Para não ocorrer postergação “Ad Eternum” na votação da revisão da planta genérica de valores do IPTU de Divinópolis; partidos constituem Colégio de Líderes


Foi constituído nesta última quarta-feira(22) dois Colégios de Líderes, o CM-003/2017 e o CM-004/2017, ambos com o objetivo de dar celeridade a votação  da atualização da planta de valores do IPTU, apresentados através dos Projetos de Lei EM-045/2017 e EM-003/2017 –  Os acordos CM-003/2017 e CM-003/2017, estabelecem o prazo de 10 dias para que sejam apresentados substitutivos e emendas parlamentares ao Projeto de Lei Complementar EM-003/2017 e EM-045/2017, a partir da data da protocolização, que ocorreu ontem, (22/11) – Os dois acordos foram assinados pelos vereadores, Josafá Anderson, líder do PPS; Ademir Silva, líder do PSD; Eduardo Print Junior, líder do Solidariedade; Renato Ferreira, líder do PSDB; César Tarzan, líder do PP; Raimundo Nonato, líder do PDT e Marcos Vinicius, líder do PROS,  como presidente da Comissão de Justiça, foi o articulador da constituição dos Colégios de Líderes, por entender a necessidade que o município tem em votar rapidamente a matéria. Contudo, antes solicitou informações fundamentais à votação para o Executivo, com a presença do seu chefe, Prefeito Galileu Machado.

 

2 comentários em “Para não ocorrer postergação “Ad Eternum” na votação da revisão da planta genérica de valores do IPTU de Divinópolis; partidos constituem Colégio de Líderes

  • 23 de novembro de 2017 em 16:59
    Permalink

    Tem alguem aí que pode responder? No meu bairro eu fui um dos poucos que não fizeram acrescimos na minha casa. E é um bairro que valorizou muito. O meu vizinho fez um acrescimo grande e não valorizou o valor venal do imovel dele. Ele paga quase o mesmo valor que eu pago. Pelo que entendi a Prefeitura fez um apanhado por região e fez a valorização daquela região. Se a minha região vai ter um aumento no valor venal dos imoveis – digamos 80%- isso quer dizer que o meu vai aumentar 80% e do meu vizinho tambem vai aumentar 80% e que, nos vamos continuar pagando quase o mesmo valor sendo que, o imovel do meu vizinho vale o dobro do meu. Isso é justição social?

    Resposta
  • 23 de novembro de 2017 em 12:38
    Permalink

    Meu Deus … Maracutaia vem aí aguardem….E as contratações continuam … E a reforma administrativa cadê

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK