Laiz, presidente do Solidariedade explicitamente diz que vereador Print Junior(PSDB) tem carguinhos e coisinhas no Governo Galileu (vídeo)


Na entrevista que a atual presidente do Solidariedade, Laís Soares fez com o Divinews através de uma live, afirmou ter sido testemunha ocular que o agora vereador tucano Eduardo Print Junior possui diversos cargos na Prefeitura de Divinópolis, e segundo ela, a resistência que ele teve em abraçar um novo projeto do Solidariedade não estaria calcado e uma macro política de mudanças de rumos do partido, em querer ter candidato em Divinópolis para disputar a prefeitura nas próximas eleições e sim pelos compromissos assumidos por ele com o Governo do Prefeito Galileu. Em sua narrativa, Laiz afirmou que a história não foi como ele contou que chegaram e simplesmente “puxaram o tapete” dele como ele passou essa imagem para imprensa. Houve sim toda uma abordagem e reuniões com ele, para tenta-lo conversar dos novos rumos que o partido queria tomar. Contudo, como já estava comprometido preferiu, de acordo com Laíz Soares, “ficar agarrado nos seus carguinhos na prefeitura e nas coisinhas que já estava comprometido”.

Laíz explicou que esteve em reuniões diversas vezes com o Print Junior tentando mostrar para ele o novo rumo que o partido estava querendo. Contudo ela a ignorou e chegou a fazer pouco caso, a avaliando como uma deslumbrada, sendo mesmo sarcástico. Ele só acreditou depois que conversou com o Zé, presidente do partido em Minas. A seguir chegou a dizer que a apoiaria que ela contasse com ele. Porém no minuto seguinte já estava “detonando” ela em todos veículos de comunicação, incluindo mesmo o Divinews. Não contou o outro lado da história. Só o seu de coitadinho que teve o tapete puxado. O fato é, segundo ela, que o vereador como líder do Governo Galileu está comprometido com compromissos políticos, até o talo.

Ela disse ainda que ele se fez de coitado, mas de coitado mesmo não tem nada, é um político muito esperto que está no mercado há muitos anos.

Taiz, chegou mostrar metaforicamente que “existe um barco do futuro, da mudança, da inovação. Contudo ele preferiu continuar agarrado no barco do Galileu, mesmo afundando, mas ele tinha os carguinhos com as coisinhas que eu via lá, ele conversando sobre cargos. Então ele quis ficar ali, e ele desdenho de mim. Ele não acreditava”.

O Divinews questiona que cargos são esses? Quantos são? E que coisinha seriam essas. O povo quer saber!! E o MP através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, cumprindo seu papel Constitucional bem que poderia abrir investigações amplas sobre esse caso e casos semelhantes.

 

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!