Às vésperas do ENEM, Ministro da Educação se reúne com Domingos Sávio (PSDB) e gestores municipais da Região Centro-Oeste, em Divinópolis


Divinópolis e municípios do Centro-Oeste de Minas terão a oportunidade de avaliar e monitorar a execução dos programas educacionais junto à equipe técnica do Ministério da Educação (MEC). No próximo dia 18 de novembro, quinta-feira, a partir das 08h30, o ministro Milton Ribeiro e a equipe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) trarão a estrutura do gabinete de Brasília para Divinópolis com o objetivo de promoverem o atendimento individualizado aos gestores municipais.

O deputado federal Domingos Sávio será um dos anfitriões do evento. O parlamentar destaca a importância do atendimento itinerante, que vai promover o encontro entre as equipes técnicas do Ministério da Educação e das prefeituras das cidades do Centro-Oeste de Minas Gerais.

“O MEC em Divinópolis será uma oportunidade para os gestores municipais alinharem políticas públicas de Educação. O encontro terá caráter de orientação, podendo os gestores fazer consultas sobre temas relacionados ao cotidiano da Educação como Transporte Escolar, Merenda Escolar, Infraestrutura e PAR IV referentes aos municípios”, detalhou Domingos Sávio.

Encontro com gestores municipais

O encontro com gestores municipais será realizado em Divinópolis. O atendimento aos prefeitos, secretários de Educação e equipe técnica será realizado a partir das 08h30 até as 11 horas, tendo como critério a ordem de chegada.

Às 10 horas, haverá um encontro do ministro Milton Ribeiro e o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, com os convidados.

Encontro para aproximar gestores

O Ministério da Educação classifica o encontro como importante estratégia para aproximar o MEC do cidadão. O atendimento às prefeituras pelo país garante a democratização dos projetos executados pelo Ministério e permite sanar dúvidas dos gestores municipais que executam o programa junto à sociedade.

A iniciativa é mais uma oportunidade para que os gestores se aproximem do MEC e aprimorem a gestão educacional em suas regiões.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  68  =  70