CadUnico aponta que Divinópolis tem cerca de 5 mil famílias aptas a receberem Auxílio Emergencial Municipal


Após um ano e um mês do início da pandemia da Covid-19, quando Divinópolis teve seu primeiro caso da doença e logo a seguir a primeira morte, e posteriormente com muitos óbitos agravados principalmente por comorbidades. O Brasil também tem visto suas despensas de mantimentos se complicarem por questões financeiras, uma vez que muitas delas perderam empregos com o fechamento do comércio. Para amenizar as consequências do quadro pandêmico, que acarretou em desemprego e fome e até mesmo a volta da extrema pobreza no Brasil, algumas cidades de várias partes do país e também em Minas Gerais, decidiram criar seus próprios programas assistenciais para ajudar a população. Foi o caso dos municípios vizinhos, como Formiga, Itapecerica e Lagoa da Prata.

Nas três cidades, os projetos já passaram pelos Legislativos. Alguns já foram votados , aprovados e até sancionados. Os projetos preveem o pagamento de R$ 311 em Lagoa da Prata por três meses em cada parcela, R$ 300 em Formiga pelo mesmo tempo de duração e R$ 200 em Itapecerica, igualmente pelo mesmo período.

Em Divinópolis, a indicação 680/2021 da vereadora Lohanna França (CDN) propõe que a Prefeitura pague os valores de R$ 150, R$ 100 ou R$ 75 reais a depender da situação socioeconômica de cada família. Como requisito, os grupos devem estar inscritos no Cadastro Único. Para realizar os repasses as famílias, na época da proposição, a edil apontava que havia um orçamento excedente na secretaria de Assistência Social no valor de R$1,6 milhão de reais, referente a 2020 e que o dinheiro poderia ser convergido. Porém esse montante não está mais disponível, pois foi redirecionado para outros fins. Agora a Prefeitura precisaria fazer outro aporte.

Ainda de acordo com a proposta da parlamentar, caso aprovada, a lei poderia ser estendida pelo tempo de duração que seja necessário por meio de um Decreto Municipal e que, se houver necessidade, até mesmo uma Emenda ou crédito especial poderia ser considerada para arcar com esses pagamentos.

Segundo apurou o Divinews, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em janeiro de 2021 em Divinópolis era de 13.203, dentre as quais, mais de 5 mil estariam aptas a receberem o Auxílio Emergencial Municipal, caso o benefício fosse implementado.

  • 1.820 com renda per capita familiar de até R$ 89,00;
  • 2.039 com renda per capita familiar entre R$ 89,01 e R$ 178,00;
  • 5.055 com renda per capita familiar entre R$ 178,01 e meio salário mínimo;
  • 4.289 com renda per capita acima de meio salário mínimo.

Conforme informações da Secretaria de Assistência Social, o Programa Bolsa Família pagou no mês de março de 2021, 3.634 famílias. O valor transferido pelo Governo Federal em benefícios às famílias atendidas em Divinópolis alcançou quase R$500 mil reais.

Um comentário em “CadUnico aponta que Divinópolis tem cerca de 5 mil famílias aptas a receberem Auxílio Emergencial Municipal

  • 26 de abril de 2021 em 15:51
    Permalink

    Criam vergonha na cara com essa esmola abram mão vcs do salário e fiquem com 150 reais, hipócritas é de rir da desgraça alheia.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5  +    =  15