Operação Areial combate extração ilegal de areia; Empresa suspeita está sob investigação

Publicado por: Jhenifer Gonçalves

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (28), a Operação Areial, com o objetivo de combater a extração ilegal de areia no município de Leopoldina. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da Vara Federal de Muriaé.

Além dos policiais federais, a operação mobilizou, em ação conjunta, policiais da Polícia Militar Ambiental, bem como fiscais do IBAMA e da Agência Nacional de Mineração (ANM), a fim de dar cumprimento às devidas autuações e à destruição do maquinário utilizado na extração mineral ilegal.

Continua depois da publicidade

As apurações demonstraram que embora os investigados possuíssem empresa formalmente constituída, eles promoviam, no leito do Rio Pomba, extração mineral com a utilização de balsas e dragas, sem autorização da ANM e sem licença ambiental. Após a extração, a areia era vendida sem o recolhimento dos tributos devidos e sem a recuperação ambiental da área degradada. Além dos prejuízos fiscais e ambientais, a atividade também prejudica os empresários que vendem a areia legalizada, em clara concorrência desleal.

Alguns danos ambientais constatados pela Perícia Criminal Federal foram: erosão; alterações e assoreamento do curso d’água; danos à fauna e à flora e depreciação da qualidade da água.

Os investigados responderão pelos crimes de usurpação de bem público da União e de danos ambientais, cujas penas podem chegar a até seis anos de detenção.

Entre no grupo do Whatsapp do Divinews e fique por dentro de tudo o que acontece em Divinópolis e região

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos felizes por você ter escolhido deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade.

Continua depois da publicidade