DIVINÓPOLIS: Diretora de Vigilância Sanitária diz que crianças em idade escolar estão ficando em locais clandestinos


Janice Soares, Diretora de Vigilância em Saúde, junto com o secretário de Saúde, Amarildo Souza, em uma live que ocorreu nesta quinta(07/10), em que o objetivo era explicar para a população por que motivo Divinópolis retrocedeu da ONDA VERDE para a ONDA AMARELA, conclamou para que a população faça uma reflexão sobre a questão da volta as aulas presenciais nas escolas. E no meio dos seus questionamentos, a diretora afirmou que diante da volta ao trabalho dos pais, as crianças acabaram sendo deixadas em locais clandestinos que não estão aptos a recebe-las, ficando com pessoas despreparadas.

Janice avalia que é preciso que todos deixem de pensar só em seus próprios segmentos e passem a pensar também nas escolas, nas crianças, Trabalhando para que no próximo ano, seja possível oferecer aulas presenciais para todas as crianças.

Afirmou também que os adultos saem de casa para trabalhar, para as festas, enquanto as crianças estão ficando presa dentro de casa gerando até mesmo problemas psicológicos.

“Para as escolas voltarem a funcionar é preciso abaixar a taxa de incidência e de óbitos, por que em Divinópolis está muito alto, e foi um dos fatores para que nós voltássemos para a onda amarela. Estávamos a todo vapor trabalhando para o retorno escolar, com os altos índices epidemiológicos tivemos que frear esse retorno”, afirmou a diretora, dizendo nas entrelinhas que o comportamento de algumas pessoas que não respeitam e não enxergam a pandemia da Covid19 tem responsabilidade direta com o não retorno das aulas presenciais.

Janice segue afirmando que é preciso trabalhar em outubro, novembro e dezembro para que ano que vem as aulas possam voltar, e com isso pensar no futuro da cidade, que são as crianças.

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!