Prefeitura de Divinópolis deixa Posto de Saúde do Afonso Pena em condições insalubres de trabalho para os servidores e atendimento à população


Desde o final de dezembro, a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e da Região Centro Oeste (Sintram) está realizando visitas de inspeção nas unidades de saúde, e setores da Prefeitura. Na última quinta-feira, 13, o vice-presidente do Sindicato, Wellington Silva, e a diretora do Conselho Fiscal, Lucilandia Monteiro estiveram no Centro de Saúde do bairro Afonso Pena, e encontraram os servidores trabalhando em condições precárias.

De acordo com o vice-presidente do Sintram, a sala da psicologia está tomada pelo mofo. Segundo Wellington, os funcionários relataram que o problema já existia, mas se agravou com as fortes chuvas que atingiram Divinópolis nas últimas semanas.

“Está caindo muita água do teto, tem goteira para todo lado. Os funcionários precisaram espalhar panos no chão para absorver o volume de água que cai. A sala de psicologia está tomada pelo mofo, o que impossibilita realizar qualquer atendimento no local. A Prefeitura está mantendo os servidores em condições precárias de trabalho, expondo os funcionários e usuários da unidade de saúde a um ambiente nocivo”, reforçou o vice-presidente à assessoria de comunicação da entidade

Lucilandia detalhou também que devido à situação da sala de psicologia alguns servidores apresentaram problemas respiratórios, e com isso, o Sindicato solicitou ao gerente do Centro de Saúde a interdição do espaço. Disse ainda que é humanamente impossível que um profissional utilize a sala para atendimento. O espaço está em condições precárias, e traz riscos à saúde dos servidores que trabalham na unidade. Nós solicitamos ao gerente do Centro de Saúde que faça o isolamento da sala até que a Prefeitura providencie os reparos necessários.

Ainda segundo o vice-presidente do Sintram, além da sala de psicologia estar tomada pelo mofo, um dos galhos de uma árvore que está na área externa da unidade apresenta risco de cair em cima do imóvel. De acordo com Wellington, os servidores do Centro de Saúde já solicitaram a poda do galho, para evitar danos, mas até o momento o Executivo não realizou o serviço.

“Isso de chama prevenção de acidentes, e parece que nem isso a Prefeitura está conseguindo fazer. O galho desta árvore tem um grande risco de cair em cima do imóvel, os funcionários já pediram a poda, mas o Município não providenciou o serviço até hoje. O Sintram solicitou a poda à Prefeitura, e dos devidos reparos na sala de psicologia, e vai acompanhar de perto esta situação, pois os funcionários estão trabalhando sob alto risco de acidentes”, concluiu.

 

Com reportagem de  Pollyanna Martins – Comunicação Sintram

 

4 comentários em “Prefeitura de Divinópolis deixa Posto de Saúde do Afonso Pena em condições insalubres de trabalho para os servidores e atendimento à população

  • 17 de janeiro de 2022 em 19:15
    Permalink

    E até hoje o “agora tem prefeito” não habilitou o estado de emergencia junto a Caixa. Meu fiiiii ajuda ai, libera pro pessoal usar o FGTS, cara ruim de serviço. Ahh não dá likes no istragamm nehh.Deve ser por isso.

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2022 em 18:25
    Permalink

    É culpa do Galileu !!
    Porque deixou este projeto de político ganhar.
    Tem ser muito ruim pra perder pra este greison

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2022 em 17:54
    Permalink

    Se fosse só esse posto estaria ótimo. Fácil de reformar. 99% dos postos de saúde e escolas estão nessas condições, somados a ausência de AVCB do Corpo de Bombeiros.

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2022 em 16:49
    Permalink

    Desde quando a prefeita janete liga ou ligou pra servidor

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7  +    =  13