CARNAVAL 2018 DIVINÓPOLIS: sem lixeiras, foliões jogam lixo no chão


As imediações do Mercado Central onde foi a concentração do Bloco do Cléo, e outras muitas ruas do centro, principalmente a Avenida Antônio Olímpio, 21 de Abril e São Paulo, neste sábado (03), ficaram em um estado lastimável, de tanta sujeira – Porém, isso já era previsível, por que não distribuíram lixeiras extras, além das existentes, que também não é grande coisa. Divinópolis tem pouquíssimas lixeiras – Um leitor do Divinews enviou algumas imagens de como ficaram tais locais.

14 comentários em “CARNAVAL 2018 DIVINÓPOLIS: sem lixeiras, foliões jogam lixo no chão

  • 6 de fevereiro de 2018 em 19:04
    Permalink

    Aqui tenho uma reclamação a fazer vcs ai libera esse carnaval e nao pensa nos moradores que mora no centro, pois todo fim de semana tem bagunça aqui na Savassi, e agora esse inferno barulho, gente mijando cagando na sua porta sem parar e tirando as pessoas nao tem um pingo de edução quebra garrafa na porta e no final de tudo passa carnaval e ninguém limpa sua rua. Fazer carnaval na porta da casa do outros eh fácil! Quem paga o pato os moradores do centro! Obrigada
    E o carnaval teve neh e a sujeira na sua porta quem limpa o cleo ou a prefeitura ????!!!!

    Resposta
  • 6 de fevereiro de 2018 em 05:14
    Permalink

    A porta da minha casa e minha rua viraram banheiro público.Até mulheres desciam as calças e urinavam na rua! Foi deprimente, tivemos q lavar as paredes e calçadas no dia seguinte! O mal cheiro era insuportável!

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 18:10
    Permalink

    Falta de respeito com o próximo
    Falta de educação
    Poluição visual
    Fico pensando se hj está assim ; imagina oque vai ser ; daqui um tempo?

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 17:54
    Permalink

    Queria entender só uma coisa. Liguei na prefeitura várias vezes pra me cadastrar pra ser ambulante, aí me mandaram procurar o Cléo que falou que só ele que ia vender porque tinha patrocínio da Skol e que se eu fosse ia me dar mal porque os fiscais da prefeitura iam me tirar de lá. divinews podia investigar isso. Sou um pai de família e só queria Trabalhar honestamente, mais divinopolis não deu essa oportUnidade.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 09:18
    Permalink

    FORA com estas badernas,chega de tanta desorganização e falta de educação.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 06:32
    Permalink

    Tem que rir pra não chorar
    Desculpando de blocos pra voltar o que já havia terminado. O sossego acabou.Isso não é festa isso é baderna.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 12:47
    Permalink

    Um país, onde não se investe em educação, vira esta lástima. Onde se tem educação, a saúde, o respeito, a não violência , funcionam.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 12:14
    Permalink

    ECOLOGIA… eu quero (uma) pra viver!!! A Cara do Prefeito e de sua (des)Equipe…

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 10:27
    Permalink

    O que faltou foi educação, não lixeira. Vou a muitos lugares sem lixeira e nem por isso jogo lixo no chão…

    Resposta
    • 4 de fevereiro de 2018 em 13:45
      Permalink

      Uai você guarda o lixo dentro do bolso?
      Não que o chao venha ser o caso deles jogarem os lixos, mais como jogar o lixo fora se não tem lixeira?

      Resposta
      • 4 de fevereiro de 2018 em 17:22
        Permalink

        Talvez uma pessoa que começa um comentário com ‘uai’ não mereça resposta, mas, vamos lá:

        Guardo no bolso o que cabe no bolso, na bolsa o que cabe na bolsa e, para eventualidades, tenho uma sacola descartável à mão sempre que a ocasião demandar.

        Sei que moro em um país de terceiro mundo, com organização de terceiro mundo e que, fatalmente, terei que recorrer aos meus próprios meios e recursos para cumprir com meu dever de não sujar as ruas… a falta de lixeiras é condenável, entretanto, não mais do que jogar lixo no chão sob o pretexto de não as tê-las.

        Questão de educação… e quando se trata de educação, dispo-mo de toda modéstia..

        Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 09:30
    Permalink

    O tal carnaval tinha acabado de vez aqui na cidade, mas deram um jeito de ressuscitar a bagunça, e o resultado só podia dar nisso !! Baderna , brigas, sujeira, lixo, urina, fezes, perigo e a festa em si nem começou, agora aguardem, o pior ainda está por vir !! Torço para que isto passe logo !!

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 08:36
    Permalink

    Infelizmente em Divinópolis a grande maioria não tem consciência,ao jogar lixo no chão. Independente de ter lixeiras suficiente ou não ,um cidadão consciente não jogaria lixo no chão.A questão Educação Ambiental que brasileiro não tem.É uma pena,ver nossa cidade tão suja ,independente de carnaval ou não.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14  +    =  23