A exemplo de Daniel Silveira, STF delibera e deputado Roberto Jefferson é preso por incitar ataques contra os poderes


O ex-deputado Roberto Jefferson, presidente do PTB, foi preso no Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (13/8). O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a prisão preventiva do parlamentar por ataques à instituições democráticas. A prisão se configura no mesmo estilo do caso Daniel Silveira (PSL-RJ), também parlamentar bolsonarista.

De acordo com o despacho do magistrado, Jefferson faz parte de uma milícia digital especializada em atacar o Supremo, seus ministros e demais instituições. As diligências fazem parte de um novo inquérito aberto pelo ministro. No YouTube e nas redes sociais, o ex-deputado aparece empunhando armas e ameaçando os ministros, assim como pregando o fechamento do Supremo.

Fonte: Congresso em Foco/UOL

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

29  +    =  31