Empresários e profissionais liberais em Divinópolis ignoram COVID-19 realizam carreata por liberação da atividade econômica na cidade


A carreata aconteceu na manhã deste sábado (28), com aproximadamente entre 100 e 150 veículos, e algumas poucas motos. Os manifestantes favoráveis a que a atividade econômica volte ao normal imediatamente saíram do Mercado Distrital em direção a Sede da prefeitura onde realizaram um ato contra o decreto assinado pelo prefeito Galileu Machado, que acompanhou o decreto do Governador Romeu Zema. Após a carreta ter passado pela Avenida Primeiro de Junho, alguns moradores, que foram surpreendidos, correram para a janela e começaram a gritar “Fora Bolsonaro”, “irresponsáveis”, “quero ver daqui uns dias” – A Policia acompanhou de perto a manifestação empresarial, sem interferir, salvaguardando o direito democrático das manifestações, e de ir e vir de qualquer cidadão. 

EM ANDAMENTO…

12 comentários em “Empresários e profissionais liberais em Divinópolis ignoram COVID-19 realizam carreata por liberação da atividade econômica na cidade

  • 28 de março de 2020 em 14:41
    Permalink

    Fiquem em casa !!! Não repitam erros como a Itália, Espanha, Reino Unido , Estados Unidos e México !!! Quanta ignorância !!!

    Resposta
    • 29 de março de 2020 em 08:06
      Permalink

      Eles deveriam pressionar os políticos e principalmente o Sr. Excelentíssimo Jair Bolsonaro, pra subsidiar os impostos e folha de pagamento, mas infelizmente nem protestar sabem!!!!!

      Resposta
  • 28 de março de 2020 em 14:32
    Permalink

    A Justiça Federal proibiu, na tarde desta sexta-feira (27), o governo federal de adotar medidas contrárias ao isolamento social como forma de prevenção ao coronavírus. Também suspendeu a validade de dois decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que classificaram igrejas e casas lotéricas como serviços essenciais, o que permitia seu funcionamento mesmo com proibições de aglomerações em estados e municípios.

    A decisão atende pedido do MPF (Ministério Público Federal) e foi determinada, em caráter de tutela de urgência, pela 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na decisão, o juiz federal Márcio Santoro Rocha determina também que Bolsonaro se abstenha de editar novos decretos sobre atividades e serviços essenciais sem respeitar a lei. 7.783, que trata do tema.

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 14:16
    Permalink

    Devem estar querendo copiar Milão na Itália que não conseguiram entender que o isolamento social é necessário para conter o avanço da doença. Só não entendi a carreata … Deveriam ter feito uma passeata de mãos dadas demonstrando o tamanho do patriotismo e preocupação com o próximo.

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 13:36
    Permalink

    Ai o povo trabalha , e eles ficam em casa , irresponsabilidade , egoísmo

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 13:05
    Permalink

    Irresponsáveis! A ganância está se repetindo igual na Itália. O material se recupera a vida não. Inconsequentes. 😡😡

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 12:07
    Permalink

    Covid 19, nesses vagabundos inúteis, idiotas mas tem pouca gente uai porque não colocarem seus filhos, país mães, esposas, nas ruas para dar volume, hipócritas, idiotas, vão se fuder.

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 12:05
    Permalink

    E o empresariado, contrariando todas as evidências e exemplos dos países de primeiro mundo ( Itália e Espanha), querendo voltar tudo ao normal.

    Não sei se o nosso vírus é diferente de lá e já encontraram a cura. Ou tem outra a intenção.

    Se voltar ao normal agora as atividades comerciais, em no máximo um mês, como observamos em outros lugares, pararemos novamente, mas aí será porque estaremos doentes.

    Não faz muito sentido voltar agora.

    A não ser que tenha outro raciocínio.

    Se parar agora, o patrão arca com toda a despesa.
    Se voltar e para por causa da doença, depois de algum tempo inválido, o passa a receber pelo INSS, desonerando o patrão.
    Será que é isso?

    O risco é a morte de alguns!

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 11:54
    Permalink

    Ignoram não, queremos trabalhar para não quebrar, para não aumentar o desemprego, contra o terror e a fome.

    Temos consciência da seriedade que é o Virus, mas, também sabemos do caus social promovido pelo governador e prefeitura.
    S
    Quem quer ficar em casa é funcionário público de salário garantido.

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 11:38
    Permalink

    Quem vai se responsabilizar se o Brasil virar uma Itália com proporções muito maiores, dignas de um genocídio? Entendo a preocupação, o desespero, mas medidas econômicas foram tomadas no intuito de auxiliar os empresários a manterem os empregos e o funcionamento adaptado de suas empresas. Quero muito estar errado, mas se eu não estiver, estaremos prestes a enfrentar um caos de proporções bíblicas a troco de que? Agora é hora de pensar no próximo. No caixão não dá pra levar nada.

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 11:22
    Permalink

    Quando esse pessoal da carreata começarem a enterrar seus pais, seus filhos, sem ter q despedir, vão merecer ser lembrados dessa carreata!

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 11:05
    Permalink

    Pois é, parece que a carreta aconteceu. Quem aí tiver lista contendo os nomes dos empresários que dela participaram, por gentileza, compartilhem em todas as redes sociais. Assim, quando os casos aumentarem e a saúde pública entrar em colapso, a gente pode lembrar a cada um deles a sua generosa contribuição para que isso acontecesse. A gente pode também fornecer a eles documento para ser assinado, renunciando a atendimento e internação hospitalares em caso de complicações oriundas da COVID-19. Podemos também boicotar os seus comércios e indústrias, evitando consumir o que vendem ou produzem. Façam a lista com os nomes e compartilhem! Divinópolis não é tão grande assim, dá para saber quem participou. É um direito deles fazer manifestação para reabrir o comércio, mas também é um direito nosso não compactuar com a ganância que os move!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!