Por não cumprir prazo de entrega do Plano Anual de Saúde (PAS), prefeito de Divinópolis pode ter cometido improbidade administrativa


Segundo informações do Presidente do Conselho Municipal de Saúde do Município de Divinópolis, Warlon Carlos Elias, após questionamentos do Divinews sobre a reunião do conselho, que ocorreu nesta última quarta-feira (31), ele explicou que o Prefeito Galileu Teixeira Machado pode estar incorrendo em improbidade administrativa por não ter entregue em tempo hábil o Plano Anual de Saúde (PAS), que deveria ter sido entregue inicialmente em 2016, que não era a sua administração e sim de Vladimir Azevedo (PSDB). Contudo, após a assinatura de um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, que foi feito entre o município e o Ministério Público, o Prefeito Galileu passou para si a responsabilidade de apresentar o PAS 2017. É preciso ressaltar também que, a gestão anterior do Conselho Municipal de Saúde, não fiscalizou como devia a gestão do ex-prefeito Vladimir Azevedo – O fato é que, somente no dia 20 de dezembro do ano passado, às 18h24min, com 10 dias para o término do ano, é que o PAS foi apresentado. E por essa razão, é que o plano seja reprovado, e ainda, como é o PAS um instrumento de gestão que autoriza os gastos na saúde, a administração de Galileu Machado gastou sem autorização legal do Conselho Municipal de Saúde (CMS) – O Divinews aguarda contraditório do Governo, sobre o assunto.

[foogallery id=”52383″]

3 comentários em “Por não cumprir prazo de entrega do Plano Anual de Saúde (PAS), prefeito de Divinópolis pode ter cometido improbidade administrativa

  • 2 de fevereiro de 2018 em 17:31
    Permalink

    ninguem aguenta mais divinopolis pegou uma casta de prefeito ruins pessimos que afundaran divinopolis e continua ainda do aristide salgado ate hoje ,todos eles pessimos

    Resposta
  • 1 de fevereiro de 2018 em 21:56
    Permalink

    usuários deste conceituado jornal eletrônico, tem algo errado postado quanto a este parecer 1/2018 na reunião do Conselho Municipal de Saúde realizada no dia 31/01/2018. As pessoas presentes e os conselheiros não concordaram com o que estava escrito e nem aprovaram os dois últimos parágrafos. Senhor presidente do Conselho Municipal de Saúde por favor relate aqui o que ficou acordado em plenária; não se pode postar ao cidadão falsas informações.

    Resposta
  • 1 de fevereiro de 2018 em 16:03
    Permalink

    segura LENDA VIVA voce nao prometeu tanta coisa ao povo de divinopolis agora quero ver cumprir o povo esta esperando

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4  +  2  =