Presidente do Diretório Acadêmico da UEMG Divinópolis diz que estudantes podem protestar na porta da casa do prefeito


Em entrevista ao Divinews a presidente do Diretório Acadêmico da UEMG Divinópolis, Camila, explicou que a manifestação dos estudantes é por uma reivindicação justa dos seus direitos básicos. Citou como exemplo os problemas de acessibilidade, principalmente dos estudantes de cadeira de roda que tem muitas dificuldades em atravessar a Avenida Paraná, por não existir uma faixa de pedestre, que já foi pedido diversas vezes à Prefeitura.

Já com a UEMG, segundo ela, existem várias demandas a serem cobradas, entre elas o auxílio estudantil que está atrasado. Reclamou ainda que os alunos não têm sequer um microondas para esquentar suas marmitas. Isso sem levar em consideração outro grave problema que é o de locomoção, para chegar e sair na UEMG, “É um inferno pela falta de horários dos ônibus’.

Camila finalizou dizendo que se a faixa de pedestre não for colocada, o próximo ato vai ser na porta da Prefeitura, ou da Câmara ou mesmo na porta da casa do prefeito.

 

 

7 comentários em “Presidente do Diretório Acadêmico da UEMG Divinópolis diz que estudantes podem protestar na porta da casa do prefeito

  • 9 de julho de 2022 em 12:15
    Permalink

    Paulo freire…

    Resposta
  • 8 de julho de 2022 em 09:20
    Permalink

    Geração Nutella tá difícil demais

    Resposta
  • 8 de julho de 2022 em 07:30
    Permalink

    Será que ela vai protestar que a gasolina está 5 reais agora? Ou vai falar pro povo não abastecer como forma de protesto? Vai trabalhar moçada! Chega de sugar o país!

    Resposta
  • 8 de julho de 2022 em 06:24
    Permalink

    Venezuela é o nosso futuro! Que pena

    Resposta
  • 8 de julho de 2022 em 06:21
    Permalink

    Estamos Fud%@& com esses estudantes de hoje, esse país é uma vergonha mesmo infelizmente! Problema que serão “os profissionais ” que iremos ter no futuro! Imaginem?

    Resposta
  • 7 de julho de 2022 em 08:54
    Permalink

    KKKKK, tenho muita dó do futuro trágico de Divinopolis, Minas gerais e Brasil, com esta turminha que só sabe pedir e reclamar. Querem tudo e não fazem nada, saem semiprofissionais das universidades e tem a certeza que o mundo vai parar para vontades deles.
    Eita geração desperdiçada, parei de reclamar, ficam so no instagram, tiktok. vão estudar alunos.
    Na minha época de formação escolar não tinha isso não, o colégio estava la bem longe, quem quisesse estudar iria ate ele, seja caminhando ou de transporte publico(pessimo), mais estavam todos lá e formavam ótimos profissionais.
    Sabem porque? porque nada na nossa vida é facil ou de graça, damos mais vamos nas coisas difíceis, pena que os pais de hoje não deixam seus filhos correrem atras e não deixa faltar nada para eles.
    Ainda bem que a cada ano as maquinas estão substituindo a pessima mão de obra, senão estariamos fudidos.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  79  =  89