Prefeitura diz subliminarmente em Nota que vereador Matheus Costa “paga mico” com presente de grego para Divinópolis


Segundo a Nota, ao publicar nas redes sociais um post destacando o telefone da Prefeitura de Divinópolis, para que a população possa solicitar informações sobre uma suposta usina de asfalto, o vereador Mateus Costa presta um importante serviço ao Município. Assim, ele permite que o cidadão possa saber a verdade sobre o presente de grego que tentam oferecer ao município.

Quem ainda leva a sério esse tipo de atitude do vereador vai ficar sabendo que estão querendo empurrar nos divinopolitanos uma usina que produz 50 toneladas de massa asfáltica por dia, mesmo o consumo de asfalto de Divinópolis sendo de 80 toneladas por mês.

Guardada as devidas proporções, estão tentando, goela abaixo, repetir a história do Hospital Regional, uma obra que, depois de pronta, vai custar cerca de R$ 120 milhões por ano à Prefeitura. (neste caso, é importante destacar que a conclusão da obra é responsabilidade do Governo do Estado). Por isso, a usina é um ‘Cavalo de Tróia’, com o simples objetivo político.

Relata-se o fato de que, para produzir asfalto na propalada usina proposta pelo vereador, necessita de altos investimentos na aquisição, acondicionamento e preparo de insumos, além de autorizações ambientais e treinamento específico, tudo isso para uma subutilização. Deve ser por isso que tal investimento não é usual por parte das prefeituras do porte de Divinópolis.

É preciso destacar que em nenhum momento a Prefeitura irá se omitir de fornecer essas informações a qualquer pessoa que ligar para o número sugerido pelo vereador. Aliás, se o mesmo tivesse feito isso antes da tal postagem, não teria passado por mais esse constrangimento.

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!