Homem é preso suspeito de matar a mulher e o próprio filho de 1 ano e 9 meses com paralisia cerebral


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, nesta sexta-feira (22), Aislan Souza e Silva, 29 anos, suspeito de matar Fiama Antônia de Freitas Machado, 25 anos, e o filho do casal, David Lucca, de 1 ano e 9 meses que tinha paralisia cerebral – A esposa de Aislan estava desaparecida desde de 9 de setembro. Quando saiu de Tombos com o filho David Lucca para uma consulta médica na capital – Ela foi dada como desaparecida e já no dia seguinte o seu corpo carbonizado foi encontrado em Itabira. Porém o corpo da criança ainda não foi ainda localizado – Uma entrevista coletiva está marcada ainda para esta sexta-feira, às 21 horas, com a delegada Maria Alice Faria, Chefe da Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida. Existe a expectativa de que o suspeito confesse o local onde estão os restos mortais do filho

A delegacia de desaparecidos investigou o caso dia e noite e chegou à informação que os restos mortais de uma desconhecida que chegaram ao IML poderiam ser de Fiama. Após os exames comparativos, chegou se ao resultado e o homem foi preso. Em depoimentos, ele confessou ter matado mãe e filho.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1  +  5  =