AGORA É OFICIAL: Governo Pimentel diz que não concluirá obras do Hospital Regional de Divinópolis


A secretaria de Estado da Saúde do Estado de Minas Gerais,  admitiu que as obras do Hospital Regional Divino Espírito Santo estão paradas por causa das dificuldades financeiras do Governo do Estado.  No ofício, assinado pelo Chefe de Gabinete Lisandro Carvalho de Almeida Lima, enviado ao Prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, o Governo de Minas Gerais confirma as dificuldades financeiras – No documento, Lisandro reconhece que está se empenhando para disponibilizar os recursos financeiros para a saúde e as “obrigações, até então inadimplidas com os municípios e instituições”.

Recentemente, durante uma audiência pública na Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte, técnicos da Secretaria de Estado da Saúde tentaram justificar a interrupção na obra alegando que o atraso havia se dado por falta de licitação providenciada pela prefeitura.

A mensagem é uma resposta aos constantes questionamentos do Prefeito Galileu Machado, que tem cobrado um posicionamento do Estado em relação ao término das obras. O governo mineiro alega que as dificuldades financeiras ocasionaram a indisponibilidade financeira para o pagamento de convênios e repasses formalizados. O documento é datado de 21 de novembro de 2017.

As obras foram interrompidas em julho do ano passado. Atualmente, 80% da edificação está concluída.

3 comentários em “AGORA É OFICIAL: Governo Pimentel diz que não concluirá obras do Hospital Regional de Divinópolis

  • 5 de dezembro de 2017 em 11:58
    Permalink

    Ministerio publico deveria averiguar eata obra , pelo que falam ; mais de 80 milhoes foram gastos ai ? Se for é lamentavel ..uma obra com 1 pavimento so e no fim do mundo , justamente para nao escandalizar o povo ..isto é mais uma das coisas absurdas que vladimir fez em divinopolis .

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2017 em 22:57
    Permalink

    É MESMO UM PILANTREL.
    DISSE NA CAMPANHA QUE ENTREGARIA O HOSPITAL Á POPULAÇÃO.
    RIDÍCULO.
    DEPLORÁVEL
    PILANTRA

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2017 em 01:33
    Permalink

    Acho que o governador está correto
    Foram milhões, e acho que a obra deveria passar pelo crivo da polícia federal

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1  +    =  4