DIVINÓPOLIS: Idoso foi torturado, queimado vivo e enterrado embaixo de pé de limão em sua residência; com sede, autores fizeram limonada depois do crime


O idoso, Luiz Antônio Emery da Fonseca, conhecido como o Guta da Prancha que desapareceu no dia 16, e desde então a família o procurava incessantemente. Nesta última  sexta-feira (23), a polícia encontrou o corpo de Guta e prendeu um dos autores, o “Morenilson” que estava abrigado de favor, na casa da vítima.  O outro fugiu – A dinâmica do atroz crime é que a dupla, tanto o Morenilson quanto seu parceiro de crime, Pablo Henrique Araújo de Melo, de 19 anos, que ainda está foragido,  queriam dinheiro e como Guta não tinha, eles começaram a espancar o idoso. Tentaram enforca-lo, mas como ele não morria, resolveram colocá-lo no banheiro, junto com espumas, jogaram gasolina e atearam fogo. Quando constataram que ele tinha morrido, com a mesma corta que tentaram enforcá-lo, puxaram o corpo para fora da casa, cavaram uma cova rasa e enterraram o corpo embaixo de um pé de limão. E ainda como estava cansados e com sede, mesmo exaustos do hediondo crime que cometeram. Morenilson colheu limões naquele mesmo pé e fez uma limonada para os dois.

Equipe da Policia Civil responsável pelas investigações do crime

 Bandido foragido, quem souber o paradeiro ligar para policia 190

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8  +  2  =  

PODCAST: escuta essa!!