EXCLUSIVO: Servidores envolvidos na Operação Sinal Verde suspeitos de prestarem serviços para terceiros podem ter prestado serviços para empresa do caso do cemitério


No dia 27 de setembro do ano passado (2019) o Ministério Público desencadeou a Operação Sinal Verde, que com o apoio da Policia Civil amanheceu o dia revirando as dependências da Secretaria de Transito Transporte e Segurança Pública (SETTRANS), ocasião em que esteve também na casa de três servidores daquela Secretaria 

O objetivo da busca, segundo informações publicadas no site do órgão ministerial e  notícia divulgada pelo Divinews,  era a apreensão de computadores, celulares e documentos que pudesse comprovar a suspeita da pratica delituosa do uso da estrutura pública em benefício próprio para  empresas particulares, na confecção do Relatório de Impacto de Circulação (RIC), que é emitido pela SETTRANS, e  necessário para que os demais documentos fossem analisados e liberados posteriormente, incluindo a primeira e a mais necessária para iniciar uma construção, a certidão de obras.

O fato é que, segundo fonte, a empresa que desencadeou a operação por uma denúncia feita ao Ministério Público por um construtor que se sentiu prejudicado, foi a Serra Dourada Empreendimentos e Participações Ltda, que faz parte de um grupo de empresas da família Martins, a mesma construtora que estava “tocando” a obra localizada na Rua Goiás, 1480 sem nenhum tipo de licença dos órgãos competentes, e no qual um muro de arrimo que foi construído às pressas desabou, e juntou levou vários túmulos do Cemitério da Paz.

4 comentários em “EXCLUSIVO: Servidores envolvidos na Operação Sinal Verde suspeitos de prestarem serviços para terceiros podem ter prestado serviços para empresa do caso do cemitério

  • 16 de fevereiro de 2020 em 14:57
    Permalink

    Crea… Maçonaria… Prefeitura… Políticos… e aí?

    Resposta
  • 14 de fevereiro de 2020 em 20:52
    Permalink

    Divinópolis so precisa de prefeito mas não e qualquer um não tem que ser o marquinho clementino

    Resposta
  • 14 de fevereiro de 2020 em 12:09
    Permalink

    Isso tudo é mínimo. Na carona dos responsáveis da prefeitura e ninguém vê nada sabe nada. Sabe esse disse me disse é pra cair no esquecimento da populacao

    Resposta
  • 14 de fevereiro de 2020 em 11:47
    Permalink

    perguntar não ofende, vereadores servem para mais alguma coisa, a não ser entrega de medalhinhas?

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9  +    =  14

PODCAST: escuta essa!!