena / BH. Aulas totalmente online , adotaram um novo sistema do qual nunca consegui acessar . Não só eu , mas outros também. Nada de redução no valor da mensalidade . Estamos mantendo o pagamento integral da mensalidade , sem saber do amanhã. Nesse momento onde tudo é incerto , deveriam reduzir o valor da mensalidade antes que aumente o número de desempregados. Não irei pagar a mensalidade , antes no meu bolso do que no deles . E o rico , cada vez fica mais rico, e o pobre cada vez fica mais pobre . Eu que lute .

    Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 21:10
    Permalink

    A mesma coisa acontece na Pitágoras Contagem. Fizemos um abaixo assinado com mais de 500 assinaturas para apenas reduzir o valor da mensalidade, pois, não achamos justo pagar um valor abusivo desses para “aulas on-line”, sendo que pagamos para termos aulas presenciais. Pagamos também para usufruir das dependências da faculdade, coisa que não estamos fazendo. Estou no 9° período de engenharia mecânica, por ser um curso muito complexo, precisamos muitas das vezes ir nos laboratórios específicos para entender melhor e aprender na prática determinada matéria. Pagamos por isso e como ainda querem cobrar o valor de uma mensalidade como se fosse presencial?
    Outro ponto que vale ressaltar, a maioria dos alunos estão sem qualquer tipo de renda, muito menos pra manter a sua casa, quem dirá pagar a mensalidade da faculdade. Isso sem contar os que terão reduções nas suas faixas salariais. Aí me vem a seguinte pergunta: tentar sobreviver ou pagar a mensalidade da faculdade?

    Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 20:59
    Permalink

    A mesma coisa acontece com outras unidades, principalmente a que estudo em Contagem. Fizemos um abaixo assinado com mais de 500 assinaturas, pois não achamos correto um valor abusivo desse para aulas on LINE, sendo que pagamos para ser presencial. Estou no 9° período de engenharia mecânica, por ser um curso muito complexo, muitas das vezes precisamos ir em laboratórios para realizar alguns experimentos. Não pedimos o cancelamento da cobrança e muito menos o congelamento, só pedimos uma redução do valor da mensalidade, já que pagamos para usufruir das dependências da faculdade também. Vale ressaltar que muitos dos alunos estão sem renda para Manter a sua própria casa, quem dirá pagar a mensalidade da faculdade. Isso sem contar que muitos ainda correm o risco de redução na sua faixa salarial. Aí vem a pergunta, tentar sobreviver ou pagar a mensalidade?

    Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 20:20
    Permalink

    Sou aluno, Pitágoras BETIM , não consigo assistir as aulas com bom entendimento , pelo fato onde eu moro nao ter conexão de boa qualidade , que possa assistir as vídeos aulas com os professores .
    Devido essa condição acho muita injustiça cobrarem o valor da mensalidade como presenciais, realizando aula EAD, que no meu caso nao tenho uma satisfação , com esse procedimentos da faculdade .
    Queremos o congelamento do período, ou redução da mensalidade,estamos pagando um valor de presenciais nao de EAD ….

    Resposta
    • 3 de abril de 2020 em 23:36
      Permalink

      Mas se vc nao esta conseguindo acessar entao so te serve a reinvidicacao do “congelamento” do período.

      Reducao da mensalidade nao vai te servir porque reduzir a mensalidade nao melhora o sinal ou a recepcao do sinal. Concorda?

      Resposta
      • 6 de abril de 2020 em 22:24
        Permalink

        Sou Hosana e estou tbm sem saber como será…pois fico as vezes com dificuldade de acesso com as aulas online e não tá fácil então não acho certo estar cobrando pois esse caus não nos permiti ir a aulas presencial e preciso rever isso pois a Kroton só sabe cobrar…aí fica difícil não consigo render nada.E preciso rever urgente não tenho como pagar pois tô em casa

        Resposta
    • 4 de abril de 2020 em 05:35
      Permalink

      Meu nome é Pablo Tocafundo Domingues e sou estudante de Engenharia Mecânica, 3° período, estudo na Pitágoras de Ribeirão das Neves. Concordo com tudo o que foi falado acima e estamos vivendo a mesma situação. Estamos tendo aulas on-line, e não estamos tendo o mesmo rendimento, que nas aulas presenciais. Optei em fazer aula presencial e não EAD. O milionário grupo Kroton, não está nem um pouco preocupado com as solicitações. Não estamos usando as dependências da Faculdade. Não estamos gerando custos de manutenção do espaço. Até o presente momento, não paguei a mensalidade é acho que não irei pagar este mês, até que tenhamos uma reposta de paralisação total ou redução nas mesmas condições do EAD.

      Resposta
    • 4 de abril de 2020 em 07:16
      Permalink

      Sou professor, estou me virando aprendendo a gravar vídeo, editar vídeo, preparar apresentações, aprender sobre o soft para aula online. É tudo diferente da aula presencial. Estou gastando muito mais tempo para isso. E o aluno não participa da aula, não responde atividades, faz pouco caso. Eu também quero correção, mais para cima do meu salário.

      Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 19:08
    Permalink

    Por ser um grupo grande e ter que entregar resultados e lucros, o grupo Kroton pouco tem se importado com o que realmente é importante para seus alunos, seus clientes e consumidores dos seus serviços. Há muito tempo, pouco têm se importado com qualidade de satisfação dos estudantes, pois procuram aumentar a quantidade de entrada de mais pessoas para que aumente assim o lucro, deixando todos a ver navios e insatisfeitos!

    Resposta
    • 3 de abril de 2020 em 23:42
      Permalink

      O empresario precisa lucrar, senao ele fecha as portas. Ai nao havera faculdades suficientes para atender a demanda, cada faculdade oferece o que pode de acordo com o que cobra no boleto
      Se vc pagasse 2 mil (que é a mensalidade do Ibmec) poderia cobrar mimos como estudar com cientistas, políticos e desembargadores de renome.

      Se vc paga 700 de boleto, fique feliz de receber seu canudo vestido de preto.

      Resposta
  • 3 de abril de 2020 em 19:00
    Permalink

    Concordo plenamente, estamos pagando por aulas presenciais, e não online

    Resposta
    • 3 de abril de 2020 em 23:24
      Permalink

      Boa noite sou estudante de EDF 3° período da faculdade Pitágoras São Luís – Ma.
      Também não estamos muito satisfeito com forma de aula não presencial pois tbm estamos tendo dificuldades com os acessos as aulas online, tbm achamos descabível termos que pagar um valor integral pelas aulas online, pois também precisamos de aulas teóricas.

      Resposta
    • 3 de abril de 2020 em 23:48
      Permalink

      Se o MP suspender as EADs providenciadas pela instituição nesta quarentena, e vc ficar sem aula nenhuma, e depois estudar ate o carnaval no.modo presencial ficará interessante pra voce?

      Entao, tenho boas noticias.( no Rio aconteceu)
      Logo essas EADs serão suspensas pelo MP marxista e vc nao.precisara pagar nada.

      Boa sorte na retirada do seu diploma via judicial porque nao restara instituição para te entregar a conclusao do curso

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!