Vereador quer mais 30 dias para desocupação do Camelódromo de Divinópolis


O vereador Marcos Vinicius, que recentemente renunciou ao cargo de vice-presidente da Câmara, reivindica que seja concedido mais 30 dias para que os ambulantes desocupem o Camelódromo consensualmente e de forma menos traumática – Segundo ele, que esteve no local na manhã desta segunda-feira (06), o seu pedido está calcado no atraso das obras de adaptação do imóvel que irá receber os ambulantes do camelódromo. O edil diz entender que é necessário que o local seja desocupado pelo projeto de mobilidade urbana, mas diz de sua preocupação com o social. “São quase cem trabalhadores, pais de família, com subsistência adstrita às vendas pelo Camelódromo. Seria desumano despeja-los sem antes garantir-lhes outro ponto de comercio para sustento de suas famílias”

“As obras de adaptação do imóvel para receber o Camelódromo sofreram atraso em face das chuvas. Por isso reivindicando mais 30 dias para a transferência do Centro de Comércio Popular com a desocupação da rua São Paulo. Isso se justifica pela razoabilidade e por entender que o caso envolve mobilidade urbana, sistema viário em função do SAMU, segurança pública, projeto urbanístico e acessibilidade. Mas de lado outro há um aspecto tão forte e necessário que é o SOCIAL. São quase cem trabalhadores, pais de família, com subsistência adstrita às vendas pelo Camelódromo. Seria desumano despeja-los sem antes garantir–lhes outro ponto de comercio para sustento de suas famílias.  Por tanto, mais 30 dias para desocupação consensual e menos traumática. Isso é medida de respeito aos trabalhadores e à vida”

 

5 comentários em “Vereador quer mais 30 dias para desocupação do Camelódromo de Divinópolis

  • 7 de janeiro de 2020 em 21:06
    Permalink

    Hipocrisia,de todas as partes Galileu nao ta com nada ,tira trabalhadores dos seu serviços ,transitacao urbana mentira, isso chama quadrilha de pessoas que nao tem coração e so pensa em dinheiro prefeito e empresários próximos isso todo mundo sabe ,mais uma vez corrupção num pais onde não á em quem possa confiar.

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 15:19
    Permalink

    Subsistência adstrita: que é isso Vereador fala a língua do POVO, agora em ano eleitoral você está ai na rua né, fazendo a maldita campanha eleitoral, putzzz grilho queremos um igual a você fora dessa Câmara Municipal.

    Puxou o saco do prefeito estes 3 anos e com vários de comissionados lá na Prefeitura Cabide de Emprego.

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 13:32
    Permalink

    engraçado.. nunca vi esse cidadão indo lá dar uma força antes disso acontecer.. agora coincidentemente temos eleições e já saiu da diretoria da câmara, agora vai pro meio do povo.. será pq?

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 13:13
    Permalink

    Sim tbm acho q desumanidade fazer isto com todos do camelodromo .Sao pessoas batalhando para o sustenti da familia .E mais do q justo 30,60,dias .Nao adianta desvestir um santo pra cubrir o outro .(Nao e este o ditado popular?!

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 13:06
    Permalink

    A campanha eleitoral começou não é vereador Marcos Vinicius, mais seus dias são só até fim de 2020 e você não voltaram mais.
    Cadê o calçamento e asfaltos em nosso bairro e região Terra Azul.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!