Enormes filas de veículos com tanques vazios podem dar nó no trânsito dos Bairros, Centro e Bom Pastor; Às 2 horas da madrugada tinha 200 veículos


Com a chegada na noite de ontem, de 30 mil litros de etanol para dois postos da rede Xavante, um na Getúlio Vargas, e outro no centro, às 2 horas da madrugada, já existiam nos dois locais aproximadamente 200 veículos nas filas  para serem abastecidos – Como a fila do posto do centro se formou logo após o anúncio da chegada do etanol, e no início madrugada já ocupava a Getúlio Vargas, subia a Minas Gerais e dobrava na Avenida Primeiro quase alcançando a Rua Rio de Janeiro, em locais de cargas e descargas, estacionamentos rotativos e pontos de táxis, é provável que após o início do horário comercial, por volta das 8 horas, o trânsito tanto no centro, quanto na Avenida JK, dê um nó – ATUALIZAÇÃO: As 08h07min a fila chegou à Praça da Catedral, ocupando toda Avenida Primeiro de Junho, desde a Rua Minas Gerais. Agora, 10 horas, já passou de mil o número de veículos nas filas dos dois postos. (aguarde nova matéria sobre o assunto e novas imagens)

O número de veículos, tanto de carros, quanto moto,  na parte da manhã, aumentará consideravelmente.

Segundo os cálculos realizados, se a norma estabelecida pelo proprietário da rede for ser realmente seguida, ou seja, que cada veículo só poderá abastecer R$ 100 reais, ao preço de R$ 3,89, o tanque será abastecido com 25,7 litros, desta forma, como chegaram 30 mil litros, os dois postos conseguirão suprir a demanda para apenas, aproximadamente 1.142 veículos.

O Posto da Getúlio Vargas, com a capacidade de armazenar 10 mil litros, conseguirá abastecer somente 389 veículos; enquanto o da JK, com sua capacidade de 20 mil litros, poderá abastecer, o dobro, 778 veículos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK