“Copasa rouba do contribuinte, cobra taxas e não faz o que deveria ser feito”, diz Fabiano Tolentino


O deputado estadual Fabiano Tolentino, há meses tem feito pesadas críticas à atuação da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA), e seu último discurso no plenário da Assembleia Legislativa de Minas (ALMG), nesta última terça-feira (12),  o parlamentar elevou ainda mais o tom em direção a empresa de economia mista, que tem ações negociadas em bolsa de valores, que no ano passado apresentou um lucro de R$ 343 milhões para os seus acionistas. Fabiano disse não querer que a empresa dê lucro, e sim que ela faça o que tem que ser feito em benefício do povo mineiro, e que pare de roubar do contribuinte, pois a partir do momento que ela cobra taxas e não faz o serviço, está roubando.

CPI

Tolentino quer propor que seja realizada na Assembleia Legislativa, uma CPI, para investigar a empresa. Ao mesmo tempo em que informou que algumas cidades que ele tem visitado, já realizaram, citando entre elas Alpinópolis, Carmo do Rio Claro e Curvelo. Propõe que Divinópolis também faça. O deputado afirmou que em Alpinópolis foram encontrados indícios de irregularidade da empresa.

Esgoto

O parlamentar no plenário da ALMG, afirmou que a Copasa já deveria ter resolvido o problema de esgotamento sanitário em Divinópolis, isto desde 2016. E em 2018 o que está sendo visto, é que o local da ETE, que já havia sido terraplanado, se transformou em pasto, segundo o deputado.

Diretores

Da alça de mira do deputado, não escapou os diretores, quem em sua fala, entraram na empresa sem concurso público, “são contratados e às vezes nem sabe o que deveriam fazer. Isso é outro absurdo. E ganham altos salários, que nós pagamos”

Fabiano Tolentino, finaliza seu pronunciamento, dizendo que a Copasa, é a pior empresa deste tipo de prestação de serviço, é a pior do Brasil.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.