Sem aviso prévio, prefeito de Divinópolis corta gratificação de função de servidores municipais já para o próximo recebimento de salário


Gleidson Azevedo (PSC), prefeito de Divinópolis, de acordo com matéria publicada pelo site do SINTRAM e confirmada pelo Divinews no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, cortou gratificações de função que eram recebidas por agentes de saúde, professores, pedreiros, auxiliares administrativos, entre outros cargos, sendo que a maioria dos valores é de R$ 300 e R$ 400 reais.

Como os decretos que oficializam os cortes das gratificações, foram publicados na edição desta última terça-feira (19) do Diário Oficial dos Municípios, porém com efeitos retroativos a 1° de Janeiro, com isso os profissionais afetados já receberão os salários de janeiro com o corte. Gleidson não justificou a motivação dos cortes.

As gratificações dos servidores estão previstas do artigo 86 ao 123 da Lei Complementar 9/1992 (Estatuto dos Servidores).

12 comentários em “Sem aviso prévio, prefeito de Divinópolis corta gratificação de função de servidores municipais já para o próximo recebimento de salário

  • 21 de janeiro de 2021 em 07:44
    Permalink

    Esse ai vai durar pouco, é burrinho coitado. Eu desejo que de muito errado para essa cambada de aventureiro sair da politica, achando que vai fazer bonito, ranço supremo de politico influenciador.

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2021 em 07:41
    Permalink

    Esse ai começou bem (contém ironia), vai durar pouco. Já ta virando boneco na mão do esperto.

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2021 em 07:02
    Permalink

    Será que o trio de prefeitos terão coragem de mexer com os contadores que recebem produtividade por serviços que são realizados por outros profissionais.

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 22:36
    Permalink

    Otimo a querra começou e tudo que a oposiçao estava ansiando

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 20:23
    Permalink

    Dos pequenos ele tem coragem de mexer . Quero ver acabar com a farra das gratificação de produtividade dos procuradores. Vergonha! Produtividade pra produzir o que além da obrigação do cargo?!! E ainda: pasmem: tem associação pra receberem os honorários de sucumbência. Acaba com a farra aí Gleidson. Moraliza tudo então

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 20:17
    Permalink

    Retroativo não é legal. O cara já realizou as atividades. Tem que ser pago

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 18:11
    Permalink

    Parabenizo o prefeito agora novos tempos e trabalhar com amor , mas espere só pra ver o choro das Coordenadoras dos CRAS e CREAS…..kkkk

    Resposta
    • 21 de janeiro de 2021 em 12:41
      Permalink

      E se fosse vc, ou um familiar seu, que recebesse as gratificações, que são absolutamente dentro da lei, vc estaria parabenizando ao Prefeito também? Menos né anônino!
      Pimenta nos olhos dos outros é colírio.
      Porque vereadores, secretários e Prefeito não reduzem seus generosos salários?

      Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 17:37
    Permalink

    Ninguém vai comentar sobre a indústria de multas que o prefeito criou???

    Estão passando multando quem está trabalhando, a Semusa está lotada de pessoas pedindo recurso

    E o valor da multa é entre 700,00 a 80 mil. A funcionária Alessandra da Semusa confirmou que a demanda de multas quadruplicou e que quem determina o valor são eles. Picaretas que querem gravar videozinho pra fingir que estão trabalhando enquanto enchem os bolsos

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 17:20
    Permalink

    Está muito certo tem gente mamando a tempos, fazer parte de comissão era um Deus nos acuda só entrava filho do rei, vamos aguardar agora as novas comissões gratificadas porque sub coordensador já apareceu outra novidade agora…..
    .

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 14:50
    Permalink

    Parabéns ele está no caminho certo

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2021 em 14:47
    Permalink

    Engraçado né porque não corta a gratificação de 100% dos cargos condicionados,a economia ia ser boa até porque o pau que bate em Chico bate em Francisco, Gledson, Janete e Eduardo Print Junior pensem nisso e farra do dinheiro público tem que acabar, até porque o cidadão não sabe mas quem tem cargo de chefia na prefeitura e na Câmara recebe o salário que já é alto e 100% por em cima do salário. Isso é justiça moralizar o serviço público.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!