Cannabis (maconha) pode reduzir inflamação do pulmão pela Covid-19, diz pesquisadores


Segundo matéria publicada na Forbesbr pesquisadores da Universidade de Nebraska e do Instituto de Pesquisa Texas Biomédical passaram a recomendar que houvessem mais pequisas sobre como o CDB, canabidiol, uma das susbtancias químicas derivadas da cannabis (maconha) pode ajudar no tratamento da perigosa inflamação pulmonar causada pelo novo coronavírus.

Foi observado pelos pesquisadores um impacto positivo do uso da substância para tratar Sars (síndromes respiratórias agudas graves) e o que é chamado muitas vezes de “tempestade inflamatória”, uma resposta acima do normal do sistema imunológico de um indivíduo contaminado.

Os autores afirmam que “atualmente, além de medidas de auxílio, não há cura definitiva para Sars, ilustrando que é urgente que se encontre modalidades de terapia criativa e eficientes para tratar essa complexa condição”.

Eles sugerem que o CBD consegue auxiliar reduzindo a produção de citocinas pró-inflamatórias e, assim, combatendo a tempestade. Ao reduzir citocinas específicas, é possível diminuir a inflamação.

E, assim, acabar com o desconforto e os danos respiratórios. Os resultados dos experimentos desses pesquisadores apoiaram essa teoria. Citocinas são proteínas produzidas pelo sistema imunológico….

A pesquisa foi feita com roedores, que foram induzidos artificialmente a ter uma síndrome respiratória, com sintomas similares aos da covid-19. Isso criou nos camundongos uma tempestade inflamatória, com redução de oxigenação no sangue e problemas pulmonares. Neste momento, foi dado o CBD.

“Os sintomas foram totalmente ou parcialmente revertidos e retomaram os níveis normais após o tratamento com CBD”, dizem os autores.

Houve, em particular, sucesso em reduzir a citocina IL-6 e diminuiu o nível de outras citocinas pró-inflamatórias. “O tratamento com CBD reverteu esses índices inflamatórios e restabeleceu a saúde dos roedores”. Os animais também tiveram aumento dos linfócitos, importantes células que combatem infecções

“As informações sustentam a noção de que o CBD pode reduzir a tempestade inflamatória e diminuir os efeitos de uma inflamação exagerada. Considerando todos os efeitos do CBD no corpo e como ele se distribui pelo corpo, é plausível que ele possa ser um candidato a se tornar terapêutico contra diversas condições inflamatórias, entre elas a covid-19 e outros vírus que causam Sars”, afirmam os autores.

Os próximos passos são realizar observações em humanos, para que o uso do CBD possa ser usado como um tratamento efetivo no combate a doentes da pandemia ou de outras doenças que comprometem o sistema respiratório.

2 comentários em “Cannabis (maconha) pode reduzir inflamação do pulmão pela Covid-19, diz pesquisadores

  • 27 de julho de 2020 em 09:09
    Permalink

    Não, boa é a Cloroquina… kkkkk

    Resposta
  • 24 de julho de 2020 em 09:36
    Permalink

    Agora mais essa!!!
    Povo vai virar Maconheiro

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

65  +    =  70